5 sintomas da síndrome do ovário policístico

12 de junho de 2018
A síndrome do ovário policístico pode manifestar sintomas bastante incômodos que podem afetar a autoestima da mulher.

Muitas mulheres sofrem com a síndrome do ovário policístico, produto de um desequilíbrio hormonal. O problema mais sério é que cistos podem se formar. Portanto, identificar os sintomas da síndrome do ovário policístico é essencial.

Embora muitos desses cistos nunca cresçam, em algumas mulheres isso acontece. Nos casos em que eles se desenvolvem, podem causar dor e, se um cisto explodir, a situação pode ficar complicada. Porém, não se preocupe, eles têm solução.

Devido a tudo isso, é essencial identificar os sintomas da síndrome do ovário policístico o mais rápido possível, a fim de iniciar um acompanhamento e tratamento adequados. Em geral, os médicos costumam receitar contraceptivos, pois eles impedem a formação de cistos ao não permitir que o ovário libere óvulos.

Sintomas da síndrome do ovário policístico

1. Presença de acne

Um dos sintomas da síndrome do ovário policístico é a presença de acne mesmo após a adolescência. Embora possa ocorrer com maior ou menor intensidade, a verdade é que a acne indica que algo não está indo bem no corpo e, portanto, isso se reflete na epiderme.

A pele oleosa pode ser entendida como uma característica da nossa pele e, devido a essa condição, a acne surge sem podermos evitá-la. Caso você já tenha passado da adolescência, ir ao médico pode confirmar que isso é mais do que apenas acne. Desta forma, evitará maiores problemas.

Mulher com acne no rosto

2. Pelos no rosto e em outras partes do corpo

Um dos sintomas da síndrome do ovário policístico é a presença de pelos em abundância em áreas onde normalmente não deveria aparecer. Por exemplo, no peito, rosto ou pescoço. Mais uma vez, para confirmar as suspeitas, é melhor ir ao médico antes de tomar qualquer ação.

Tendo em vista que o pelo nessas áreas afeta a autoestima, muitas mulheres correm para removê-lo de uma forma ou de outra, sem saber que podem estar agravando o problema. Portanto, a melhor coisa a fazer é observar e, em seguida, dar detalhes ao médico durante uma consulta.

É bom você saber bem em qual área o pelo é mais espesso, a cor, o lugar onde aparece e todos os detalhes relacionados.

3. Ciclos menstruais irregulares

Se você sofre da síndrome do ovário policístico, um dos problemas aos quais você deve prestar atenção é a menstruação irregular. Não estamos falando sobre o atraso ou adiantamento da menstruação em alguns dias. Estamos falando de circunstâncias em que você pode passar um mês sem menstruar, outro mês em que você tem duas semanas de menstruação e assim por diante.

Se os seus ciclos forem irregulares e você não souber o motivo, é preciso ir ao médico o mais rápido possível para fazer uma avaliação física e obter ajuda para lidar com a situação. Com um bom tratamento, você pode regular seu organismo e se sentir melhor.

4. Manchas no rosto

Outro sintoma da síndrome do ovário policístico são as manchas na peleAssim como acontece com a acne, é necessário cuidar de si mesma e manter um controle dermatológico adequado para atenuar as marcas, pouco a pouco, até que você as erradique.

Manchas no rosto

As manchas que muitas vezes aparecem no rosto são como manchas marrons que muitas pessoas considerariam marcas de sol por não usarem protetor solar. No entanto, se você costuma cuidar da pele e não houver razão para suspeitar disso, ir ao médico será uma opção muito boa para descartar que essas manchas estão aparecendo como um sintoma da síndrome do ovário policístico.

5. Problemas com o peso

O último dos sintomas da síndrome do ovário policístico é o ganho de peso. Embora muitas mulheres não passem por isso, é um sintoma comum em uma porcentagem significativa delas. Se você não tem nenhum outro problema, como problema na tireoide, e engorda sem motivo aparente, além de ter mais algum dos sintomas descritos acima, o diagnóstico fica claro. É muito possível que você esteja lidando com um caso de ovários policísticos.

Você já teve que lidar com algum dos problemas acima mencionados? Provavelmente não achou que era nada demais, principalmente se sua menstruação for irregular. Às vezes os sintomas mencionados (que são os mais comuns) podem ser acompanhados por outros, como queda de cabelo, manchas nas axilas e nuca, colesterol ou pressão alta.

Não espere e não fique com dúvidas sobre se esses sinais podem ser (ou não) sintomas da síndrome do ovário policístico. Vá ao médico. Caso contrário, um cisto pode se formar em seu ovário com a intenção de se desenvolver e crescer. Lembre-se de que é sempre bom resolver os problemas a tempo para conseguir uma solução eficaz. 

Recomendados para você