Cereais integrais que não podem faltar na dieta

27 de fevereiro de 2019
Os cereais integrais são alimentos básicos para qualquer plano de alimentação. Não só representam uma fonte de energia, como são chaves para uma boa digestão e peso saudável.

Os cereais integrais para a dieta são alimentos de alta qualidade de nutricional que trazem benefícios para a saúde e peso corporal. Ao se tratarem de uma fonte principal de carboidratos complexos, são imprescindíveis em todo plano de alimentação balanceado.

Diferentemente dos refinados, conservam toda sua fibra dietética porque não foram modificados com processos químicos. Além disso, são melhores assimilados no organismo, já que facilitam a digestão e evitam os picos altos de açúcar no sangue. 

O melhor de tudo é que são fáceis de incorporar na dieta diária, já que são versáteis e seu sabor se combina com facilidade com outros ingredientes. Como se fosse pouco, prolongam a sensação de saciedadeajudam a evitar os “beliscos” que nos fazem comer em excesso.

Os melhores cereais integrais para a dieta

Ainda que o mercado esteja invadido por produtos refinados que são muito atrativos, cada vez mais são as pessoas que optam pelos cereais integrais para a dieta. Estes alimentos são mais completos do ponto de vista nutricional e trazem importantes benefícios. Conhece alguns?

1. Flocos de aveia

Flocos de aveia são cereais integrais

A aveia se destaca como um dos cereais para a dieta mais completos e nutritivos. Contém mais proteínas que as demais variedades de cereais e, por sua vez, é uma fonte de fibras dietéticas, minerais e ácidos graxos “bons”.

Devido ao seu teor de carboidratos de absorção lenta, é um alimento energético que melhora o rendimento físico e mental. Além disso, ao facilitar o controle da glicose no sangue, é benéfica para quem tem risco de sofrer diabetes.

Não perca: Estes são os 7 alimentos energéticos que não devem faltar em sua dieta

2. Gérmen de trigo

Por seu teor de proteínas e ácidos graxos ômega 3, o gérmen de trigo é um dos melhores complementos para um café da manhã saudável. Estes nutrientes ajudam a proteger os músculos, otimizam a atividade cerebral e reduzem a inflamação.

Cabe destacar que também contém vitaminas B e E, necessárias para regular o metabolismo e a atividade do sistema nervoso. Somado a isso, é uma fonte de sais minerais que ajudam a manter um equilíbrio das funções cardíacas e renais.

Leia também: Biscoitos de aveia, limão e amêndoas sem fermento

3. Cevada

Cereais integrais

Na lista de cereais integrais para a dieta, a cevada destaca-se como aliada para controlar os altos níveis de colesterolEsta propriedade é atribuída ao seu teor de tocotrienóis, substâncias solúveis em gordura que se associam à vitamina E.

Depois de ser assimilado no organismo, bloqueiam a produção hepática de colesterol ruim (LDL), aumentando a presença de colesterol bom (HDL). A cevada também apoia o controle da prisão de ventre e digestão lenta devido ao seu teor de fibras solúveis.

4. Arroz integral

Sem dúvida alguma, a maioria das pessoas consome arroz branco em sua alimentação regular, já que é mais fácil de adquirir no mercado e tem um sabor delicioso. No entanto, esta versão perde até 75% dos nutrientes se a compararmos com o arroz integral.

Este último não só conserva a totalidade das fibras, como também traz vitaminas do complexo B, antioxidantes e minerais como o magnésio. Além disso, é uma fonte importante de carboidratos complexos, necessários para trazer energia para as células.

5. Trigo-sarraceno

Um dos cereais para a dieta aptos para os pacientes com doença celíaca é o trigo-sarraceno, também conhecido como trigo negro ou trigo-mouro. Ainda que não seja tão conhecido como os anteriores, distingue-se porque está repleto de minerais, vitaminas e fibras e não contém glúten.

Assim, incluí-lo no plano de alimentação regular ajuda a manter uma boa saúde digestiva e nervosa. Da mesma forma, cria uma barreira contra os radicais livres e reduz o risco de envelhecimento celular prematuro.

6. Flocos de milho

Flocos de milho são cereais integrais

Os flocos de milho são cereais integrais para a dieta que podem ser incluídos no café da manhã ou nos lanches. Distinguem-se por trazer carboidratos de absorção lenta, que aumentam o gasto energético e regulam os níveis de glicose.

Também contém proteínas de alta qualidade que melhoram a saúde muscular e cardíaca. Ainda, seus teores de fibras e antioxidantes otimizam a saúde digestiva e protegem a microbiota intestinal.

7. Centeio integral

O centeio integral traz somente 100 calorias por xícara e concentra quantidades importantes de fibras solúveis e insolúveis. Por isso, inclui-lo na alimentação apoia o controle do colesterol alto e previne transtornos como a prisão de ventre.

Também é recomendado para os planos de emagrecimento, dado que freia a ansiedade por comer doces. Mesmo que não seja milagroso ao reduzir quilos, é um bom complemento para conseguir melhores resultados ao seguir uma dieta.

Em conclusão, os cereais integrais para a dieta são alimentos completos que promovem o bem-estar geral. Seus teores de carboidratos ajudam a manter um bom nível de energia e aprimoram a regulação da glicose.