É possível prevenir um acidente vascular cerebral (AVC) ?

Considerando que existem muitos fatores que não podemos controlar quanto ao acidente vascular cerebral (AVC), é fundamental levar uma vida saudável, fazer exercícios e ter uma alimentação balanceada para minimizar os riscos

É bastante lógico pensar que em uma vida plena e saudável, uma pessoa possa sofrer um acidente vascular cerebral.  Pelo menos não vê, as imensas probabilidades de que para alguns, isso pode acontecer.

Na maioria dos casos sempre se prevê o melhor e nunca o pior. Isso acontece com respeito ao acidente vascular cerebral; mas, o que é em realidade?

Acidente vascular cerebral (AVC)Mão com cérebro

Segundo a  Organização Mundial da Saúde  (OMS), o acidente vascular cerebral (AVC) se trata de um dos transtornos cardiovasculares mais comuns em todo o mundo, inclusive acima das doenças cardíacas.

Além disso, afirma que é uma das principais causas de morte em todo o mundo.

As pessoas mais afetadas por um AVC estão em torno dos 40 aos 60 anos. Além disso, costuma-se apresentar como ataques ou derrames cerebrais.

Em si, um acidente vascular cerebral é a falta de circulação sanguínea na área do cérebro.

Os índices de perigo aumentam pela falta de sintomas aparentes e a falta de oxigênio relativa à falha do fluxo sanguíneo.

Veja também: Você sente frio e inchaço nas extremidades? Controle-os com remédios para a circulação

Tipos de acidente vascular cerebral 

O AVC pode-se dividir em dois tipos:

  • Acidente isquêmico: ocasionado pela obstrução arterial. Segundo a Associação Americana do Coração, representam 87% dos ataques ao cérebro.
  • Acidente hemorrágico: por sua vez esse tipo de acidente é provocado pelos derrames de sangue, sejam eles no cérebro ou na zona subaracnóidea.

Motivos pelos quais se produz o acidenteColesterol nas veias pode desencadear um AVC

Nenhuma pessoa está isenta de padecer desse tipo de problema em sua vida. Entretanto, aquelas que se encontram na faixa de idade mencionada, contam com maiores probabilidades.

Somado a isto, existe uma série de motivos ou fatores incidentes determinantes no acidente vascular cerebral:

  • Falta de atividade física: não realizar, nem sequer, a quantidade mínima ou básica de atividade física.
  • Excesso de peso ou obesidade: quanto maior o peso, maior a possibilidade de sofrer um acidente desse tipo.
  • Sexo: em termos gerais, os homens têm maiores chances de sofrer um acidente vascular cerebral. Contudo, as mulheres também podem sofrê-lo.
  • Condição gestante: durante e depois da gravidez (algumas semanas), as probabilidades de sofrer esse problema de saúde aumentam.
  • Herança genética: quando algum dos pais padeceu da doença, o mais provável é que a pessoa também sofra.
  • Certas enfermidades: Fibrilação auricular, diabetes, estresse, colesterol em altos níveis, hipertensão arterial.
  • Problemas relacionados ao sistema circulatório: válvulas artificiais, transplantes ou artérias fracas.
  • Dependência do cigarro.

É possível prevenir o acidente vascular cerebral?

Para minimizar as possibilidades de padecer deste problema deve-se seguir algumas recomendações:

Recomendamos a leitura: 13 estratégias fáceis para liberar a mente e gerenciar seu mundo emocional

Evitar o cigarroCigarro pode desencadear um AVC

Vale mencionar o imenso dano provocado pelo cigarro no organismo, sobretudo no sistema circulatório periférico, associado com a doença em questão.

Portanto, uma das recomendações tem a ver com deixar de consumir a nicotina. Se não se consegue deixar de vez, que ao menos, faça-o de forma paulatina.

Realizar exercícios físicos

Recomenda-se cumprir com o mínimo de exercícios físicos para levar uma vida cheia de hábitos e estilos saudáveis.

Realizar ao menos 30 minutos de atividades físicas diminuirá as possibilidades de padecer esse problema.

Recomendamos a leitura: 5 razões pelas quais parar de fumar melhora a sua aparência

Manter ou perder peso corporal

Quanto a este conselho, dependerá da pessoa, já que nem todos nos encontramos no mesmo peso.

  • Em caso de ser alguém obeso ou com sobrepeso, deve-se buscar diminuí-lo pouco a pouco. Se, ao contrário, a pessoa se encontra dentro do peso ideal considerado saudável é necessário manter esse peso.

Evitar o consumo de drogasDrogas podem desencadear um AVC

Tanto nos casos das legalizadas, como no caso das ilegais, as drogas podem representar um risco enorme para o organismo.

Em caso de necessitar de algum medicamento, é fundamental que este seja receitado por um especialista.

Alimentar-se saudavelmente

Uma dieta saudável e equilibrada é fundamental para gozar de boa saúde.

Para diminuir os riscos de sofrer um acidente vascular cerebral procure incluir no seu dia a dia.

Ainda assim, evite os alimentos pré-cozidos e aqueles com excesso de gorduras prejudiciais.

Recomendados para você