Quais são os benefícios das cápsulas de carvão ativado?

O carvão ativado parece expandir seus usos medicinais com o passar do tempo. Que evidências apoiam as suas aplicações mais recentes?
Quais são os benefícios das cápsulas de carvão ativado?

Última atualização: 07 Novembro, 2021

Os possíveis benefícios das cápsulas de carvão ativado se tornaram populares no mundo da beleza e dos cuidados pessoais. Essa substância, que tem seu uso médico no tratamento de intoxicações e envenenamentos, já cruzou a barreira hospitalar para ser considerado um cosmético.

No entanto, os efeitos prometidos pela publicidade ainda não são confirmados. Além disso, sua interação com outros medicamentos deve ser considerada. Portanto, os pacientes medicados devem ter um cuidado especial ao utilizá-lo.

Neste artigo, vamos revisar os benefícios atribuídos aos comprimidos de carvão ativado para determinar se há evidências científicas para apoiar o seu uso. Você ficará surpreso ao notar a pouca informação que existe sobre ele.

O que é o carvão ativado?

O carvão ativado é carvão. Parece óbvio dizer assim, mas é a maneira mais fácil de explicar. Trata-se de um carvão vegetal derivado da madeira, por exemplo, que é ativado pela exposição ao calor.

Este calor é outorgado ao produto com uma combustão lenta, o que aumenta a porosidade do elemento. A ideia básica é que os poros facilitem a aderência de outras substâncias pela conformação química espacial, podendo desintoxicar o organismo de certos agentes nocivos.

Na verdade, a Organização Mundial da Saúde (OMS) certifica e aprova sua prescrição como um medicamento essencial para o atendimento primário no tratamento de intoxicações e overdoses. Pode ser apresentado na forma de pó (para ser inserido no trato digestivo por meio de um tubo, por exemplo) ou em comprimidos.

Os possíveis benefícios das cápsulas de carvão ativado

Como antecipamos, as indústrias cosmética e farmacêutica alegam que as cápsulas de carvão ativado teriam vários benefícios para a saúde em várias áreas. Como discutiremos agora, essa afirmação deve ser examinada, já que muitos dos supostos atributos não têm evidência científica.

Uso cosmético do carvão ativado
O uso cosmético do carvão ativado está se tornando cada vez mais popular em centros de beleza e cuidados pessoais.

1. Tratamento de intoxicações

A maioria das instituições médicas endossa o uso de carvão ativado para envenenamentos e intoxicações. Ele faz parte das abordagens de suporte para reduzir o risco de danos gerados por uma determinada substância.

A overdose de aspirina ou paracetamol pode ser parcialmente compensada com carvão ativado em ambiente hospitalar. Não é um antídoto, mas sua superfície porosa adere às drogas e facilita sua eliminação digestiva.

É importante que o carvão ativado seja administrado logo após a ocorrência do envenenamento. Idealmente, não devem se passar mais de 30 minutos.

De forma alguma você deve proceder à autoadministração. Isso seria perigoso. A aplicação do tratamento deve ocorrer em local controlado e sob protocolo.

2. Melhoria da função renal

Alguns estudos com animais indicam que as cápsulas de carvão ativado melhoram a função renal em pacientes com insuficiência renal crônica. No entanto, faltam pesquisas em humanos.

O mecanismo subjacente seria a diminuição da inflamação e o bloqueio de substâncias tóxicas derivadas da uréia. O carvão ativado impediria que essas toxinas internas afetassem outros órgãos, como o cérebro ou o sistema digestivo.

3. Ajuda a tratar a síndrome do odor de peixe

A síndrome do odor de peixe é a trimetilaminúria. Essa condição é genética e é causada pelo acúmulo de trimetilamina no corpo. Isso decorre de uma deficiência na enzima envolvida no metabolismo.

O carvão ativado pode trazer benefícios para esses pacientes. O que a substância faria seria facilitar a expulsão da trimetilamina do corpo humano, para que ela não se acumule e não provoque o odor característico.

Há um estudo científico com humanos que conseguiu reduzir a concentração de trimetilamina com 1,5 grama de carvão ativado por mais de uma semana. É uma pequena evidência, mas abre caminho para essa prescrição.

4. Clareamento dentário

O uso de carvão ativado para clarear os dentes não tem embasamento científico. A hipótese é de que a porosidade da substância absorveria bactérias e parte da placa bacteriana.

A verdade é que nenhuma evidência pôde ser estabelecida a esse respeito. A segurança de expor o esmalte dental a um produto que poderia danificá-lo também não foi determinada.

Embora cremes dentais com carvão ativado sejam comercializados, a prioridade seria evitá-los. Em caso de dúvida, é melhor consultar um dentista de confiança.

5. Redução do colesterol

Considerando o efeito de “aprisionamento” do carvão ativado em certas substâncias, foi postulado que as cápsulas seriam capazes de reduzir a entrada do colesterol da dieta no sangue. Isso aconteceria devido à sua união aos ácidos biliares no intestino.

Um estudo com várias décadas em seu currículo descobriu que o carvão ativado aumentou o HDL, ou colesterol bom, e reduziu o LDL, ou mau. Infelizmente, esta aplicação não foi aprofundada devido ao aparecimento de novos desenvolvimentos laboratoriais eficazes, como as estatinas.

6. Controle de diarreia e gases

Nesse caso, os benefícios dos comprimidos de carvão ativado referem-se à diarreia causada por bactérias e medicamentos. Ao bloquear a absorção e o efeito na mucosa intestinal, seria evitada a irritação e a perda de líquidos.

No mesmo nível de efeitos no intestino, a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos já permitiu a prescrição de carvão ativado para tratar a flatulência excessiva. O acúmulo de gases em pessoas suscetíveis é capaz de gerar cólicas intensas.

Vale esclarecer que ambos os usos se restringem a quadros clínicos que o requeiram. Não é qualquer diarreia ou inchaço abdominal que vai melhorar com carvão ativado. A neutralização pelos poros da substância é benéfica quando há algo para neutralizar.

7. Para a ressaca

Foi sugerido que as cápsulas de carvão reduziriam os sintomas de uma ressaca, evitando que mais etanol entre no sangue. Em princípio, a hipótese faz sentido. No entanto, a ressaca aparece quando o álcool já foi absorvido. Isso limitaria o efeito.

A evidência é insuficiente. Não há estudos científicos que apóiem esse uso. No entanto, não é incomum que hospitais adicionem carvão ativado ao tratamento de pacientes internados com coma etílico ou intoxicação aguda por álcool.

8. Cuidados com a pele

Apenas relatos anedóticos podem ser encontrados sobre a eficácia do carvão ativado em melhorar a aparência da pele. Também não há evidências científicas de que ele controle os sinais de acne.

Assim como no suposto benefício do clareamento dentário, o efeito seria alcançado por meio da ação local. Nesse caso, a aplicação deve ser feita com cremes contendo a substância.

Carvão ativado
Existem métodos caseiros para fazer carvão ativado e, a partir dele, fazer sabonetes, por exemplo.

Contraindicações e riscos do carvão ativado

O carvão ativado em doses mínimas não gerará efeitos adversos evidentes ou graves. No entanto, quando certas quantidades são excedidas, ocorrem reações gastrointestinais.

A mais notável é a constipação. A capacidade da substância de prevenir a absorção de compostos no nível intestinal leva a menos peristaltismo e endurecimento das fezes.

Os laxantes são comumente administrados a pacientes que foram tratados com carvão ativado para intoxicação, por exemplo, mas isso só é feito em ambientes médicos controlados. De forma alguma você deve tomar laxantes sozinho, presumindo que os efeitos negativos serão evitados.

Por outro lado, o carvão ativado interrompe a absorção de vários medicamentos. Isso deve ser levado em consideração em pessoas que tomam medicamentos para algumas patologias específicas.

Uma situação importante surge quando é consumido ao mesmo tempo que os anticoncepcionais. Isso reduz a eficácia do método e as mulheres podem ficar sem cobertura para prevenir a gravidez.

Os benefícios das cápsulas de carvão ativado devem ser determinados por um médico

É importante que um profissional de saúde o aconselhe se você deve tomar comprimidos de carvão ativado para a sua condição específica. A automedicação pode não beneficiar você, na melhor das hipóteses, ou causar efeitos adversos graves.

Não compre a substância por iniciativa própria acreditando que será a solução para o seu distúrbio de saúde. Embora haja evidências científicas, ainda há muito a explorar em relação aos seus usos medicinais fora do tratamento de intoxicações e envenenamentos.

Pode interessar a você...
Os riscos do carvão ativado para a saúde bucal
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Os riscos do carvão ativado para a saúde bucal

Muitos afirmam que o carvão ativado pode nos ajudar a ter dentes mais brancos, mas a verdade é que ele oferece riscos à saúde bucal.



  • Kuusisto P, Vapaatalo H, Manninen V, Huttunen JK, Neuvonen PJ. Effect of activated charcoal on hypercholesterolaemia. Lancet. 1986 Aug 16;2(8503):366-7. doi: 10.1016/s0140-6736(86)90054-1. PMID: 2874369.
  • Yamazaki H, Fujieda M, Togashi M, Saito T, Preti G, Cashman JR, Kamataki T. Effects of the dietary supplements, activated charcoal and copper chlorophyllin, on urinary excretion of trimethylamine in Japanese trimethylaminuria patients. Life Sci. 2004 Apr 16;74(22):2739-47. doi: 10.1016/j.lfs.2003.10.022. PMID: 15043988.
  • Ali, Badreldin H., et al. “The effect of activated charcoal on adenine-induced chronic renal failure in rats.” Food and chemical toxicology 65 (2014): 321-328.
  • EFSA Panel on Dietetic Products, Nutrition and Allergies (NDA). “Scientific Opinion on the substantiation of health claims related to activated charcoal and reduction of excessive intestinal gas accumulation (ID 1938) and reduction of bloating (ID 1938) pursuant to Article 13 (1) of Regulation (EC) No 1924/2006.” EFSA Journal 9.4 (2011): 2049.
  • Elomaa K, Ranta S, Tuominen J, Lähteenmäki P. Charcoal treatment and risk of escape ovulation in oral contraceptive users. Hum Reprod. 2001 Jan;16(1):76-81. doi: 10.1093/humrep/16.1.76. PMID: 11139541.