Canetas de insulina: características e administração

24 de setembro de 2019
Atualmente, as canetas de insulina são um dos métodos mais rápidos, simples e precisos de administração de insulina em pacientes diabéticos.

As canetas de insulina são o método mais difundido para a administração de insulina em pacientes diabéticos. Consistem em um mecanismo confortável e preciso.

O que é insulina?

Efeitos da insulina no pâncreas

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas cuja função é regular a quantidade de glicose no sangue. Esse hormônio está ausente ou inutilizável em organismos de pessoas com diabetes. De fato, a doença do diabetes pode ter duas causas diferentes:

A insulina artificial é o tratamento fundamental do diabetes tipo 1. Para explicar como ela age em nosso corpo, podemos destacar três aspectos que a caracterizam:

  • Tempo de início: é o tempo decorrido antes que a insulina chegue ao sangue e comece a diminuir o nível de glicose.
  • O pico da ação máxima: chama-se assim ao ponto em que a insulina tem seu poder máximo em relação à redução da glicose no sangue.
  • Duração do efeito: é o tempo em que a insulina continua a reduzir o nível de glicose.

Descubra também: Resistência à insulina, descubra por que é tão comum

Tipos de insulina

Os tipos de insulina são classificados de acordo com a duração do seu efeito e o tempo necessário para fazê-lo. De acordo com isso, temos:

  • Ação rápida: surte efeito 15 minutos depois de injetada. Atinge sua ação máxima em uma hora e é efetivo por duas ou quatro horas.
  • Insulina de ação breve: esse tipo de insulina atinge a corrente sanguínea 30 minutos após injetada. Seu efeito máximo é alcançado em duas ou três horas e é eficaz por três e seis horas.
  • Ação intermediária: atinge o fluxo sanguíneo entre duas e quatro horas após a injeção. Tem seu efeito máximo de quatro a doze horas após a injeção. A insulina de ação intermediária é eficaz por aproximadamente doze a dezoito horas.
  • Insulina de ação prolongada: geralmente atinge o sangue várias horas após a injeção e mantém o nível de glicose baixo por 24 horas.

Tipos de canetas de insulina

Canetas de insulina

Existem dois tipos de canetas de insulina:

  • Canetas descartáveis: usadas apenas uma vez e, quando a insulina no cartucho termina, ela é descartada.
  • Canetas reutilizáveis: possuem um dispositivo que permite trocar o cartucho quando a insulina acaba.

A quantidade de insulina injetada pode ser regulada usando um botão para ajustar a dose, dependendo da necessidade que você tiver. Por segurança, as agulhas devem ser trocadas sempre que você se injetar.

Vantagens e desvantagens das canetas de insulina

Quanto às vantagens das canetas de insulina, sua injeção é mais rápida e fácil, pois a dose já está preparada. Além disso, pelo seu sistema de dosagem, você pode injetar insulina com mais precisão. Ela também tem a vantagem de seu formato, que facilita o transporte e o uso.

No entanto, as canetas de insulina também apresentam desvantagens, como não poder misturar diferentes tipos de insulina. Elas também têm a desvantagem de que precisam ser purgadas e testadas antes de cada punção. Dessa forma, você desperdiça insulina antes de cada injeção.

Como funciona uma caneta de insulina?

As canetas de insulina, tanto as descartáveis ​​quanto as recarregáveis, contêm uma agulha com a qual você injeta. Essas agulhas, no caso de canetas recarregáveis, devem ser trocadas após cada uso.

Passo-a-passo para usar

Antes de administrar a injeção, lave as mãos e ajuste a dose necessária no visor. Em seguida, mantenha a caneta apontando com a agulha para cima e pressione até ver uma gota. Essa gota será a prova de que funciona corretamente.

Limpe a pele onde você fará a punção e regule o mostrador até atingir a dose necessária. Em seguida, aperte a pele onde você vai se injetar e empurre a agulha com um movimento direto e rápido. Depois, aperte a caneta com o dedão para obter a dose e descartar a agulha.

Leia também:  Como melhorar a dieta se você é diabético?

Como preservar as canetas de insulina

Para preservação adequada das canetas de insulina, a temperatura e o tempo devem ser levados em consideração. É aconselhável guardá-la na geladeira a uma temperatura entre 4 e 8 graus. Além disso, a insulina não deve ser exposta a fontes intensas de luz e calor.

Não é conveniente que desça abaixo de 2 graus, pois, se o fizesse, perderia sua eficácia. No entanto, mesmo que seja mantida na geladeira, ela estará em boas condições pelo período indicado na data de validade do recipiente.

Conclusão

As canetas de insulina são o método mais preciso, rápido e fácil de administrar insulina em pacientes diabéticos. Por fim, lembre-se de que as canetas de insulina podem ser usadas dentro de 30 dias após o primeiro uso.

  • Cohen, M. R. (2015). PLUMAS DE INSULINA ¡No las reutilicen! Nursing (Ed. Española). https://doi.org/10.1016/j.nursi.2015.06.007

  • Sacylite. (2005). Insulinas : clasificación y usos. Informacion Terapeutica.

  • Pereira, L. O., Francischi, R. P. de, & Lancha Jr., A. H. (2005). Obesidade: hábitos nutricionais, sedentarismo e resistência à insulina. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. https://doi.org/10.1590/s0004-27302003000200003