Confie no processo da vida, você está onde deve estar

· 16 de junho de 2017
Não há por que nos conformarmos com o que o processo da vida tem preparado para nós. Por que não sermos sujeitos ativos e responsáveis pelo nosso futuro?

Confie, confie no processo da vida porque, ainda que você não acredite, está justamente onde deve estar, no instante perfeito, no mais benéfico e propício para decidir por si mesmo, para ser quem você realmente deseja.

As pessoas costumam ter um mau hábito que é difícil corrigir: somos nostálgicos obcecados pelo “devo fazer”, “tenho que”, “os outros esperam que eu…”

Pouco a pouco, dividimos nossa mente em duas áreas: uma centrada no passado e outra obcecada pelo futuro.

Tudo isso pode fazer com que, cedo ou tarde, desenvolvamos um processo depressivo ou que nos centremos tanto no “devo e tenho” que pode resultar num estado de ansiedade.

Vamos aprender a tirar o poder do passado e do futuro. Aprendamos a viver o presente de forma plena, confiando no próprio processo da vida, no que está acontecendo agora.

Explicaremos como começar a fazer isso.

A melhor idade é a que você tem agora

Para aceitar o momento presente, é preciso ser receptivo e ser capaz de apreciar quem somos, o que já conseguimos e, por sua vez, tudo o que nos falta alcançar.

  • Mas nada disso será possível se primeiro não formos capazes de praticar a auto-aceitação e a exaltação de nós mesmos, onde se inscreve o amor-próprio.
  • Um dos inimigos mais vorazes da própria aceitação é o fato de não nos sentirmos bem com nossa idade.
  • Há quem leve o mal-estar do passar do tempo a situações pouco integradoras e até problemáticas.
  • Não falamos apenas da necessidade de consultar o cirurgião plástico, mas de todo o medo desmedido das rugas, das mudanças do próprio corpo…
  • Todos temos pleno direito de nos cuidarmos, de fazer todo o possível por nos vermos bem fisicamente, mas o que é necessário fazer, em primeiro lugar, é nos vermos bem por dentro.

A melhor idade será sempre a que temos neste exato momento: aceitando o vivido e sabendo que as melhores oportunidades continuam acontecendo a cada instante.

Leia também: “A pior tormenta é aquela que se forma em nossa mente

Aprender a fluir é o processo da vida

O que importa é quem temos na vida

O modelo de “fluxo” definido pelo psicólogo Mihály Csíkszentmihályi em 1975 nem sempre é compreendido da maneira correta.

Não se trata apenas de nos deixar levar, de ver a vida como uma entidade dinâmica que nunca se detém e da qual fazemos parte. É algo mais profundo e, ao mesmo tempo, interessante.

  • É ter objetivos vitais claros.
  • Sermos capazes de nos envolver numa atividade ou numa responsabilidade e desfrutar dela, estarmos felizes com essa responsabilidade.
  • Por sua vez, implica sermos capazes de aprender com os erros para nos tornarmos especialistas autênticos.
  • Nossa rotina diária não deve ser monótona.

A rotina é perigosa, por isso, é necessário dispor de pequenos desafios e novidades cotidianas para que o processo do fluxo seja sempre enriquecedor.

O passado já é passado, o que importa é a pessoa que você é agora

O passado não nos define. O que nos define é a interpretação que fazemos dele.

Deixemos um exemplo. Se faz três anos que um parceiro nos deixou e há um ano fomos novamente traídos, a última coisa que devemos fazer é acreditar que “não merecemos ser amados”.

A pessoa madura, corajosa e que sabe interpretar de maneira adequada seu passado dirá a si mesma “devo escolher melhor a pessoa que será meu parceiro”.

Por isso, é vital que o passado sirva como trampolim, como uma maneira de aprender a sermos melhores. O ontem não é um sofá no qual sentamos e nos lamentamos por tudo o que foi vivido e tudo o que aconteceu.

Leia também: O amor que se mendiga não é amor

Confie na magia da vida

Aprenda a confiar

A psicologia positiva tomou impulso em 1990, graças ao trabalho do psicólogo Martin Seligman. Ele acreditou que era o momento de centrar o estudo do comportamento humano no bem-estar e em como oferecer ferramentas para ajudar as pessoas a serem felizes.

Por um lado, era necessário compreender e delimitar os fatos traumáticos, as depressões ou a tristeza.

Era um bom momento para as pessoas aprenderem uma série de passos com os quais favorecer seu crescimento pessoal.

Uma dessas estratégias é, sem dúvida, aprender a confiar em nós mesmos e saber que coisas boas podem surgir a qualquer momento.

  • Não se trata de “esperar”, de sermos sujeitos passivos que se limitam apenas a deixar os dias e o tempo passar, até que a sorte bata na porta.
  • Devemos ser pessoas ativas que põem em marcha seu próprio processo de mudança, sua própria atividade para gerar pequenas e corretas alterações:
  • Devemos nos afastar das pessoas que nos trazem problemas, abandonar certos hábitos que nos tiram o ânimo…

Leia também: “Eu quero despertar o gigante adormecido”

Mulher pensando na vida

Para concluir, devemos entender que, ainda que neste instante estejamos passando por um mau momento, está em nossas mãos sair desse túnel.

Hoje é o melhor momento para tentar, agora mesmo é um grande instante para gerar um pensamento mais corajoso e positivo e que, por sua vez, dará forma a uma nova emoção.

Essa emoção lhe ajudará a propiciar uma mudança, uma nova atitude. Tente, os resultados podem ser incríveis.