O chá verde pode aumentar a longevidade?

Os antioxidantes do chá verde conseguem reduzir a formação de radicais livres e, com isso, o risco de desenvolver doenças. Este é um adjuvante importante para aumentar a longevidade. Saiba mais a seguir.
O chá verde pode aumentar a longevidade?

Última atualização: 08 Dezembro, 2020

Além de priorizar o consumo de alimentos frescos em relação aos alimentos processados e evitar a ingestão de substâncias tóxicas, existem certos alimentos que podem ser incluídos na dieta com o objetivo de retardar o envelhecimento. Um deles é o chá verde, que pode ajudar a aumentar a longevidade.

Esta é uma infusão rica em antioxidantes consumida com frequência em muitos países. No entanto, é um produto antigo, ao qual algumas tribos atribuem propriedades medicinais.

De qualquer forma, esta infusão não faz milagres. Para que você perceba seus efeitos, e para que seja benéfica para a saúde, ela tem que ser integrada em uma dieta variada e equilibrada.

O chá verde ajuda a perder peso

Um dos benefícios do chá verde é seu poder de estimular a perda de peso. Esse efeito ocorre no âmbito de uma dieta hipocalórica. Isso é afirmado por uma pesquisa publicada na revista Hospital Nutrition.

Dessa forma, o consumo frequente da infusão consegue estimular o metabolismo e aumentar o gasto calórico. Além disso, ele tem um certo efeito na supressão do apetite. Assim, reduzirá o risco de ingestão de alimentos pouco saudáveis entre os horários das refeições.

Para se beneficiar dos efeitos do chá verde na redução da gordura corporal, você pode incluir essa infusão no seu dia a dia ou comprar um produto à base de extrato de chá verde. Ambas as opções são válidas, desde que você as combine com uma dieta variada e exercícios.

Chá verde para perder gordura
O chá verde aumenta o gasto calórico e, se for combinado com uma dieta hipocalórica, auxilia na perda de peso.

Os antioxidantes do chá verde

Outra característica do chá verde é o seu alto teor antioxidante. Sua ingestão regular está associada a um menor risco de desenvolver doenças a médio e longo prazo, de acordo com um estudo publicado na revista Public Health Nutrition. Neste artigo em particular, o consumo de chá está relacionado à redução das doenças cognitivas e ao aumento da longevidade.

Os antioxidantes dessa infusão bloqueiam a produção de radicais livres no nível celular, o que está relacionado à diminuição do risco de patologias em geral. O envelhecimento também é reduzido graças a esse tipo de nutrientes.

No entanto, recomenda-se combinar o consumo de chá verde com outros antioxidantes para aumentar seus efeitos. O gengibre e o cranberry são alimentos cujo extrato pode ser incluído em infusões para melhorar sua capacidade de aumentar a longevidade.

Dieta e exercícios para prevenir doenças

Atualmente, os dois únicos métodos validados que existem para aumentar a longevidade são exercícios frequentes e uma dieta saudável. Esta última deve conter vegetais e peixes em abundância. Por outro lado, restringir a ingestão de gorduras trans, bebidas ultraprocessadas e alcoólicas é essencial.

No caso dos sedentários, é uma boa estratégia diminuir o consumo de carboidratos. Isso melhora a composição corporal e a saúde metabólica do indivíduo.

Você também pode se interessar: Envelhecimento precoce: 3 sucos antioxidantes

O chá verde pode aumentar a longevidade

Cranberries
O cranberry, quando adicionado ao chá verde, aumenta o seu efeito antioxidante.

O chá verde é uma infusão com propriedades benéficas para a saúde. Primeiro, tem um efeito positivo na redução do tecido gorduroso. Paralelamente, contém antioxidantes que ajudam a prevenir doenças relacionadas ao declínio cognitivo.

Consumir chá verde com frequência pode ajudar a aumentar a longevidade. Consumi-lo em forma de suplemento também é uma opção eficaz. No entanto, não se esqueça de que esta não é uma substância milagrosa. Para que seus efeitos se desenvolvam, ele deve ser inserido em uma dieta variada e saudável.

Também é aconselhável praticar exercícios físicos com frequência. A perda de força e massa muscular está relacionada ao risco de mortalidade e à redução da expectativa de vida.

Se você tem hábitos de vida saudáveis, incluir o chá verde na sua rotina pode ser um adjuvante quando se trata de aumentar a longevidade e diminuir o risco de declínio cognitivo. Não é uma infusão difícil de encontrar no mercado, e está disponível para todos.

Pode interessar a você...
Infusão de folhas de manga para a diabetes
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Infusão de folhas de manga para a diabetes

Ainda que este remédio de folhas de manga seja muito efetivo para tratar a diabetes, é fundamental consultar com o especialista antes de tomá-lo.



  • Vázquez Cisneros LC., López Uriarte P., López Espinoza A., Navarro Meza M., et al., Effects of green tea and its epigallocatechin (EGCG) content on body weight and fat mass in humans: a systematic review. Nutr Hosp, 2017. 34 (3): 731-737.
  • Shirai Y., Kuriki K., Otsuka R., Kato Y., Nishita Y., et al., Green tea and coffee intake and risk of cognitive decline in older adults: the national institute for longevity sciences, longitudinal study of aging. Public Health Nutr, 2020. 23 (6): 1049-1057.
  • Jiménez-Bonilla, Vilma, and Ana Abdelnour-Esquivel. “Identificación y valor nutricional de algunos materiales nativos de arándano (Vaccinium spp).” (2013).