Como aliviar a alergia da pele: 3 tratamentos caseiros

· 29 de julho de 2018
Graças às propriedades de alguns óleos essenciais podemos melhorar o desconforto causado pela alergia da pele, e encontrar alívio imediato de forma natural

Descubra neste artigo como você pode acalmar a alergia da pele com estes três tratamentos caseiros e naturais. A base de sua composição são óleos essenciais que têm a virtude de acalmar a pele, e acelerar sua regeneração e cura.

As causas da alergia cutânea

A alergia cutânea é um problema difícil de tratar porque suas causas podem ser diversas:

  • Alergias alimentares
  • Dieta desequilibrada, rica em gorduras e laticínios
  • Estresse e outros distúrbios nervosos
  • Reações a produtos de higiene e cosméticos
  • Acúmulo de toxinas no corpo

Por esse motivo, descobrir a origem da alergia na pele pode levar muito tempo. Além disso, os tratamentos convencionais nem sempre são eficazes. Do ponto de vista natural, além de realizar um tratamento tópico como propomos abaixo, devemos também melhorar nossa dieta e estilo de vida.

Pessoa que não consegue aliviar a alergia da pele

3 tratamentos naturais

1. Óleo essencial de camomila e óleo de coco

A camomila é um excelente remédio para tratar qualquer problema inflamatório. Além disso, também nos ajuda a manter a hidratação da pele, e combater a coceira. Podemos aplicar cataplasmas de camomila ou, melhor ainda, adquirir seu poderoso óleo essencial.

Recomendamos sempre diluir os óleos essenciais em outros óleos vegetais básicos para evitar a irritação da pele. Neste caso, propomos combinar o óleo essencial de camomila com óleo de coco extra virgem. Este óleo é muito benéfico para casos de alergias, eczema, e urticária, e equilibra o pH da pele.

Além disso, o óleo de coco é muito nutritivo, mas não hidrata a pele excessivamente. Por isso é adequado para todos os tipos de derme (seca, mista, oleosa). Esta loção também pode ser usada como um hidratante facial para peles sensíveis.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem (45 g)
  • 8 gotas de óleo essencial de camomila

Elaboração e aplicação

  • Misture os dois óleos.
  • Aplique na pele até que a loção seja absorvida.
  • Repita a aplicação três vezes ao dia até notar uma melhora.
Gel de aloe vera e óleo essencial de lavanda para aliviar a alergia da pele

2. Gel de aloe vera e óleo essencial de lavanda

Para acalmar a alergia da pele precisamos de ingredientes que hidratem e protejam a pele, promovendo a sua regeneração. Para isso, contamos com aloe vera, uma gelatina extraída das folhas dessa planta. Podemos ter nossa própria planta em casa, e desta forma teremos à mão um bom remédio para casos de queimaduras, feridas , irritações, etc…

O óleo essencial de lavanda, além de ter um aroma delicado e delicioso, que nos dá uma sensação de limpeza, também possui propriedades para a pele. Ajuda a acalmar as inflamações e previne infecções. Além disso, alivia a coceira e acelera a recuperação da pele.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de gel de aloe vera puro (30 g)
  • 6 gotas de óleo essencial de lavanda

Elaboração e aplicação:

  • Combine os dois ingredientes.
  • Aplique na pele até que a mistura seja absorvida, e repita a aplicação três vezes ao dia, até notar uma melhora.

3. Óleo essencial de gérmen de trigo e hortelã

Se quisermos alcançar um efeito refrescante que alivia a coceira e, ao mesmo tempo, nutrir a pele em profundidade, recomendamos este tratamento tópico para alergias. O ingrediente principal é o óleo de gérmen de trigo, muito rico em vitamina E, que hidrata, suaviza, protege, e regenera a pele.

O óleo essencial com o qual vamos melhorar esta loção é o da hortelã. Além de surpreender-nos com seu aroma intenso, a menta refresca a pele e alivia a inflamação e a coceira. Também promove a circulação no local onde a aplicamos.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de óleo de gérmen de trigo prensado a frio (45 ml)
  • 6 gotas de óleo essencial de hortelã

Desenvolvimento e aplicação

  • Misture os dois óleos.
  • Aplique na pele até que a loção seja absorvida. Devemos evitar áreas sensíveis, como os olhos, já que a menta pode causar irritação nas partes mais delicadas do corpo.
  • Repita a aplicação três vezes ao dia, até notar uma melhora.