Conheça os sintomas de uma parada cardíaca

Descubra os sintomas de uma parada cardíaca para saber como evitá-la. Lembre-se, sua saúde sempre vem em primeiro lugar.
Conheça os sintomas de uma parada cardíaca

Última atualização: 10 Janeiro, 2021

A saúde nunca é  insignificante. Portanto, é importante saber quais são os sintomas de uma parada cardíaca, para que você saiba como agir se eles ocorrerem. 

Além disso, se você aprender a detectá-los poderá ajudar seu médico a coletar informações valiosas sobre o que está acontecendo e definir a que prestar atenção.

O que é uma parada cardíaca?

Em primeiro lugar, e antes de ver quais são os sintomas anteriores de uma parada cardíaca, devemos nos lembrar do que se trata esse termo. Uma parada cardíaca é aquele desconforto que ocorre quando o coração para de bater subitamente.

Quando essa situação ocorre, o sangue para de chegar ao cérebro e, consequentemente, o corpo para. No entanto, é necessário lembrar que não é exatamente a mesma coisa que um ataque cardíaco ou derrame. Nesse caso, o coração costuma bater, embora com menor fluxo sanguíneo devido a uma artéria obstruída.

Os sintomas da parada cardíaca

1. Problemas para respirar

Cientificamente, é conhecido como dispneia e é um sintoma que tem maior incidência em pessoas do sexo feminino. Não precisa ser algo imediato, mas pode aparecer meses antes de sofrermos um ataque cardíaco.

Se você tiver uma sensação de fadiga e problemas para respirar, tenha muito cuidado, pois pode ser um sintoma de parada cardíaca. De fato, se você perceber que está exausto sem uma causa aparente, consulte seu médico assim que possível.

2. Suor excessivo

Excesso de suor é outro sintoma de uma possível parada cardíaca. Se você perceber que mesmo que não esteja fazendo exercício, sua facilmente, pode ser um sinal de que o coração tem algum tipo de problema.

Se nossas artérias estiverem bloqueadas, o bombeamento ocorre com maior dificuldade e requer que o coração faça um esforço maior. Isso se traduz no aparecimento de suor. Essa é uma consequência da resposta do corpo, que tenta manter a temperatura corporal.

3. Indigestão e vômito

Embora possa parecer que não há relação aparente entre a parada cardíaca e os problemas digestivos, a verdade é que existe. A questão é que muitas vezes as paradas cardíacas são precedidas por problemas digestivos, que incluem náuseas e vômitos.

É pouco provável que os vômito ou as náuseas sejam um sintoma de algum problema coronário. Entretanto, se você geralmente tem um estômago de ferro e não ingeriu nada de anormal, tenha muito cuidado porque pode estar enfrentando um problema mais sério.

4. Dor no peito

Esse é um dos sintomas de parada cardíaca mais fáceis de reconhecer e mais frequentes. No entanto devemos ter em mente que uma parada nem sempre será acompanhada por dor no peito.

Conforme indicado pela Sociedade Espanhola de Medicina de Urgência e Emergência neste artigo, quando os pacientes sentem dores no peito, devem ser transferidos para um centro hospitalar onde poderão ser devidamente avaliados e atendidos com tratamento específico.

Em todo caso, a dor no peito (angina de peito) costuma ser um sintoma fácil de reconhecer. Para identificá-lo, é um tipo de dor que se parece com uma pressão intensa no peito e que pode chegar aos braços e ombros.

Entretanto, sentir dor no peito não significa apenas parada cardíaca, ou seja, esse sintoma pode estar associado a outras patologias, por isso a ausculta médica é imprescindível.

5. Dor nas costas e na mandíbula

Também podemos notar uma dor nas costas e na mandíbula como consequência de uma dor torácica. Esses sintomas tendem a aparecer mais entre mulheres do que em homens;. Assim, se você perceber que de repente sente esses desconfortos, vá ao médico.

Dor nas costas e mandíbula, sintomas de uma parada cardíaca

6. Atordoamento

O atordoamento também pode ser um dos sintomas da parada cardíaca. O normal é que venha acompanhado de tonturas que podem ir aumentando.

A pessoa perde o equilíbrio e se sente muito confusa nesses casos. Por isso, é importante manter a calma e não fazer movimentos bruscos.

Recomendações diante dos sintomas de uma parada cardíaca

Se você notar algum desses sintomas e souber que eles não estão associados a algo evidente, como um quadro de estresse diagnosticado, vá ao seu médico para que ele possa determinar as causas desses sintomas.

A prevenção é fundamental para detectar uma possível doença cardíaca. Entre os hábitos saudáveis ​​indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenir acidentes cardiovasculares e cerebrovasculares estão: seguir uma alimentação saudável, não fumar, praticar exercícios físicos e evitar o sedentarismo.

Se você reconhecer os sintomas e os detectar previamente, pode evitar algo tão sério quanto uma parada cardíaca, uma das principais causas de morte no mundo. Preste atenção a esses sinais que o seu corpo envia e mantenha-se saudável.



  • Grupo de Trabajo SEMES-Insalud. Dolor torácico agudo no traumático. Emergencias 2000;13:66-71
  • Mª Lourdes Vicent Alamino. Sobrevivir a un paro cardiaco: una cuestión de años. Sociedad Española de Cardiología. 18 mayo 2015 | Cardiología Hoy.
  • Mayo Clinic Staff. (2017). Heart attack.
    mayoclinic.org/diseases-conditions/heart-attack/basics/complications/con-20019520
  • MedlinePlus. Paro Cardíaco. NIH: Instituto Nacional del Corazón, los Pulmones y la Sangre.
  • Organizacion Mundial de la Salud. (2005). Evite los infartos de miocardio y los accidentes cerebrovasculares No sea una víctima. OMS.
  • Ornato, J. P., & Hand, M. M. (2001). Warning signs of a heart attack. Circulation104(11), 1212–1213.
    heart.org/HEARTORG/Conditions/HeartAttack/TreatmentofaHeartAttack/Treatment-of-a-Heart-Attack_UCM_002042_Article.jsp#.V9yEh5grKUk