Como é a vida de casal depois de ter um filho?

29 de julho de 2018
O bebê é precioso e chegou na vida do casal para torná-los mais felizes. Mas a intimidade e o relacionamento podem ser afetados se não houver amor e maturidade para aceitar as mudanças.

“Não prece tão difícil”, pensam muitos casais quando finalmente vem o recém-nascido. Mas quem tem a oportunidade de saborear como é a vida em casal depois de ter um filho sabe que surgem mudanças que transformam a relação entre os dois.

Para muitos casais, a chegada dos filhos significa a consolidação do amor e do relacionamento; enquanto que para outros pode ser motivo de ruptura se não conseguem manusear e canalizar as mudanças que a maternidade/paternidade trazem para a vida do casal.

Bastará a primeira noite do bebê na casa para saber que a vida como pais será significativamente diferente. A vida em casal depois de ter uma criança vai exigir esforço dos dois.

A importância do apoio mútuo

Nas situações mais difíceis, há bebês que têm que ser alimentados a cada três horas ou menos e têm um sono frágil, acordando continuamente. As noites mal dormidas introduzem uma dose de tensão no relacionamento que os dois não conheciam antes.

Enquanto a mãe atende às necessidades do bebê, alguns pais se sentem deslocados. Certamente nos primeiros dias de vida do bebê ele estão tão unido à mãe que às vezes não há espaço para ninguém mais. A mulher é absorvida por suas responsabilidades como mãe e não sobra tempo para o casal.

Um filho pode mudar as horas de sono do casal

Se o homem se envolve nas tarefas da casa, será chave para que a mulher possa desempenhar melhor seu trabalho de mãe. Algumas mulheres aprendem a delegar e outras a confiar.

Se, além disso, o homem intervém no cuidado do bebê, desenvolverá novas habilidades que redundarão em um maior bem estar para todos. As dificuldades da criação podem ser superadas com a paciência que ambos estejam dispostos a investir e o apoio que ofereçam um ao outro.

Talvez também te interesse ler: O que é uma família disfuncional e como ela pode afetar os filhos?

Mudanças no relacionamento depois de ter um filho

Ao se tornarem pais, o casal muda em cada etapa do crescimento do filho. Eles crescem junto com a criança. Serem pais de um bebê e de um adolescente não será a mesma coisa.

A renúncia de alguns hábitos é uma decisão necessária depois de ter um filho: se gostavam de sair para dançar às sextas ou ir acampar nos fins de semana, terão de esperar que o bebê fique maior. Não há porque se desesperar, ele crescerá e o dia vai chegar.

Um filho pode mudar a vida do casal para melhor

Com boa disposição, engenho e criatividade, o casal conseguirá integrar as grandes e inevitáveis mudanças que a chegada dos filhos impõe. Os planos para dois serão agora para três ou quatro.

Atentos com a paixão

Os que treinam como pais aproveitam cada oportunidade para se comparar com outros casais de pais e se nutrir de outras experiências. Ainda que não esteja mal compartilhar e até rir de si mesmos, não adormecer a vida em casal vai depender da vontade dos dois.

Em algumas ocasiões a chama da paixão será um pouco ou até totalmente apagada. Uma combinação de paciência, criatividade e amor serão o remédio para resolver as pequenas crises que surjam.

O prazer que a intimidade oferece, além disso, os ajudará a liberar as tensões próprias da criação. Ainda, se verão retroalimentados com a sensibilidade e a ternura que cuidar de um bebê nos desperta.

Leia também: 7 ideias de presentes para a família

Crescer com os filhos

A vida em casal depois de ter um filho será enriquecida. A conexão entre o casal se expande quando enfrenta-se diariamente à vivência da criação. Um filho é a obra do amor entre o casal e, por sua vez, devolverá mais amor a ele.

Esta nova felicidade redundará em benefício para todos. Quando o vínculo afetivo com a criança cresce, o amor do casal se fortalece com o aumento da confiança entre ambos. Isso será muito valioso a medida em que a criança crescer e tiver novas demandas.

Casal feliz depois de ter um filho

Talvez a chegada do primeiro filho seja mais desestabilizante que a chegada do segundo ou do terceiro. É uma experiência nova que por mais que o casal se prepare, sempre os pegará de surpresa de alguma forma.

Melhor reconhecer e aceitar do que fugir

A vida em casal depois de ter um filho se estremece. É preciso reconhecer e aceitar isso. Antes de fugir do relacionamento é preciso aceitar que as prioridades mudaram. Isso se trata de amadurecer individualmente e como casal.

Ambos vão sentir falta dos dias de romantismo e sonharão com o espaço para se reencontrar. Não percam a calma, é parte da adaptação. Os filhos crescerão e, com isso, aumentarão os momentos de vida em casal. Enquanto isso é preciso aproveitar as ocasiões que apareçam e também terão de criar as ocasiões!

A chegada dos filhos é a melhor de todas as oportunidades para se consolidar como casal. Não deixaram e nem deixarão de ser um casal se decidirem assim e trabalharem por isso diariamente. Só que agora, além de ser um casal são uma família.

Recomendados para você