Como detectar a tempo um câncer de cólon

As pessoas que sofrem com a prisão de ventre são as mais propensas a desenvolver esse tipo de câncer. É fundamental prestar atenção aos sinais prévios para atuar a tempo e evitar que ocorra metástase para outros órgãos.
Como detectar a tempo um câncer de cólon

Última atualização: 22 Janeiro, 2019

Durante os últimos anos, especialista descobriram muitos casos de câncer de cólon, no entanto, na maioria dos casos, o câncer é detectado quando já se produziu uma metástase em diferentes órgãos, mais comumente no fígado e no pulmão.

Segundo as estatísticas, existe um crescimento bastante preocupante no que se refere a este tipo de câncer, já que ocupa o segundo lugar no mundo, depois do câncer de mama nas mulheres e de pulmão no caso dos homens.

Ainda cabe destacar que o câncer de cólon é muito mais frequente entre os homens.

É bastante preocupante saber de pessoas que aparentemente se sentem muito saudáveis, mas de repente e mediante algum check-up habitual, descobrem que estão sofrendo com um terrível câncer de cólon, o qual já está muito avançado, e repentinamente se veem enfrentando uma luta para a qual não estavam preparadas.

Essa é uma das razões pelas quais sempre se fazem tantas recomendações sobre a prevenção e, ao mesmo tempo, sobre a importância de ter cuidado com os sinais de alerta que o corpo envia se existe algum problema ou sintoma que se manifesta quando algo não está bem.

Devemos prestar a atenção pertinente a estes tipos de sinais e não descuidar de nenhuma deles.

Sinais de alerta do câncer de cólon

É realmente lamentável que o câncer de cólon não apresente sintomas específicos, pelo contrário, parece mostrar apenas alguns sintomas que podem ser confundidos com outros problemas muito mais benignos e normais, como pode ser a presença de algumas manchas de sangue nas fezes.

A maioria das pessoas atribui essas situação às hemorroidas e se despreocupam com o sangue que aparece de vez em quando nas fezes, mas isto não deve ser assim.

Pelo contrário, é o momento oportuno para ir ao médico e realizar alguns exames mais profundos, como a colonoscopia, na qual será visto se realmente trata-se de hemorroidas ou de algo muito mais sério.

Outro sintoma muito importante é a mudança na defecação, algumas vezes a prisão de ventre pode aparecer e no momento seguinte a diarreia aparece.

Além disso, é preciso estar atento às mudanças que podem acontecer no aspecto das fezes como, por exemplo, se elas ficam mais finas que o habitual, e ter a sensação de não ter “se aliviado” por completo ao ir ao banheiro.

Cancer-de-colon

 

Conclusão

É importante também considerar os antecedentes familiares que possam existir, seja a presença de pólipos, câncer de cólon ou familiares com doenças de colite ulcerosa. O fato é que as pessoas com prisão de ventre são as mais propensas a sofrer este tipo de câncer.

Os exames iniciais que devem ser feitos para diagnosticar esta doença é um teste de sangue nas fezes (SOH), no caso de resultar positivo, deve-se fazer uma colonoscopia.

De todo jeito, a presença de sangue nas fezes nem sempre significa um câncer de cólon; pode ser devido a um pólipo ou uma hemorroida inflamada, mas, como dissemos anteriormente, é melhor prevenir do que remediar.

Pode interessar a você...
O que a OMS diz a respeito da carne em relação ao câncer?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
O que a OMS diz a respeito da carne em relação ao câncer?

Você sabia que entre 75% e 80% dos problemas cancerígenos são derivados por fatores externos que alteram nosso organismo?