Melhor Com Saúde
 

Descubra os ótimos benefícios que uma caminhada diária traz à sua vida

Com apenas uma caminhada de 30 minutos por dia, conseguiremos mudanças notáveis em nosso corpo, tanto física quanto psicologicamente. Idealmente, é preciso torná-la um costume diário.

Descubra os ótimos benefícios que uma caminhada diária traz à sua vida

Última atualização: 10 Dezembro, 2020

Um estilo de vida sedentário envolve a propensão a desenvolver muitas doenças, como diabetes, problemas cardiovasculares, etc. Portanto, é fundamental realizar pelo menos uma caminhada diária.

Basta se mover um pouco mais para que seu corpo funcione um pouco melhor. Além disso, você se sentirá melhor e perceberá a diferença em comparação a ficar sentado ou inativo o dia todo.

No entanto, é importante ter em mente que, para aproveitar os benefícios de um pouco de exercício, você deve ser constante. Com um pouco de esforço, você não terá problemas para criar hábitos mais saudáveis.

Benefícios que uma caminha diária traz à sua vida

Uma das melhores formas de começar a criar hábitos saudáveis ​​é começar a caminhar durante 20 ou 30 minutos por dia.

Além disso, lembre-se de que você sempre deve aquecer o corpo adequadamente para iniciar o exercício, principalmente se estiver inativo por algum tempo. Dessa forma, você poderá evitar possíveis lesões. Claro, não se esqueça de beber a quantidade certa de água.

Quando você toma a decisão de começar a se exercitar, não deve deixar de prestar atenção ao seu corpo. Se você se sentir cansado demais, não exceda seus limites.

Você pode tentar avançar usando períodos de descanso para tornar o exercício mais tolerável. Lembre-se de que o exercício deve ser progressivo.

Se você acha que é capaz de se esforçar mais, o mais indicado é consultar um especialista na área. É importante que cada pessoa conheça suas possibilidades, de acordo com sua idade, peso e condições particulares.

Dessa maneira, você será capaz de se exercitar sem correr o risco de sofrer qualquer lesão desnecessária. No caso de possuir algum tipo de condição médica, é essencial que, antes de iniciar o exercício, você consulte um especialista. Ele indicará que tipo de atividade é mais apropriada para você.

Leia: Quanto tempo de exercício é recomendado fazer diariamente

Mudanças que você vai notar se incorporar o hábito de uma caminhada diária

As mudanças físicas e emocionais decorrentes da superação do sedentarismo graças à caminhada diária podem ser:

  • Seu sistema digestivo também será beneficiado, pois algumas pesquisas mostram que caminhar depois de comer promove a digestão, facilitando a passagem dos alimentos do estômago para o intestino delgado.
  • Caminhar diariamente também ajuda a se livrar um pouco do estresse. Você não terá problemas para dormir, de acordo com alguns estudos, já que, gastando mais energia, você será capaz de adormecer melhor.

Descubra: O quanto você deve caminhar todos os dias para perder peso?

Comece hoje mesmo!

Para obter todos esses benefícios, você só terá que usar roupas apropriadas e se lembrar de que, quando terminar, você deve alongar seu corpo novamente. Dessa forma, você poderá evitar futuras lesões.

Fazer uma caminhada diária é, além de comer bem e beber bastante água, uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu corpo, permanecendo saudável por mais tempo.

Mover-se faz parte da natureza do seu corpo. Submetê-lo a longos períodos de inatividade é condená-lo ao envelhecimento precoce e deterioração.

É possível que, a princípio, a tarefa seja um pouco entediante, mas você não deve subestimar os benefícios que essa atividade terá no seu corpo a longo prazo.

7 benefícios de caminhar todos os dias

7 benefícios de caminhar todos os dias

Considerando que muitos ainda estão inativos, neste artigo compartilharemos 7 coisas boas que podem ser conseguidas ao caminhar todos os dias.



  • Barton, J., Hine, R., & Pretty, J. (2009). The health benefits of walking in greenspaces of high natural and heritage value. Journal of Integrative Environmental Sciences, 6(4), 261–278. Available at: https://doi.org/10.1080/19438150903378425. Accessed 12/05/2020.
  • Franke, A., Harder, H., Orth, A. K., Zitzmann, S., & Singer, M. V. (2008). Postprandial walking but not consumption of alcoholic digestifs or espresso accelerates gastric emptying in healthy volunteers. Journal of Gastrointestinal and Liver Diseases17(1), 27. Available at: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18392240. Accessed 12/05/2020.
  • Murtagh, E. M., Murphy, M. H., & Boone-Heinonen, J. (2010). Walking: the first steps in cardiovascular disease prevention. Current Opinion in Cardiology, 22(5), 490–496. Available at: https://doi.org/10.1097/hco.0b013e32833ce972. Accessed 12/05/2020.
  • Richardson, C. R., Newton, T. L., Abraham, J. J., Sen, A., Jimbo, M., & Swartz, A. M. (2008). A Meta-Analysis of Pedometer-Based Walking Interventions and Weight Loss. The Annals of Family Medicine, 6(1), 69–77. Available at: https://doi.org/10.1370/afm.761. Accessed 12/05/2020.
  • Sullivan Bisson, A. N., Robinson, S. A., & Lachman, M. E. (2019). Walk to a better night of sleep: testing the relationship between physical activity and sleep. Sleep Health, 5(5), 487–494. Available at: https://doi.org/10.1016/j.sleh.2019.06.003. Accessed 12/05/2020.
  • Williams, P. T., & Thompson, P. D. (2013). Walking Versus Running for Hypertension, Cholesterol, and Diabetes Mellitus Risk Reduction. Arteriosclerosis, Thrombosis, and Vascular Biology, 33(5), 1085–1091. Available at: https://doi.org/10.1161/atvbaha.112.300878. Accessed 12/05/2020.