Benefícios do mamão e suas sementes

· 21 de fevereiro de 2015
Conheça os grandes benefícios do mamão a seguir. Já conhecia algum?

Em alguns países tropicais é muito comum encontrar árvores de mamão por todos os lados. A manutenção destas árvores é muito fácil e sua fruta é excepcional.

Acima de tudo, é uma poderosa defesa contra o câncer e tem muitos efeitos curativos. Há pouco tempo o mamão era considerado apenas mais uma fruta, mas com o passar dos anos foram sendo descobertas suas vantagens.

Os benefícios da papaína para a saúde

O mamão contém uma enzima chamada papaína. Este químico é muito similar às enzimas do pâncreas que ajudam a digerir proteínas.

As enzimas digestivas de proteínas (também chamadas de enzimas proteolíticas) podem dissolver a camada de proteína que se forma ao redor das células cancerígenas. Isto ajuda o sistema imune a destruí-las mais facilmente.

Outra enzima presente no mamão é a quimopapaína. Ambos químicos ajudam a aproveitar melhor a proteína útil dos alimentos.

Além disso, as enzimas proteolíticas podem destruir os escudos de defesa dos vírus, tumores, alérgenos, leveduras e diversas formas de fungos, facilitando o processo de cura.

A papaína também ajuda a reduzir a inflamação, a tratar queimaduras e a reduzir as cicatrizes na pele. O mamão realmente acelera o processo de cicatrização.

Carotenoides que protegem da oxidação

papaya

A cor rosa alaranjada do mamão se deve à presença de carotenoides, principalmente betacarotenos e licopenos. Estes são antioxidantes e são eficazes agentes de luta contra o câncer.

O licopeno pode reduzir o risco de câncer de próstata, pois induz a morte das células cancerígenas, aumenta a atividade antimetástase e reforça as enzimas protetoras.

Em uma pesquisa realizada na China foi descoberto que a ingestão de alimentos ricos em licopeno e chá verde protege contra o câncer de próstata.

Leia mais: Os 6 melhores antioxidantes naturais

Isotiocianato para evitar a aparição de células cancerígenas

O Isotiocianato é outro composto do mamão. Este composto demonstrou ser capaz de inibir a formação e o desenvolvimento das células cancerígenas.

Em experimentos com animais, foi demonstrado que os isotiocianatos são eficazes contra o câncer de mama, pulmão, cólon, pâncreas, próstata e leucemia.

Outros benefícios do mamão

mamão queima gordura

  • Em suma, os mamões são ricos em nutrientes, antioxidantes, carotenos, vitaminas C, E, A e flavonoides.
  • Além disso, contêm as vitaminas do complexo B, ácido fólico e ácido pantotênico e minerais como potássio e magnésio.
  • Todos estes elementos promovem um sistema cardiovascular saudável e protegem contra o câncer.
  • Também ajudam a manter um sistema imunológico saudável, previnem infecções recorrentes no ouvido, os resfriados e a gripe.
  • Também são ricos em fibras, por isso podem reduzir os níveis de colesterol.
  • A fibra também é capaz de enlaçar as toxinas causadoras de câncer de cólon e facilitar sua digestão.

Saiba mais: 6 alimentos para melhorar a digestão

Utilidade das sementes de mamão

As sementes de mamão podem ser ainda mais benéficas do que a fruta, mas o seu sabor picante e amargo podem dificultar o seu consumo.

Apesar de tudo, seu valor medicinal é muito importante. Os benefícios das sementes são:

  • Propriedades antibacterianas que as tornam eficazes contra E.coli, Salmonella e Staphylococcus.
  • Podem proteger os rins de insuficiência induzida por toxinas.
  • Facilitam a eliminação de parasitas intestinais.
  • Ajudam a desintoxicar o fígado.

O mamão é certamente uma fruta que vale a pena ser incluída na dieta diária. Aliás, o ideal seria consumi-lo pelo menos uma vez na semana.

Além disso, por seu sabor, é muito versátil e pode ser incorporado em receitas como saladas, sobremesas, em iogurtes, com limão, entre outros. Portanto, não perca essa oportunidade de aproveitar seus incríveis benefícios para a saúde.

  • Venturini, T., Benchimol, L., Bertuol, D., da Rosa, M. B., & Meili, L. (2012). Estudo da secagem e extração de sementes de mamão (Carica Papaya L.). Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental5(5), 950-959.
  • Nepomuceno, J. C. (2005). Dieta e câncer: vitaminas antioxidantes. Bioscience Journal21(1).
  • Fortes, R. C., Recôva, V. L., Melo, A. L., & Novaes, M. R. C. G. (2007). Hábitos dietéticos de pacientes com câncer colorretal em fase pós-operatória. Rev bras cancerol53(3), 277-89.
  • de Castro, R. D. C. B. O que são e quais as aplicações clínicas dos isotiocianatos?.
  • Leite, A. P., de Oliveira, B. G. R. B., Barrocas, D. L. R., & Soares, M. F. (2012). Uso e efetividade da papaína no processo de cicatrização de feridas: uma revisão sistemática. Revista Gaúcha de Enfermagem33(3), 198-207.