Dor no peito por ansiedade

A dor no peito por ansiedade gera uma série de sintomas que podem fazer o paciente sentir que está morrendo. É importante conhecer as causas que desencadeiam as crises de ansiedade para poder controlá-las.
Dor no peito por ansiedade

Última atualização: 01 Julho, 2021

Quando uma pessoa está sofrendo uma crise de ansiedade, pode sentir diferentes sintomas, como uma sensação sufocamento ou a perda de controle sobre o próprio corpo. Além disso, há pessoas que também sentem dor no peito por ansiedade.

Os pacientes podem senti-la como algo muito agonizante, como uma sensação de morte. A verdade é que a dor no peito por ansiedade pode ser extremamente incômoda. Antes de focarmos nesta dor, é importante saber um pouco mais sobre a causa que a desencadeia: a ansiedade.

O que é a ansiedade?

Mulher em estado de ansiedade
Todas as pessoas, em maior ou menor medida, passam por episódios de ansiedade. Este é um estado que faz parte das respostas adaptativas do corpo.

A ansiedade é, basicamente, um mecanismo de defesa. Trata-se de um sistema de alerta diante de situações que são ameaçadoras. A ansiedade é universal: pode surgir em qualquer pessoa. É um mecanismo normal e adaptativo que melhora o rendimento, a capacidade de antecipação e de resposta.

A função da ansiedade é a de mobilizar o organismo, mantê-lo alerta e disposto para intervir diante dos riscos e ameaças, de forma a evitar ou minimizar as suas consequências.

No entanto, em alguns casos, esse mecanismo funciona de forma alterada, ou seja, cria angústia. Em vez de nos ajudar, nos incapacita. As pessoas que têm este mecanismo alterado apresentam algum destes fatores que as predispõem à ansiedade:

  • Fatores biológicos.
  • Traços de personalidade: como padrões de enfrentamento do estresse.
  • Fatores ambientais.

Por outro lado, cabe mencionar que existem diferentes tipos de ansiedade. Alguns deles são os mencionados a seguir.

Agorafobia

As pessoas que sofrem com este problema temem lugares e situações que podem causar pânico ou que geram sentimentos de estarem presas, indefesas ou envergonhadas. Por isso, evitam esses tipos de espaços.

Transtorno de ansiedade generalizada

É caracterizado por uma sensação de ansiedade e preocupação persistente e excessiva com atividades ou eventos, incluindo assuntos comuns da rotina.

A preocupação é desproporcional em comparação com a situação atual, é difícil de controlar e afeta a forma como a pessoa se sente fisicamente. Com frequência, se desencadeia junto com outros transtornos de ansiedade ou com a depressão.

Transtorno do pânico

Ataque de pânico
As pessoas que sofrem de transtorno do pânico sentem uma ansiedade e um medo repentinos e incontroláveis.

Envolve episódios repetidos de sensações repentinas de ansiedade e medo intensos que alcançam um nível máximo em minutos. Estes episódios são conhecidos como ataques de pânico. Alguns sintomas desses ataques podem ser:

  • Sensação de uma catástrofe iminente.
  • Dificuldade para respirar.
  • Dor no peito por ansiedade.
  • Elevação do ritmo cardíaco ou palpitações.

Estes ataques de pânico podem fazer com que a pessoa se preocupe com a possibilidade de ocorrerem novamente, ou que evite situações em que eles já aconteceram.

Sintomas da dor no peito por ansiedade

Como já vimos, a dor no peito por ansiedade faz referência à sensação de dor gerada pela somatização de um estado ansioso. Não é necessário que uma crise seja desencadeada. A dor no peito por ansiedade pode surgir pela percepção de um estresse contínuo.

As pessoas que sofrem com isso apresentam alguns dos seguintes sintomas:

  • Hiperventilação.
  • Dormência das extremidades.
  • Perda do controle do corpo.
  • Sensação de estar morrendo.

Além disso, ela é caracterizada por ser aguda e de aparição intermitente, em forma de pontadas. No entanto, este tipo de incômodo costuma desaparecer em pouco tempo. Às vezes, desaparece em cerca de 15 minutos.

Outra característica da dor no peito por ansiedade é que ela não se modifica quando nos movemos. A sensação é a mesma, tanto se estivermos nos movendo quanto se estivermos parados.

Como podemos tratar a dor no peito por ansiedade?

Mulher com dor no peito
Para aliviar a dor no peito por ansiedade, é essencial buscar um tratamento eficaz contra os estados de ansiedade que a desencadeiam.

Como a dor no peito por ansiedade é uma consequência, como seu nome indica, de outro problema, o tratamento deve ser centrado na causa desencadeante, a ansiedade.

Costuma ser necessário analisar quais fatores externos e internos são os que provocam ou favorecem os episódios de ansiedade para poder trabalhá-los.

Também costumam ser recomendados exercícios de relaxamento que envolvam, especialmente, a respiração. As técnicas de relaxamento muscular também são úteis. Em casos particulares, o médico pode receitar medicamentos ansiolíticos.

Quando esse tipo de problema se torna grave, recomendamos que o paciente consulte um profissional para obter orientações específicas.

Consulte um profissional se estiver preocupado com a dor no peito por ansiedade

A dor no peito por ansiedade gera uma série de sintomas que podem fazer o paciente sentir que está morrendo.

É importante conhecer as causas que desencadeiam as crises de ansiedade e o estado de estresse contínuo, com o objetivo de evitar esse tipo de complicação. Consulte um profissional para ficar mais seguro e saber mais sobre estes tipos de problemas ansiosos.

Pode interessar a você...
Ansiedade social: 5 estratégias que ajudam a superá-la
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Ansiedade social: 5 estratégias que ajudam a superá-la

A ansiedade social é uma condição muito comum atualmente. Como ela pode ser prevenida e tratada? Falamos sobre o tema neste artigo.