Como enfrentar uma separação

26 de maio de 2018
Passar por uma separação ou divórcio não é fácil, independentemente das razões que o levaram a terminar o relacionamento. As mudanças são repentinas e as emoções se desequilibram. Neste artigo, daremos algumas dicas para enfrentar uma separação.

É sempre muito difícil superar um término de relacionamento, independentemente de quanto tempo você esteve com essa pessoa.

É muito importante tomar uma decisão assertiva sobre o assunto e, assim que a fase do luto terminar, comprometer-se a seguir em frente. Neste artigo, falaremos sobre como enfrentar uma separação da melhor maneira possível.

Dicas para enfrentar uma separação

Passar por um divórcio ou uma ruptura é um dos momentos mais difíceis da nossa vida. Ainda que para algumas pessoas isso signifique um certo alívio, mudar de estado civil também é uma situação pela qual ninguém quer passar.

Pedir ajuda nesse momento tão complicado não é sinal de fraqueza, mas de integridade e de vontade de seguir em frente apesar de tudo. Como primeira providência, você pode romper com esses hábitos:

1. Aceite os altos e baixos emocionais

Pessoa andano na rua

Você vai demorar algum tempo para se acostumar com seu novo estado civil; caso você tenha ficado muito tempo com essa pessoa, certamente vai ser estranho não compartilhar mais o dia a dia com ela. Talvez, em alguns momentos, você fique triste ou aborrecido, talvez em outros você se sinta confuso e aliviado.

É totalmente normal atravessar esses altos e baixos, inclusive no mesmo dia. O melhor que você pode fazer é aceitar, compreender e tomar atitude a partir disso. Se, por exemplo, você estiver deprimido, não fique em casa chorando, tente sair e dar uma volta.

2. Não se isole

Uma das principais técnicas para enfrentar uma separação é não ficar sozinho. Isso não quer dizer que você deve buscar um novo relacionamento logo em seguida, mas se permitir ser cuidado por seus amigos e familiares.

Se você ficar em casa chorando, assistindo a filmes românticos ou escutando músicas tristes, será muito mais difícil seguir em frente.

É preferível fazer contato com outras pessoas; saia um pouco de casa, tire o pijama e faça qualquer atividade que não tenha nada a ver com seu ex. Inclusive, você pode aproveitar para curtir aquilo que antes não podia por estar acompanhado.

3. Reserve um tempo para si mesmo

Pessoa separada e sozinha

Que tal dar uma fugida de um fim de semana para o campo, para a serra ou à praia? Você pode ir a um hotel desses que incluem serviço de SPA e diferentes tratamentos ou simplesmente ficar admirando a paisagem enquanto saboreia uma xícara de café ou um bom vinho.

É fundamental que você dedique um tempo a você mesmo, mas se não se animar para fazer isso sozinho, sempre dá para encontrar algum amigo ou familiar que te faça companhia.

Dê espaço aos seus sentimentos, não tente lidar com algo que esteja além do seu limite, não apresse a cicatrização das feridas. Lembre-se de que enfrentar uma separação não é algo que se resolve da noite para o dia.

4. Fale sobre seus sentimentos

Mais uma vez, você terá que buscar apoio nas pessoas que te querem bem. Seu melhor amigo, seu irmão, um primo… Não sinta vergonha nem pense que você está sendo um fardo! E se isso acontecer, você sempre poderá recorrer à ajuda profissional.

Procure terapia, faça coaching ou alguma técnica que lhe permita falar sem medo sobre os seus sentimentos e emoções. Falar sobre o que te machuca é o primeiro passo para assimilar a dor e superá-la. Inclusive, um terapeuta ou coach pode te apresentar as ferramentas necessárias para superar esse mau momento pelo qual está passando.

5. Faça o que gosta

 

A separação permite que você faça o que gosta

Outra maneira de enfrentar uma separação é aproveitar o tempo livre da forma que lhe agrada. Quando estamos em um relacionamento, costumamos fazer muitas coisas que o outro quer ou passamos os finais de semana em casa.

Quando sair do trabalho, faça a matrícula em uma aula de zumba, faça um curso de culinária, pratique algum exercício no parque, reúna-se com seus amigos ou colegas de trabalho.

Aproveite os finais de semana para conhecer lugares novos, visitar pontos turísticos de sua própria cidade, visitar seus parentes, ir ao parque fazer um piquenique… existem milhares de opções disponíveis.

É muito importante que você se reconecte consigo mesmo. Se preciso, faça um retiro espiritual ou religioso e passe uns dias em silêncio ou recolhido. Isso o ajudará em muitos aspectos, como por exemplo, voltar a amar a si mesmo, aproveitar a vida sem a necessidade de estar com alguém, entender seus sentimentos e emoções, pensar no futuro, etc.

6. Pense positivo

Talvez você diga “é muito fácil falar, difícil é fazer”, mas faça a prova dos nove; a próxima vez que se sentir depressivo ou angustiado, pense no lado bom de ter se separado: não brigar por dinheiro, conseguir fazer o que você quiser, ter mais liberdade, pensar em você mesmo, etc.

Você também pode optar por pensar em todas as coisas boas que viveu junto com seu ex e não pensar no sofrimento, nas brigas e nos momentos ruins. Ser positivo consiste em sempre ver o “copo meio cheio”.

7. Não se apresse em refazer a sua vida

Casal conversando sobre uma possível separação

Esse é um dos erros mais comuns e que nem sempre trazem resultados como esperávamos. Existe uma frase que diz “semelhante cura semelhante” para descrever a situação onde logo depois da separação procuramos alguém para pôr no lugar.

As coisas não são tão fáceis e, além do mais, primeiro você deve sofrer o luto correspondente à relação anterior. Somente quando as feridas tiverem cicatrizado o suficiente e você tiver colocado o foco de volta na sua felicidade, você será capaz de encontrar alguém que valha a pena.

Recomendados para você