A dieta da proteína é benéfica ou prejudicial?

· 3 de junho de 2018
Antes de decidir adotar uma dieta da proteína, é aconselhável ir a um especialista para ser examinado e saber se ela é apropriada para a sua saúde.

Você já tentou de tudo para perder peso e se deu por vencido? Você já ouviu falar sobre a dieta da proteína e já pensou em segui-la, mas não tem muita certeza? É normal que, depois de vários fracassos, você tenha dúvidas se essa dieta finalmente fará algum efeito.

Pensando em esclarecer todas as suas dúvidas, reunimos alguns dados sobre a dieta da proteína. Para começar, você deve saber que sim, ela é muito benéfica. Continue lendo e descubra o motivo.

A dieta da proteína não tem efeitos negativos para a sua saúde

Fontes de proteína

Um estudo realizado na Nova Southeastern University (Estados Unidos) mostrou que dietas ricas em proteínas não causam danos à saúde.

  • Ao longo de um ano, os pesquisadores avaliaram 14 homens saudáveis ​​com uma condição física ideal. Eles receberam uma dieta de 3 gramas de proteína por quilo de peso por dia.
  • O que foi demonstrado é que os órgãos internos permaneceram saudáveis, a gordura do sangue permaneceu em níveis normais e não houve ganho de peso causado pelo acúmulo de gordura.

A Sociedade de Endocrinologia do Reino Unido indica que a proteína envia sinais aos hormônios responsáveis ​​pelo apetite e pela sensação de saciedade. Quando isso acontece, o corpo exige menos comida e, portanto, reduz o peso acumulado.

A dieta da proteína não terá efeito sobre os resultados de seu treino esportivo de resistência

Se você é uma daquelas pessoas que adiciona proteína à sua dieta porque acredita que desta forma irá conseguir melhorar os efeitos dos exercícios de resistência, lamentamos dizer que você está errado.

Esta foi a conclusão de um estudo que avaliou um grupo que consumiu 5,5 vezes a quantidade de proteína recomendada por dia e outro grupo que consumiu a quantidade normal. Ambos os grupos tiveram o mesmo ciclo esportivo e, no final, não houve mudanças significativas.

Claro que você precisa consumir proteína se você se exercitar. Na verdade, você sempre deve consumir proteína. Mas não baseie os valores, a periodicidade e a frequência nesses fatores, porque isso não fará muita diferença.

A recomendação é que você busque orientação com um especialista em esportes que criará uma rotina personalizada com base em seus objetivos. Desta forma, ele indicará o número de repetições e mudanças de acordo com o seu progresso.

A dieta da proteína não melhora sua sensibilidade à insulina

Diabetes

Se você é diabético ou pré-diabético, certamente já ouviu falar que consumir muita proteína controlará seus níveis de glicose. No entanto, existem estudos que afirmam que esta é uma afirmação equivocada.

Lembre-se de que a proteína irá ajudá-lo a se sentir saciado com menos comida, mas o que realmente definirá seus níveis de glicose é a quantidade de carboidratos que você consome.

O ideal é que você aprenda a ter um equilíbrio entre as proteínas que o satisfazem e os carboidratos complexos que evitam os picos de glicose.

Evite excessos: a chave da dieta da proteína

Embora tenhamos descoberto que essas dietas da proteína são úteis, é importante lembrar que os excessos não são. No caso de você exagerar a quantidade de proteína que consome, enfrentará alguns problemas. Estes são:

Mau hálito

O excesso de proteína causará cetose no seu corpo. Isto é relativamente bom, porque você vai queimar muita gordura, mas também haverá elementos químicos que lhe causarão mau hálito. O cheiro é semelhante ao da acetona para remover o esmalte das unhas.

Caso tenha esse problema, você vai perceber que nem mesmo escovar os dentes removerá o cheiro. Idealmente, neste caso, você deve reduzir a quantidade de proteína. Em alguns dias você notará uma melhora.

Você ficará em estado defensivo ou agressivo

Mulher agressiva

O excesso de proteína reduz o efeito do açúcar no cérebro. Isso se traduz em alterações na serotonina, o hormônio que regula o humor. Portanto, não é incomum que, quando você aumenta em excesso a quantidade de proteína que consome, experimente mudanças de humor muito radicais.

Embora tenhamos uma imagem ruim do açúcar, ele tem um papel relevante na saúde emocional e cerebral. Lembre-se de que você não deve eliminar completamente o açúcar, mas sim consumir aquele que é natural.

Como você pode ver, seguir a dieta da proteína pode ser positivo para a sua vida. Agora, você só precisa criar suas refeições com a ajuda de um nutricionista e aproveitar os benefícios.

Lembre-se de prestar atenção aos sinais do seu corpo para detectar quando você estiver sobrecarregado e, assim, corrigir o problema.