Dicas para lidar com a notícia de um câncer

· 2 de abril de 2018
Para qualquer pessoa, receber esta notícia pode ser algo devastador. Neste artigo, tentaremos falar sobre como lidar com esta situação.

O câncer é a doença mais temida da atualidade. Trata-se de um mal que não faz discriminação de sexo ou idade. A cada ano, milhares de pessoas ao redor do mundo morrem por causa da doença.

Receber a notícia do câncer causa grande impacto psicoemocional na pessoa. Sem dúvida alguma, existe um antes e um depois ao recebermos esse diagnóstico.

A necessidade de informação

Amigas contra o câncer de mama

O impacto emocional pode se somar à falta de informação. Receber a notícia do câncer representa uma mudança de 180º na vida de qualquer um. Mas o efeito é ainda pior quando se desconhecem os aspectos clínicos da doença. O câncer pode estar mais ou menos desenvolvido, ser curado, ou não.

O primeiro momento, quando se recebe a notícia, é o mais difícil. Depois começarão a ser feitos estudos e diagnósticos. Os mesmos mostrarão qual a situação da doença no paciente. Pode acontecer do diagnóstico preciso levar alguns dias, e até semanas. Em todo este tempo, o grau de estresse e ansiedade podem ser imensos.

Muitas pessoas ficam em estado de choque ao receber a notícia do câncer. Os pensamentos negativos são os primeiros a aparecer. O medo da morte pode tomar conta. Os especialistas no assunto garantem que se trata de um momento de extrema confusão e complexidade.

Trata-se de um processo. Os psicólogos dizem que é normal que a pessoa apresente raiva e medo ao receber a notícia do câncer. No entanto, também afirmam que é necessário saber como manter o controle emocional. Pode parecer difícil, mas existem maneiras de fazer isso.

Recomendamos ler: efeitos colaterais do câncer de ovário

Como enfrentar a notícia do câncer?

É preciso levar em conta que a atitude não cura a doença. São os tratamentos médicos que podem conseguir curá-la totalmente ou atenuar seus efeitos. A negatividade ou otimismo podem influenciar a qualidade de vida do paciente. Mas não determinam o prognóstico da doença.

O câncer deve ser tratado exclusivamente por especialistas.

Efeitos na família
Apoio à paciente com câncer

Além do paciente, a família também sofre. Os familiares observam a dor do ser amado e sentem uma dor semelhante. Isso pode vir a se tornar uma verdadeira tortura. Nestes casos, a comunicação é fundamental. É de vital importância que a pessoa conte com o apoio e sustento de seus entes queridos.

Além disso, existem profissionais especialistas em aconselhamento para quem sofre com a doença. O paciente ou seus familiares podem conversar com eles. Trata-se de um conjunto de especialistas que estão prontos para ajudar a lidar com a situação.

Os psico-oncologistas são os profissionais mais capacitados para este tipo de casos. Às vezes, são prescritos medicamentos contra a ansiedade e a depressão.

Manter o controle e o cuidado

A notícia pode ser devastadora, mas é fundamental manter o controle da situação. A pessoa deve se situar acima da doença, e não vice-versa. Afinal, o câncer é apenas uma doença a mais. Vários especialistas deixam isso bem claro. É importante que a pessoa não se desespere. Se isso acontecer, pode perder de vista seus objetivos essenciais.

Ao receber a notícia do câncer, o paciente deve se cuidar ainda mais do que o habitual. Uma alimentação saudável, uma rotina de exercícios de baixo impacto e um bom descanso favorecem muito o paciente. Além disso, é imprescindível cuidar da saúde emocional para buscar o máximo bem-estar possível.

Como agir com um paciente de câncer

Menina com câncer

O ambiente em que vive o paciente também é fundamental. O paciente de câncer é uma pessoa como qualquer outra. A pessoa vai precisar se distrair, e não lembrar, a cada momento, que sofre com a doença. Existem outros temas sobre os quais se pode conversar. Além disso, a última coisa que um paciente de câncer (ou de qualquer doença) precisa é de pena.

Hoje em dia existem diversas associações para pacientes com câncer. Trata-se de pessoas que, juntas, lutam contra a doença. Esses grupos oferecem grande apoio a todas as pessoas com câncer.

Trata-se de um momento difícil, mas não insuperável. O câncer é uma batalha. Para enfrentá-la, é necessário contar com todas as armas possíveis. O bom estado emocional e psicológico da pessoa serão as melhores ferramentas do paciente. O apoio é crucial para essas pessoas.