Como tratar brotoejas na pele

7 de dezembro de 2018
As infusões aplicadas de forma tópica são um remédio muito eficaz para aliviar os sintomas das brotoejas. Você pode escolher entre a camomila, calêndula ou tomilho. Elas aliviam as erupções e reduzem a coceira.

As erupções cutâneas são uma condição que inflamam a pele, desenvolvem manchas com relevo e produzem uma sensação de coceira e ardência. Confira como tratar as brotoejas na pele.

As também conhecidas brotoejas são contagiosas e costumam aparecer nos meses de verão ou de intenso calor. Isso porque a umidade combinada com oleosidade, bactérias e pó ou pele seca, resultam em uma substância espessa que obstrui as glândulas sudoríparas. O termo médico é “miliária”.

Sintomas e causas das brotoejas

As brotoejas podem aparecer em qualquer pessoa e em todas as idades. Geralmente se localizam no pescoço, cintura, peito, costas e genitais, entre outros.

São de cor vermelha e ao serem coçadas violentamente podem produzir bolhas ou pústulas. A pele coça bastante quando está afetada por este tipo de erupção, podendo causar irritabilidade e inquietude. Ela desaparece geralmente depois de 5 ou 7 dias, mas pode aparecer novamente.

Os fatores que desencadeiam as brotoejas são:

  • Exposição excessiva aos raios de sol (UVA e UVB)
  • Muita transpiração durante o exercício
  • Grande quantidade de roupas
  • Falta de higiene ou limpeza do suor
  • Uso de roupas sintéticas
  • Intoxicação alimentar
Como tratar brotoejas na pele

  • Acidez do estômago
  • Estresse
  • Efeitos colaterais de certos medicamentos
  • Consumo de muita comida gordurosa
  • Fumar
  • Beber álcool
  • Artigos que causam irritação (correntes, brincos, pulseiras, etc)
  • Clima quente e úmido

Apesar de causarem muito incômodo, é possível tratar brotoejas com vários remédios naturais.

Remédios naturais para tratar brotoejas

  • Tome um banho de imersão com colheres de bicarbonato de sódio ou aveia. Mergulhe a área afetada durante uma hora aproximadamente. Ambos os elementos atuam diretamente sobre a pele e assim aliviam os sintomas da brotoeja, como a coceira e a inflamação.
  • Ferva um punhado de aveia com um pouco de água até formar uma pasta. Espere esfriar e então coloque sobre um pano ou gaze limpa. Aplique como compressa na pele afetada.
  • Coloque a casca de uma melancia na geladeira então depois esfregue com suavidade a área com brotoejas para aliviar a vermelhidão, o calor e a coceira.
  • Faça uma infusão de camomila e embeba um algodão com a mistura morna. Serve para limpar a área afetada e, além disso, reduzir os sintomas.
  • Aplique a polpa de uma folha de aloe vera diretamente sobre a brotoeja para aliviar a vermelhidão e também evitar o ressecamento da pele.
Como tratar brotoejas na pele

Saiba mais: Brotoejas em bebês: devo me preocupar?

Compressas

  • Misture amido de milho com água para formar uma pasta. Aplique suavemente sob a área afetada e então deixe atuar até secar completamente. Depois, retire com uma tolha empapada com água fria, limpando sem esfregar, delicadamente.
  • Misture algumas folhas de malva com manteiga até obter uma pasta. Aplique em uma gaze estéril e depois coloque na área onde apareceu a brotoeja. Deixe por alguns minutos para aliviar a coceira e suavizar a pele.
  • Ferva dois caules de aipo em meio litro de água por 10 minutos. Coe e molhe gazes ou pedaços de algodão e aplique com certa pressão (sem causar dor) na área com brotoejas. Fixe como compressa ou fita e então deixe atuar por toda a noite.
  • Aplique compressas frias feitas com cubinhos de gelo diretamente sob a área das brotoejas para aliviar o calor e a coceira da pele. Também se aconselha tomar um banho com água bem fria (o máximo suportável).
  • Molhe gazes esterilizadas em uma mistura feita com três partes de água fervida e uma de álcool. Isto serve para cicatrizar mais rápido e, além disso, evitar infecções.
Coceira na pele

Pastas e infusões

  • Primeiramente, misture duas colheres de sândalo em pó com duas colheres de coentro em pó. Depois, duas colheres de água de rosas. Obtenha uma pasta homogênea. Aplique em toda a área afetada e então deixe secar. Lave com água fria.
  • Faça uma pasta com argila verde e água e então coloque nas erupções de pele para reduzir a vermelhidão e a coceira.
  • Lave e pegue algumas cascas de banana e aplique sobre a brotoeja. Envolva a área com um pano e sustente firmemente. Deixe atuar por pelo menos duas horas para que a alantoína desta fruta desprenda suas propriedades anti-inflamatórias e antimicóticas.
  • Aplique algumas gotas de extrato de água de hamamélis sobre a brotoeja. Também pode-se embeber um algodão e colocar na área afetada. Este remédio caseiro reduz a coceira, seca as erupções e, além disso, trata as bolhas com pus.
  • Corte um pepino em pedaços pequenos e bata no liquidificador. Misture até fazer uma pasta e aplique sobre a pele. Envolva com um pano e então deixe atuar por um dia inteiro. Este vegetal é um excelente anti-inflamatório.
  • Faça uma infusão com algumas sementes de amaranto. Deixar esfriar, então embeba um algodão e aplique nas erupções, como se fosse uma compressa. Repita várias vezes por dia (pelo menos três, manhã, tarde e noite) para tratar as brotoejas.
  • Faça uma infusão de calêndula, pois é um excelente remédio para dermatite, queimaduras, eczemas, brotoejas e urticárias. Aplique uma gaze embebida na área afetada.
Como tratar brotoejas na pele

Leia também: Mingau de linhaça para tratar alergias na pele

Mais dicas

  • Aplique um cataplasma com uma cebola triturada e macerada com um pouco de vinagre de maçã. Além disso, pode-se deixar o bulbo deste vegetal diluído em água por toda a noite e embeber um algodão no líquido resultante. A cebola tem excelentes propriedades calmantes e anti-inflamatórias.
  • Realize uma decocção da raiz e das folhas (meia colher de cada uma) de dente de leão, ferva e então deixe repousar por alguns minutos. Indicado para tratar muitas doenças da pele, como acne, eczemas e brotoejas.
  • Prepare uma infusão de uma colher de tomilho seco ou fresco e meio litro de água. Depois, aplique na área afetada para minimizar os sintomas frequentes das erupções cutâneas.
Pele ressecada