É possível engravidar com apenas um ovário?

Muitas mulheres com apenas um ovário acreditam que suas chances de se tornarem mães são nulas. Mas não é bem assim; é possível engravidar com apenas um ovário. Conheça as condições para isso ser possível.

É possível engravidar com apenas um ovário? Esta é uma pergunta frequente em mulheres que serão submetidas à remoção cirúrgica de um ovário. Para responder a essa pergunta corretamente, é preciso primeiro entender como esse órgão funciona e as condições do ovário remanescente.

Os ovários são órgãos localizados em ambos os lados do corpo no sistema reprodutivo feminino. Estes são responsáveis ​​pela produção dos óvulos, células que podem ser fertilizadas pelos espermatozoides. Podemos dizer que a principal função dos ovários é a fertilidade das mulheres.

Ovulação: o que é e quando ocorre?

A ovulação é o processo através do qual um óvulo é liberado do ovário, um processo que ocorre uma vez a cada ciclo menstrual. O folículo ovariano se rompe e o óvulo é rapidamente expelido para a tuba uterina. Então, alcança o útero e é aí que a fertilização ocorre.

Espermatozóides indo fecundar o óvulo

Para mulheres com um ciclo menstrual ideal, a ovulação ocorre bem no meio disto, isto é, no dia 14. Deve ser lembrado que este ciclo dura 28 dias, começando no primeiro dia do sangramento menstrual e terminando um dia antes do próximo sangramento.

Nos casos em que as mulheres têm apenas um ovário, ele cobre a função do óvulo ausente e o seu próprio ciclo. Isso significa que o ovário tem a capacidade de produzir células suficientes para que um desses óvulos seja fertilizado.

Por que os ovários são removidos?

Geralmente, a remoção dos ovários é feita em mulheres com um risco aumentado de câncer de mama e de ovário. Os médicos recomendam a realização da remoção do ovário como forma de prevenção. Isso pode reduzir o risco de câncer de ovário em até 90% em mulheres de alto risco.

Por outro lado, após a cirurgia, o ovário que não foi removido deve estar em boas condições se você quiser engravidar. Da mesma forma, a ausência de outros órgãos do sistema reprodutor influencia a probabilidade de engravidar, diminuindo-a.

Complemente a leitura com: 7 conselhos para engravidar com mais facilidade

Útero e ovários

É possível engravidar com apenas um ovário?

Com base no exposto, a resposta é afirmativa. A condição de ter apenas um ovário não impede  a possibilidade de engravidar se a mulher estiver em idade reprodutiva.

No entanto, deve ser levado em conta que o tempo do ciclo reprodutivo das mulheres com apenas um ovário terminará mais cedo do que o daquelas que têm ambos. Ou seja, a menopausa pode ocorrer em uma idade mais precoce.

Se você tiver apenas um ovário e estiver planejando engravidar, consulte o especialista para realizar os exames necessários. Isso deve confirmar que o ovário restante está ovulando corretamente. Você pode realizar outros testes para garantir que não existem outras condições que estejam afetando a sua fertilidade.

No caso de você ter dificuldade para conceber, o especialista pode recomendar um tratamento de fertilidade. Existem terapias disponíveis para superar esses problemas. O médico pode indicar a estimulação dos ovários através de medicamentos para melhorar o processo de ovulação.

 

O que deve ser levado em conta para engravidar com apenas um ovário?

Os médicos estimam que um período de 12 a 15 meses após a remoção dos ovários é necessário para que uma gravidez ocorra naturalmente. Após esse período, se a concepção não tiver ocorrido, eles recomendam recorrer a um especialista em fertilidade.

A trompa de Falópio, localizada no mesmo lado do ovário que não foi removido, deve estar em boas condições. Desta forma, as chances de engravidar aumentam. Caso contrário, as chances de conceber por meios naturais são quase nulas.

Mulher que engravidou com apenas um ovário

No entanto, existe a alternativa de reprodução assistida para conseguir uma gravidez bem-sucedida. Além disso, recomenda-se o acompanhamento de um especialista na área de psicologia. Ele pode apoiá-la com terapias complementares aos tratamentos médicos.

Se você estiver nessa situação, o ideal é que você participe das terapias acompanhada do seu parceiro, porque o apoio dele será essencial ao planejar a concepção.

Risco de engravidar com apenas um ovário

Em mulheres com apenas um ovário, existe o risco de ter uma gravidez ectópica. Neste tipo de gravidez, o embrião é geralmente implantado nas trompas de Falópio. Portanto, ao não ser implantado no útero, o feto não sobrevive. Nesse cenário, a probabilidade de um aborto espontâneo ou através de uma intervenção cirúrgica é alta.

Confira o que acontece em: A gravidez depois dos 35 anos

Conclusão

Não desanime, é possível engravidar com apenas um ovário, desde que você esteja saudável e produza óvulos de qualidade. Mas é essencial que você sempre tenha em mente a opinião do seu médico.

Recomendados para você