Beldroega: 10 propriedades desta planta medicinal

A beldroega é uma planta rica em nutrientes que promove o bem-estar. Você conhece as suas propriedades? Neste artigo, vamos compartilhar as mais importantes para que você não deixe de adicioná-la à sua dieta.
Beldroega: 10 propriedades desta planta medicinal

Última atualização: 17 Dezembro, 2020

A beldroega é cientificamente conhecida como Portulaca oleracea. Muitos a conhecem como erva daninha, mas ela também é listada como vegetal comestível, de alta qualidade nutricional.

Na Grécia Antiga e na medicina chinesa, já era consumida por suas propriedades. Você ainda não a conhece? Conheça mais sobre essa planta selvagem neste artigo.

Propriedades nutricionais da beldroega

A beldroega era anteriormente conhecida a nível popular como uma erva daninha, que crescia em qualquer lugar. Um broto de beldroega pode aparecer até mesmo em uma lacuna no cimento do solo. Nem os agricultores a apreciam entre seus cultivos, pois pode prejudicar suas colheitas.

No entanto, essa planta de flores amarelas ou rosa se destaca por sua grande resistência e seus interessantes valores nutricionais. Ainda hoje é recomendada como fonte acessível e econômica de nutrientes. Podemos consumi-la como qualquer outro vegetal, incluída em um plano alimentar equilibrado e saudável.

Colher beldroega
A beldroega para muitos é uma erva daninha. Porém, hoje também é conhecida como um suplemento que melhora a qualidade da dieta alimentar do ponto de vista nutricional.

No que diz respeito às propriedades nutricionais, descobrimos que a beldroega concentra uma quantidade significativa de componentes naturais e propriedades benéficas. De acordo com uma publicação da BioMed Research International, é uma fonte de:

  • Flavonoides
  • Alcaloides
  • Polissacarídeos
  • Ácidos graxos
  • Terpenoides
  • Esterois
  • Proteínas
  • Vitaminas
  • Minerais

Além disso, de acordo com essa mesma publicação, também possui propriedades farmacológicas como atividades neuroprotetoras, antimicrobianas, antidiabéticas, antioxidantes, anti-inflamatórias e antiulcerogênicas.

Propriedades da beldroega para a saúde

É muito importante notar que a beldroega demonstrou ter efeitos positivos para melhorar a saúde. No entanto, não é um alimento curativo ou com propriedades milagrosas. De fato, não existem alimentos “super poderosos" para a saúde.

Simplesmente, são ingredientes nutritivos que podem complementar a dieta para ajudar a promover o bem-estar. Tendo deixado isso claro, vamos ver as principais propriedades que esse vegetal oferece.

1. Anti-inflamatória

Uma pesquisa recente publicada no Journal of Pharmacopuncture analisa os efeitos anti-inflamatórios da beldroega. De acordo com essa publicação, a planta contém várias substâncias com essas propriedades. Entre elas, encontramos substâncias chamadas oleracona e oleracimina, que são dois alcaloides isolados.

Também foram identificados alguns extratos aquosos e etanólicos da planta com esse efeito. Entre outras coisas, esse efeito também é atribuído ao seu conteúdo de ômega 3 e minerais.

As propriedades anti-inflamatórias da beldroega podem ser usadas como adjuvantes para mitigar os efeitos de algumas condições inflamatórias.

2. Antioxidante

Os antioxidantes nos ajudam a combater os radicais livres e prevenir o envelhecimento. Poucas plantas são tão ricas em antioxidantes quanto a beldroega. De acordo com uma publicação no Journal of American College of Nutrition, seus antioxidantes incluem:

  • Vitaminas A e C
  • Vitamina E
  • Flavonoides
  • Alcaloides
  • Betacaroteno
  • Glutationa

3. Fornece ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 não são produzidos no corpo. No entanto, a sua assimilação adequada contribui para o bom funcionamento de vários sistemas de organismos. De fato, foi sugerido que eles contribuem para a prevenção de doenças cardiovasculares e anti-inflamatórias.

De acordo com uma pesquisa publicada no The Scientific World Journal, a beldroega é uma planta que fornece quantidades significativas de ômega 3. Especificamente, contém dois tipos de ácidos graxos ômega 3, o ALA e o EPA. No entanto, possui quantidades excepcionais de ALA.

4. Ajuda a cuidar da saúde cardiovascular

Além dos efeitos benéficos que o ômega 3 da beldroega proporciona, há outras razões pelas quais ela contribui para a saúde do coração. Um estudo publicado no International Journal of Research in Medical Sciences indica que o seu conteúdo de polifenóis e substâncias antioxidantes pode contribuir para a prevenção de problemas como a aterosclerose.

Além disso, uma pesquisa publicada no Avicenna Journal of Phytomedicine concluiu que os extratos dessa planta têm um efeito protetor na disfunção cardíaca.

A beldroega não é um remédio para curar doenças cardíacas. No entanto, no âmbito de uma dieta saudável e equilibrada, pode ser benéfica.

5. Antiulcerosa

As mucilagens dessa planta também protegem as paredes dos órgãos. Segundo informações publicadas no American Journal of Translational Research, o extrato de etanol da planta mostrou efeitos benéficos contra a inflamação e a colite ulcerativa.

6. Hipoglicemiante

A beldroega ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue naturalmente. Dessa forma, pode ajudar a prevenir distúrbios como diabetes, obesidade ou resistência à insulina.

Uma pesquisa publicada na BMC Complementary and Alternative Medicine determinou que os extratos de beldroega melhoram o metabolismo da glicose e podem ser uma nova estratégia terapêutica para a prevenção do diabetes.

7. Antimicrobiana

As propriedades antimicrobianas dessa planta têm sido foco de estudos. Em uma investigação publicada no International Journal of Infection, foi determinado que os extratos obtidos das folhas e sementes de beldroegas têm um efeito antimicrobiano notável. 

Embora sejam necessários mais estudos, acredita-se que possa ser útil contra bactérias resistentes aos medicamentos.

8. Tem efeitos neuroprotetores

Os estudos ainda são limitados. No entanto, há evidências dos efeitos neuroprotetores que a beldroega proporciona. Por exemplo, um estudo divulgado pelo CNS & Neurological Disorders-Drug Targets encontrou benefícios neuroprotetores e antioxidantes com a administração do suco feito a partir da beldroega. 

9. Benéfica para a pele

Devido à sua alta qualidade nutricional, a beldroega também beneficia a saúde da pele. De fato, a ela são atribuídas propriedades cicatrizantes, antienvelhecimento e regenerativas, pois fornece antioxidantes, ácidos graxos e vitaminas.

Especificamente, uma revisão publicada no International Journal of Science and Research determinou que essa planta tem benefícios potenciais no cuidado da pele, pois promove a cicatrização de feridas, clareia a pele e até previne futuros sinais de envelhecimento.

Devido ao seu conteúdo de ácidos graxos, vitaminas e antioxidantes, a beldroega também pode ser útil para o cuidado da pele.

10. Combate o estresse oxidativo

Devido à sua concentração de compostos antioxidantes, a beldroega pode combater o estresse oxidativo. Este último é responsável pela deterioração celular e pelo aparecimento de algumas das doenças crônicas mais frequentes.

Em uma pesquisa publicada no Journal of Medicinal Plants Research, destaca-se que o suco da beldroega é um produto natural promissor que poderia contribuir para a prevenção de doenças relacionadas ao estresse oxidativo.

A beldroega não é um tratamento

Apesar dos muitos benefícios dessa planta, seu consumo como tratamento contra doenças ainda não é aceito. Apesar disso, ela pode ser incluída na dieta regular como um complemento. No entanto, ela deve ser evitada se você tiver uma tendência a ter pedras nos rins, pois é uma planta rica em oxalatos.

Pode interessar a você...
4 frutas e verduras estranhas que você com certeza não conhece
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
4 frutas e verduras estranhas que você com certeza não conhece

Lá fora existe um grande número de frutas e verduras estranhas que proporcionam as mesmas vantagens que as convencionais.



  • D’Andrea, R. M., Andreo, C. S., & Lara, M. V. (2014). Deciphering the mechanisms involved in Portulaca oleracea (C4) response to drought: Metabolic changes including crassulacean acid-like metabolism induction and reversal upon re-watering. Physiologia Plantarum, 152(3), 414–430. https://doi.org/10.1111/ppl.12194
  • Zhou, Y. X., Xin, H. L., Rahman, K., Wang, S. J., Peng, C., & Zhang, H. (2015). Portulaca oleracea L.: A review of phytochemistry and pharmacological effects. BioMed Research International. Hindawi Limited. https://doi.org/10.1155/2015/925631
  • Rahimi VB, Ajam F, Rakhshandeh H, Askari VR. A Pharmacological Review on Portulaca oleracea L.: Focusing on Anti-Inflammatory, Anti- Oxidant, Immuno-Modulatory and Antitumor Activities. J Pharmacopuncture. 2019;22(1):7–15. doi:10.3831/KPI.2019.22.001
  • Uddin MK, Juraimi AS, Hossain MS, Nahar MA, Ali ME, Rahman MM. Purslane weed (Portulaca oleracea): a prospective plant source of nutrition, omega-3 fatty acid, and antioxidant attributes. ScientificWorldJournal. 2014;2014:951019. Published 2014 Feb 10. doi:10.1155/2014/951019
  • Sedighi M, Bahmani M, Asgary S, Beyranvand F, Rafieian-Kopaei M. A review of plant-based compounds and medicinal plants effective on atherosclerosis. J Res Med Sci. 2017;22:30. Published 2017 Mar 15. doi:10.4103/1735-1995.202151
  • Khodadadi H, Pakdel R, Khazaei M, Niazmand S, Bavarsad K, Hadjzadeh MA. A comparison of the effects of Portulaca oleracea seeds hydro-alcoholic extract and Vitamin C on biochemical, hemodynamic and functional parameters in cardiac tissue of rats with subclinical hyperthyroidism. Avicenna J Phytomed. 2018;8(2):161–169.
  • Yang X, Yan Y, Li J, et al. Protective effects of ethanol extract from Portulaca oleracea L on dextran sulphate sodium-induced mice ulcerative colitis involving anti-inflammatory and antioxidant. Am J Transl Res. 2016;8(5):2138–2148. Published 2016 May 15.
  • Ramadan BK, Schaalan MF, Tolba AM. Hypoglycemic and pancreatic protective effects of Portulaca oleracea extract in alloxan induced diabetic rats. BMC Complement Altern Med. 2017;17(1):37. Published 2017 Jan 11. doi:10.1186/s12906-016-1530-1
  • Mousavi S M, Bagheri G, Saeidi S. Antibacterial Activities of the Hydroalcoholic Extract of Portulaca oleracea Leaves and Seeds in Sistan Region, Southeastern Iran, Int J Infect. 2015 ; 2(2):e23214. doi: 10.17795/iji-23214.
  • Jaiswal, G. (2018). Purslane in Cosmetics: A Review. International Journal of Science and Research (IJSR)7(11), 1341–1344. Retrieved from https://www.ijsr.net/archive/v7i11/ART20193014.pdf
  • Dkhil, M. A., Moniem, A. E. A., Al-Quraishy, S., & Saleh, R. A. (2011). Antioxidant effect of purslane (Portulaca oleracea) and its mechanism of action. Journal of Medicinal Plants Research5(9), 1589–1593.