Benefícios e propriedades da salsa

· 27 de janeiro de 2019
Graças às suas propriedades diuréticas, a salsa pode nos ajudar a eliminar a retenção de líquidos e a depurar os rins. Podemos incluí-la em nossas refeições ou tomá-la em forma de infusão.

A salsa é uma planta aromática cujas propriedades nos oferecem inúmeros benefícios.

Entre eles encontramos o fato de que ela se encarrega, principalmente, de nos ajudar a purificar órgãos vitais, graças à sua capacidade de se converter em uma grande ajuda para tratar e controlar a hipertensão, além de ser um potente antioxidante.

Hoje focaremos principalmente nas propriedades deste condimento, em seus usos e nos benefícios que pode oferecer à nossa saúde, e na forma como podemos consumi-lo em nossas refeições.

Confira!

Quais usos podemos dar à salsa?

Além de ser uma erva aromática muito usada em diferentes receitas na cozinha e de ter grande aceitação entre os chefes mais importantes em todo o mundo, também lhe são atribuídos muitos usos medicinais.

Dentre esses usos podemos destacá-la como tratamento natural para limpar os rins, já que essa planta tem grandes propriedades diuréticas, as quais estimulam a função renal permitindo, desta maneira, facilitar a eliminação de líquidos do organismo.

Também é muito usada para tratar e melhorar a hipertensão e a osteoporose.

Conheça: Exercícios para prevenir e tratar a osteoporose

A salsa contém minerais como o cálcio, o ferro, o fósforo e o enxofre. Por seu alto teor de ferro seu consumo é recomendado a pessoas que sofrem ou são propensas a sofrer de anemia e/ou anorexia, e também a aqueles que sofrem de fraqueza, fadiga ou cansaço físico.

A salsa pode ser consumida crua em saladas, ou em infusões.

Como dissemos anteriormente, é rica em cálcio e por isso ajuda a combater a osteoporose. Também é recomendado que crianças e atletas a consumam para fortalecer os ossos, já que essas pessoas são submetidas a um esforço maior.

A salsa também ajuda na digestão, por isso é recomendável tomar uma xícara de sua infusão antes de consumir qualquer alimento.

Desta maneira teremos uma boa digestão, evitando espasmos intestinais, digestão lenta e prisão de ventre.

Ela ajuda a desinflamar e também pode atuar como anestésico: colocando um cataplasma de salsa amassada na região afetada, conseguiremos adormecer a área dolorida ou que sofreu um impacto.

Quais são suas outras propriedades conhecidas?

Outra grande propriedade da salsa é que é um grande antioxidante, ideal e efetiva para limpar e rejuvenescer a pele, bem como para fortalecer as unhas e o cabelo, controlando e evitando sua queda.

Outra propriedade muito valiosa da salsa é sua ação antineurálgica, já que contém uma substância chamada apiol, oleosa e muito usada para curar febres intermitentes e neuralgias.

É muito rica em vitamina C, portanto, também é útil nos tratamentos ou regimes alimentares que podem ser seguidos para prevenir o surgimento de câncer, problemas cardíacos, catarata e infecções.

Leia também: Conheça os benefícios da vitamina C

Fortalece o sistema imunológico, já que aumenta suas defesas.

Como podemos consumi-la?

Como já mencionamos é possível consumi-la crua, em saladas com diferentes verduras, ou em sucos combinando com qualquer fruta, no café da manhã ou entre as refeições.

Também podemos prepará-la em infusão como bebida quente, tomando uma xícara antes de cada refeição para ajudar na digestão.

Deste modo podemos concluir que esta erva aromática não deve faltar em nossa geladeira, e aqueles que têm a sorte de ter uma horta para plantar algumas sementes de salsa devem aproveitar a oportunidade.

Será incrível, pois não há nada melhor do que poder usufruir da planta fresca, assim podemos obter benefícios adicionais. Não deixe de experimentar!

  • Wong, P. Y. Y., & Kitts, D. D. (2006). Studies on the dual antioxidant and antibacterial properties of parsley (Petroselinum crispum) and cilantro (Coriandrum sativum) extracts. Food Chemistry. https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2005.05.031