Cortinas decorativas: conheça a última tendência!

· 8 de abril de 2019
A seguir, vamos apresentar a última tendência em cortinas decorativas e por que você deveria usá-las para decorar a sua casa. Não perca!

Há alguns anos, a tendência das cortinas decorativas tem se apresentado de maneira bem direta: simples, mas com bom gosto. Não há estampas barrocas ou tecidos de caimento pesado. Porém, elas também não estão completamente transparentes como nos anos anteriores, pois assim deixam a luz passar com facilidade.

A tendência de colocar várias camadas está completamente por fora. Muito pelo contrário, o mais recomendado é colocar uma única peça de tecido, com uma estampa adequada. Você deve procurar uma cortina que tenha corpo suficiente, mas que seja leve o bastante para que o caimento seja mais ou menos linear. Isso se deve ao auge da tendência do minimalismo na decoração, cuja proposta requer sempre linhas simples e “puras”.

Características do varão de cortina

Atualmente, há diversas propostas de estampas e materiais diferentes: madeira, plástico, metal, etc. O que quer dizer que há muitas opções de varão de cortinas para escolher. O mesmo vale para os prendedores de cortina: você pode deixá-los à vista e aproveitá-los para embelezar ainda mais a área da janela; eles são feitos de cordão, pedrarias, pelúcia, tecido, madeira, metal e, inclusive, há quem use cintos de calças.

Não deixe de ler: Como fazer uma cortina infantil com restos de tecido?

Cortinas decorativas brancas

Evite o franzido na parte superior, típico do estilo palaciano. Esse tipo de detalhe é antiquado e evita que a cortina tenha movimento. Por outro lado, é importante ressaltar que é bom evitar o uso de trilhos e também instalar cortinas no teto ou imediatamente depois dele, pois é importante sempre deixar uma margem de alguns centímetros (mínimo de cinco). E, acima de tudo, os tecidos mais usados são: linho, algodão e tecidos finos.

Cabe destacar que a tendência cromática das cortinas abrange os tons claros. Cortinas monocromáticas estão em alta, com detalhes em renda ou algum outro tipo de tecido, pinturas à mão (sobretudo em tons metálicos) e estampas discretas do mesmo tom da cortina. Como você deve ter notado, os detalhes são sempre sutis e as extravagâncias ficam de fora.

As cores das cortinas decorativas

  • Branca (com ou sem detalhes em renda).
  • Bege (e tonalidades mais claras).
  • Algumas cores pastel, como lilás, rosa e salmão.
  • Dourado para detalhes e acabamentos.

O local determinará a escolha da estampa

O local onde você vai colocar as cortinas determinará consideravelmente a escolha de uma determinada estampa. Por exemplo, em salas e áreas comuns é recomendado manter a máxima simplicidade para proporcionar um ar de elegância ao ambiente. Os dormitórios, no entanto, podem ter cortinas de estampas florais, com cores mais chamativas.

A ideia é que as janelas não se tornem o centro das atenções nos ambientes, mas que se mesclem com o restante dos elementos da decoração, para que a sensação de harmonia e unidade seja maior.

Um dos tipos de cortinas decorativas que melhor se encaixa nos quartos são aquelas que vêm em três tiras de uma cor cada; por exemplo: branco, cinza, amarelo ocre ou mostarda. Por usar três cores, é possível escolher uma barra e alguns fixadores com alguma estampa mais elaborada (uma folha, uma flor, um macaco) em madeira, metal e até mesmo plástico.

Confira também: Como decorar o quarto de hóspedes?

As cortinas cor de rosa sempre combinam

Detalhes das cortinas decorativas para levar em conta

As cortinas com apenas um tom claro (bege, marfim, branco e afins) podem ter tanto acessórios metálicos como em madeira. Não é recomendável usar acessórios de plásticos, a menos que sejam bem-feitos. Para obter um resultado verdadeiramente elegante, é preciso se preocupar com esses pequenos detalhes.

Uma cortina transparente nos tons pastel mencionados acima é perfeita para qualquer ambiente. Elas devem ser acompanhadas, preferencialmente, de elementos em madeira ou ferro, já que materiais brilhantes ressaltam o protagonismo da cor. Por outro lado, cortinas monocromáticas e que têm, por exemplo, um padrão de figuras geométricas, ficam ótimas tanto em áreas comuns quanto em dormitórios.

O importante é que as cortinas não diminuam a luminosidade dos ambientes. Você deve aproveitar a luz natural ao máximo para que o ambiente seja o mais elegante possível e, acima de tudo, agradável. Portanto, agora que você conhece os truques para instalar uma cortina decorativa de acordo com as tendências, o que falta agora é se atentar aos detalhes e fazer a sua escolha.

  • Wikipedia, la enciclopedia libre. (Consulta 2018). DISEÑO INTERIOR. Online [https://es.wikipedia.org/wiki/Dise%C3%B1o_interior].
  • Mendoza, E. (2017). Diseño de Interiores. Manual de Diseño de Interiores.
  • Ruiz, L., & García Sanz, M. P. (2010). Calidad del Ambiente Interior. Instituto Nacional de Seguridad e Higiene En El Trabajo.
  • Pérez Jaimes, A. E. (2004). Diseño interior: solución integral a los espacios. (Spanish). INTERIOR DESIGN: INTEGRAL SOLUTION FOR SPACES. (English).