Dicas para ter um quarto saudável

· 24 de novembro de 2015
Devemos ter a consciência de que o quarto é um lugar para descansar e, por isso, deve-se evitar todo o tipo de aparelhos eletrônicos cujas ondas possam perturbar a qualidade do sono.

O quarto é a parte da casa onde devemos conseguir recuperar as energias que o corpo perdeu durante o dia e, se temos um parceiro, devemos prestar atenção em vários detalhes.

Além disso, tendemos a ficar nesse espaço uma média de 8 horas diárias. Por isso é conveniente levar vários aspectos em consideração. Neste artigo, damos algumas dicas para ter um quarto saudável e equilibrado.

Um espaço limpo e ventilado

A limpeza da casa é fundamental e deveria ser sempre realizada com produtos naturais. Hoje em dia, podemos limpar uma sala com limão, bicarbonato de sódio e vinagre.

Contudo, o quarto necessita de uma higiene mais exaustiva se quisermos ter um sono tranquilo e reparador.

Para que a limpeza seja completa, devemos levar em conta que em ambientes mais úmidos e quentes, como é o caso de lençóis, edredons, cortinas, bichos de pelúcia, colchões, travesseiros ou tapetes, é onde mais os ácaros se reproduzem.

Para evitá-los, recomendamos ventilar a casa todos os dias, deixando que o sol bata diretamente sobre os lugares onde possa haver ácaros.

 Se não houver janelas ou se houver uma má ventilação, podemos recorrer a um ventilador de teto.

Não se esqueça de ler: Como evitar problemas com os ácaros

Sem contaminação eletromagnética

ter um quarto

É um grande erro para a nossa saúde encher o quarto de aparelhos como computador, televisor ou telefone, já que emitem ondas eletromagnéticas que afetam o nosso sistema nervoso e impedem um bom descanso, além de influenciar no desenvolvimento de doenças crônicas.

Recomendamos que esses aparelhos sejam evitados no quarto. Dessa forma, devem ser colocados na sala ou em outras partes da casa.

Se forem imprescindíveis, devem ser desconectados durante as horas do sono, bem como qualquer conexão sem fios que exista em casa. Por outro lado, também deve-se evitar deitar perto das tomadas elétricas.

Coisas em excesso?

ter um quarto

O lugar para descansar não deveria estar repleto de coisas.  Geralmente, o que mais abunda são móveis, quadros, fotografias, livros, bonecos, elementos de trabalho, etc.

O mais aconselhável é ser o mais minimalista possível, já que todos esses objetos influenciam nas alterações de nossa mente, antes e durante o sono.

Devemos tentar não manter muitas coisas à vista e, em vez disso, tente guardá-las em caixas, nos armários ou debaixo da cama.

Podemos ter algum elemento relaxante à vista, como um quadro ou uma vela. Também podemos optar por uma planta, contanto que seja adequada para o interior de uma casa.

Uma das mais adequadas é a Jiboia (ou Hera do Diabo), não só porque requer poucos cuidados, mas também porque se encarrega da renovação do ar de maneira natural.

Um lugar para o casal

ter um quarto

Quando um casal compartilha o quarto, deve-se levar em conta que este também será um lugar onde se estimula o romantismo. Por isso, devem-se evitar elementos e cores muito fortes que possam dificultar a comunicação.

Para a cor das paredes, recomendamos branco, amarelo, verde-claro ou  violeta. Os móveis e complementos podem conter detalhes vermelhos ou rosa, duas cores passionais das quais não devemos abusar para não reforçar discussões.

Quer saber mais? Leia: Como criar um ambiente harmonioso em sua casa?

 O cheiro do quarto

Como queremos que o nosso quarto cheire? Depois de ventilá-lo bem todos os dias, nas horas da tarde podemos aromatizar o quarto de maneira natural.

Se recorrermos a aromas de origem natural, também nos beneficiaremos de suas propriedades, que podem ajudar a equilibrar as emoções.

  • Para aumentar a libido: ilangue-ilangue e baunilha.
  • Para reforçar o romantismo: rosa.
  • Para limpar um ambiente de emoções negativas: alecrim.
  • Para refrescar: menta.
  • Para aquecer: gengibre.
  • Para promover a alegria: aromas cítricos, especialmente a laranja.

Os perfumes para o lar podem ser criados através do uso de velas, incensos ou óleos essenciais. Neste último caso, devemos nos assegurar de que sejam 100% naturais e, se possível, ecológicos, para garantir efeitos benéficos.

Muitas lojas comercializam essências, mas são artificiais e só dão cheiro às divisões da casa.

  • Strøm-Tejsen, P., Zukowska, D., Wargocki, P., & Wyon, D. P. (2016). The effects of bedroom air quality on sleep and next-day performance. Indoor Air. https://doi.org/10.1111/ina.12254