Mejor con Salud
 

Qual é o chocolate mais saudável?

Muitos dizem que o chocolate é um alimento saudável. No entanto, não podemos ignorar que existem muitas variedades cheias de açúcar e aditivos que reduzem a sua qualidade nutricional.

Qual é o chocolate mais saudável?

Última atualização 01 Dezembro, 2020

O chocolate é um dos alimentos mais comuns na dieta atual. É um produto com boas propriedades organolépticas. No entanto, nem todas as suas variedades são iguais em termos de valor nutricional. Portanto, é importante saber qual é o chocolate mais saudável.

Você já reparou que existem muitas opções no mercado? Qual é a melhor delas? Para que não haja dúvidas, detalharemos o que deve ser levado em consideração na compra desse produto.

Chocolate sem açúcar

Ao escolher uma variedade de chocolate, é importante levar em consideração os efeitos do açúcar no corpo. Este nutriente é capaz de aumentar o risco de obesidade. Ele também tem um impacto negativo em muitos marcadores associados à saúde metabólica, conforme explicado em um artigo publicado na revista Critical Reviews in Clinical Laboratory Sciences.

No entanto, não é uma boa opção recorrer aos chocolates que possuem adoçantes artificiais em vez do referido carboidrato. Este tipo de substância é prejudicial para a microbiota intestinal. Além disso, eles estão relacionados a um risco aumentado de desenvolver resistência à insulina.

Por esse motivo, a melhor estratégia é consumir chocolates com uma maior proporção de cacau. Portanto, o ideal é escolher um produto que tenha pelo menos 75% dessa substância na sua composição.

Concentração de cacau do chocolate
Existem muitas variedades de chocolate no mercado. No entanto, quando se trata de qualidade nutricional, é melhor escolher aqueles que são compostos por 70% de cacau ou mais.

O cacau e a sua capacidade antioxidante

O cacau é um alimento que se caracteriza pelo seu conteúdo lipídico e de fitonutrientes. Estes últimos têm uma alta capacidade antioxidante, de acordo com um estudo publicado no British Journal of Clinical Pharmacology.

A ingestão regular desse tipo de nutriente é essencial na prevenção do envelhecimento celular. Além disso, eles contribuem para reduzir o risco de morte prematura, bem como as chances de desenvolver doenças a médio e longo prazo.

O cacau é um dos alimentos com maior capacidade antioxidante que podemos encontrar na natureza. Juntamente com o café e as frutas vermelhas, devem estar presentes em qualquer plano de dieta variado e equilibrado.

No entanto, não devemos confundir o cacau com o chocolate, pois esse último geralmente contém açúcar em proporções variáveis ​​na sua composição. Portanto, é essencial escolher a variedade que contenha a menor quantidade de carboidratos.

O chocolate branco não é saudável

Entre as ofertas de tipos chocolates, podemos encontrar variedades com baixo teor de cacau, que não deveriam pertencer a esse grupo. Um exemplo disso é o chocolate branco, composto principalmente por manteiga e açúcar.

É um alimento com pouco valor nutricional, cujo consumo regular é contraproducente para o corpo. Por esse motivo, sua ingestão deve ser evitada o máximo possível.

Outro exemplo são os cremes de chocolate e oleaginosas. Estes são caracterizados pelo seu teor de óleos industrializados e açúcar refinado. São alimentos com características organolépticas atraentes, mas com pouco valor nutricional. No entanto, eles geralmente estão presentes nas despensas das casas e as crianças têm acesso a eles com relativa facilidade.

Chocolate branco
O chocolate branco costuma ter muito açúcar na sua composição. Portanto, seu consumo pode ter consequências negativas para a saúde.

O chocolate mais saudável pode fazer parte da sua dieta

O chocolate é um alimento que faz parte de uma dieta variada e saudável. No entanto, nem todos os chocolates podem ser considerados saudáveis, nem gozam das mesmas propriedades nutricionais. É necessário escolher aqueles que tenham uma alta porcentagem de cacau em sua composição, com pouca presença de açúcares.

É preciso lembrar que os adoçantes artificiais não são uma alternativa saudável aos carboidratos com alto índice glicêmico. Essas substâncias causam uma série de alterações na microbiota que podem afetar negativamente os principais marcadores da saúde metabólica.

Além disso, é preciso ter em mente que nem todos os produtos classificados como chocolate têm cacau na sua composição. Essa última substância é a que contém todos os antioxidantes e, portanto, a que possui propriedades benéficas para a saúde.

Depois de escolher uma variedade adequada de chocolate, podemos introduzi-lo na nossa dieta com alguma regularidade. É um alimento útil para os lanches, pois combina muito bem com certos tipos de frutas e laticínios.

Da mesma forma, é útil para fazer sobremesas, embora seja necessário ter ingredientes de qualidade para prepará-las. Além disso, evite recorrer a grandes quantidades de farinha e açúcar.

Pudim de mirtilos e cacau: uma sobremesa saudável

Pudim de mirtilos e cacau: uma sobremesa saudável

Os mirtilos fornecem uma boa dose de vitaminas para o organismo. Inclua esta fruta na sua dieta com esta receita deliciosa de pudim de mirtilos e cacau.



  • Stanhope KL., Sugar consumptioni, metabolic disease and obesity: the state of the controversy. Crit Rev Clin Lab Sci, 2016. 53: 52-67.
  • Loffredo L., Perri L., Nocella C., Violi F., Antioxidant and antiplatelet activity by polyphenol rich nutrients: focus on extra virgin olive oil and cocoa. Br J Clin Pharmacol, 2017. 83 (1): 96-102.