Como se livrar do mofo branco no solo das plantas

O mofo branco é gerado por condições excessivamente úmidas no solo. Embora uma pequena quantidade não seja prejudicial, sua propagação pode afetar a saúde de sua planta.
Como se livrar do mofo branco no solo das plantas

Última atualização: 15 julho, 2022

É comum que apareçam manchas brancas no solo de suas plantas. Se você notou que algum tipo de fungo com essa cor se instalou perto das raízes, é mais provável que o mofo branco tenha se desenvolvido. Pode acontecer com plantas externas ou internas, mas é mais provável que aconteça no segundo caso.

O mofo branco deve ser removido o mais rápido possível, pois é ruim para a planta e também para o ambiente doméstico em geral. Afeta a vegetação de diferentes formas, passando pelas folhas, pelo substrato e até pelo vaso inteiro.

O que é o mofo branco e por que ele ocorre?

Em primeiro lugar, deve-se levar em consideração que uma quantidade mínima é normal e não representa danos à saúde das plantas. Este fungo ou mofo branco aparece devido à alta temperatura ambiente e à alta porcentagem de umidade.

No entanto, sua presença também faz parte do substrato orgânico da terra, assim como outras bactérias. Portanto, o problema aparece quando há excesso de mofo branco no vaso.

Nesse caso, ações imediatas devem ser tomadas para removê-lo, pois pode danificar a planta. Além disso, se espalha rapidamente para outras vegetações e pode influenciar negativamente a saúde humana.

Como é prevenido?

Como em muitos outros aspectos, o melhor tratamento possível é a prevenção. Por isso, conhecer as possíveis causas que favorecem a geração do mofo branco ajuda a evitá-lo.

Os motivos específicos podem ser qualquer um dos seguintes:

  • Proximidade do aquecimento: as plantas devem ser mantidas afastadas do calor transmitido pelas casas, aquecedores ou fogões.
  • Irrigação excessiva ou insuficiente: uma das causas típicas do aparecimento de fungos é a umidade acumulada. Às vezes causada por rega excessiva.
  • Má ventilação no ambiente: um problema frequente para as plantas de interior é esse. No caso de ter um jardim, recomenda-se levar as plantas ao jardim por algumas horas.
  • Má drenagem: Quando se trata de água, o vaso pode não ter boa drenagem. Isso pode ser resolvido colocando cascalho ou pequenas pedras na base.
  • Excesso de detritos: Parte do cuidado com as plantas é remover as folhas caídas do vaso. Embora em pequenas quantidades não causem problemas, um excesso pode favorecer a produção de mofo branco.
Cuide dos vasos para que o mofo branco não se forme.
A verificação semanal dos vasos permite detectar o mofo a tempo de eliminá-lo.

Como remover o mofo branco?

Acabar com esse problema que afeta a saúde de suas plantas é uma tarefa simples, mas depende do setor onde o mofo branco é gerado. Não é o mesmo se estiver no chão, nas folhas ou no vaso. Para cada espaço é recomendado realizar ações diferentes.

Nas folhas

Uma das partes da planta onde esse fungo pode aparecer é nas folhas. É um setor simples de curar, pois basta limpá-lo com um pano macio e seco para remover as manchas. No caso de não ser suficiente, é aconselhável obter produtos específicos.

Eles devem ser obtidos em lojas especializadas e devem ser direcionados ao problema do mofo branco nas folhas. Os fungicidas ecológicos ou não tóxicos são eficazes e amigáveis ao meio ambiente. Devem sempre ser aplicados com cautela e por meio de pulverizador.

Na terra

Talvez o lugar mais comum para o aparecimento de mofo seja no solo do vaso. Nesse caso , a camada afetada deve ser removida com uma pequena pá. Além disso, recomendamos que mexa um pouco para arejá-la e remover a umidade.

É importante fazê-lo com muita cautela, para não afetar as raízes ou contaminar o resto do vaso. Antes de colocar uma nova camada de composto, deixe a planta arejar por algumas horas.

No vaso

O caso mais grave ocorre quando o número de fungos é tão grande que afeta toda a planta e até mesmo seu vaso. É aconselhável realizar um transplante, ou seja, trocar o recipiente. No entanto, se for um vaso valioso, também é possível salvá-lo desinfetando e renovando o solo.

Deve ser feito de forma específica e detalhada, para que seja seguro e não afete novamente a saúde de sua planta. O primeiro passo remover o solo infectado com mofo branco. Ao mesmo tempo, lave bem o vaso com água morna e sabão neutro.

É aconselhável adicionar algumas gotas de vinagre de maçã ou bicarbonato de sódio. São produtos que proporcionam propriedades desinfetantes.

Esfregue com um pano ou escova para remover os restos de bactérias. Faça isso também na parte externa do vaso. Por fim, enxágue bem e deixe secar ao sol por algumas horas.

Vinagre de maçã para remover o mofo branco.
O vinagre de maçã é um desinfetante ideal para combater o mofo branco que se instala em vasos de flores.

Identifique o mofo branco cedo

Embora uma pequena camada desse fungo não prejudique a saúde de sua planta, é importante verificá-la semanalmente. O mofo branco detectado precocemente não é um grande problema, mas ele pode se espalhar rapidamente e danificar outras plantas próximas.

Se a camada esbranquiçada estiver seca e quebradiça, provavelmente são vestígios de sais que a planta descarta da água. Nesse caso, eles podem ser facilmente removidos à mão.

Pode interessar a você...
Poinsétia: saiba como cuidar desta planta maravilhosa
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Poinsétia: saiba como cuidar desta planta maravilhosa

A poinsétia é nativa do México e da América Central. Descubra como cuidar desta linda planta!



  • Ayala Armenta QA, Cortez Mondaca E, Apodaca Sánchez MA, Leal León VM, Valenzuela Escoboza FA, Palacios Mondaca CA. Efectividad de fungicidas convencionales y biorracionales sobre Sclerotinia sclerotiorum in vitro. Remexca [Internet]. 18 de enero de 2018 [citado 23 de abril de 2022];(11):2149-56. Disponible en: https://cienciasagricolas.inifap.gob.mx/index.php/agricolas/article/view/784
  • Chaves, Bernardo, Arias, Luis Alejandro, Tautiva, Luz Andrea, Piedrahíta, Wilson,  Evaluación de tres métodos de control del Moho blanco (Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary) en lechuga (Lactuca sativa L.). Agronomía Colombiana [Internet]. 2007;25(1):131-141. Recuperado de: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=180316240015
  • Valverde, Rodrigo, and Rodolfo De La Torre-Almaraz. “Extracción y Purificación de DsRNAs Largos de Plantas Infectadas Con Virus y Hongos; Aplicación En La Detección e Identificación de Virus.” Revista Mexicana de Fitopatología, Mexican Journal of Phytopathology 35.1 (2017). Disponible en: https://doi.org/10.18781/r.mex.fit.1606-9
  • Bautista-Nava, Efraín, Moreno-Fuentes, Ángel,  El “hongo blanco patón”, Pleurotus albidus, en Hidalgo. Su primer registro en México. Revista Mexicana de Micología [Internet]. 2006; (22):41-47. Recuperado de: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=88302206