Ensine a uma criança como deve agir caso se perca

· 25 de março de 2019
É preciso ensinar ao seu filho o que ele deve fazer caso se perca, já que você nem sempre estará presente para protegê-lo. Assim, caso isso ocorra, você não terá preocupações desnecessárias.

É fundamental estabelecer um plano que todos os membros da família conheçam, para que não haja problemas caso seu filho se perca. Não se trata de proteger demais seus filhos, nem de ficar apreensiva.

Simplesmente, você deve garantir que a criança saiba o que fazer e como se proteger caso se perca. Assim, ela terá as ferramentas para que, pouco a pouco, alcance sua independência e maturidade.

Quem ensina o que uma criança deve fazer caso ela se perca?

Seja seu filho, um sobrinho ou o filho de um vizinho, é importante exercitar uma boa influência ao seu redor para evitar que mais uma criança faça parte das estatísticas de crianças desaparecidas. Além disso, existem medidas preventivas padronizadas que podem ser compartilhadas entre familiares e amigos que têm crianças pequenas.

Os professores, as babás, os treinadores esportivos e todos aqueles que cuidam de crianças pequenas devem ter um plano de contingência. Isso serve para minimizar os riscos de perder uma criança, já que elas se distraem facilmente.

Dependendo da idade da criança, é preciso explicar em uma linguagem que ela possa entender com facilidade. As regras ou estratégias devem ser claras e simples.

Quais são as diretrizes básicas para ensinar a uma criança o que ela deve fazer caso se perca?

Caso a criaça se perca, diga a ele buscar ajuda

Ao perder um filho, mesmo que apenas por alguns minutos, a tensão e a angústia podem ser devastadoras. Apesar das precauções tomadas, sempre há o risco de que uma criança se perca.

Isso ocorre, principalmente, com crianças entre três e cinco anos de idade. A curiosidade, nesses casos, faz com que elas se distraiam e saiam facilmente do seu alcance. Não é como uma criança perdida em um shopping, brincando em um parque, durante um passeio ou excursão, pois os riscos são maiores.

Fale sobre o que deve ser feito caso a criança se perca

Este diálogo deve ocorrer em casa. Mesmo que a criança esteja sob os cuidados de outra pessoa, é fundamental que ela saiba o que fazer caso se perca. A intenção não é deixá-la com medo, mas explicar de maneira calma e positiva.

Você pode dizer que é possível se distrair por alguns segundos e se separar da pessoa que está cuidando dela. A criança deve entender que, ao fazer o que você recomenda, será muito mais fácil retornar ao cuidador.

Ensine-a a pedir ajuda com segurança

Caso a criaça se perca, diga a ele para ligar para você

Mesmo que o recomendável seja sempre que a criança não fale com estranhoscaso se perca, é importante que ela saiba reconhecer quem pode ajudá-la com segurança.

Diga que ela pode pedir ajuda a uma pessoa que esteja com outra criança. Se não tiver ninguém assim, diga que ela pode falar com alguma mulher que esteja sozinha ou com alguém da equipe de segurança do local.

Ela deve dizer ao adulto que que está perdida, passar o nome completo, o nome dos pais e um número de telefone. Para isso, você deve estimulá-la a memorizar os dados mais importantes.

Ensine-a a ficar em um único lugar

Às vezes, o que agrava a situação de uma criança perdida é o seu constante deslocamento para procurar os pais. Ensine-a que o melhor a se fazer é não sair do local onde ela se perdeu. Lembre-a disso toda vez que saírem de casa.

Assegure-a de que você vai procurá-la onde for necessário, até que ela seja encontrada. Uma dinâmica simples e comprovada por vários pais é a prática do que deve ser feito caso a criança se perca. Quando estiver com ela em algum lugar, pergunte o que ela faria caso perdesse você de vista naquele momento.

Faça também as seguintes perguntas: a quem você pediria ajuda se não houvesse uma mulher com crianças por perto? O que faria se um homem se aproximasse e perguntasse se você gostaria de ir com ele procurar seus pais? Uma variável dessa dinâmica seria perguntar à criança para qual adulto ao redor ela pediria ajuda.

Recomendações finais para ensinar o que a criança deve fazer caso se perca

Caso a criaça se perca, diga a ele para não desesperar

Além dos tópicos discutidos anteriormente, o importante é reforçar à criança que ela sempre deve andar de mãos dadas com os pais, sem soltar. Outra recomendação é fazer etiquetas com o nome da criança, nome dos pais e número de telefone para prender na roupa dela.

No caso de crianças menores, incapazes de memorizar números de telefone ou o nome dos pais, o melhor a fazer é anotar as informações em um pedaço de papel ou gravar os dados em um colar ou correntinha. Se for usar o papel, ensine seu filho a mostrá-lo para um adulto que possa ajudá-lo caso ele se perca.

Adicionalmente, também é importante saber como agir caso a criança se perca. É injusto reproduzir a própria tensão na criança com gritos e culpá-la por ter sumido. Nenhuma criança se perde de propósito.

Finalmente, o momento do reencontro demonstrará o quanto você ama seu filho e que está feliz por encontrá-lo. Depois, quando todos estiverem mais calmos, você poderá analisar junto com ele o que aconteceu, para evitar que ocorra novamente.