Bactérias benéficas: o que são e quais os benefícios que trazem ao nosso organismo?

Você sabia que existem bactérias benéficas para o corpo? Elas estão presentes no trato intestinal, nas superfícies dos órgãos sexuais e em outros lugares.
Bactérias benéficas: o que são e quais os benefícios que trazem ao nosso organismo?

Última atualização: 17 junho, 2022

Esses organismos microscópicos unicelulares, sem núcleo, que se multiplicam por simples divisão (assexuada) ou pela produção de esporos, podem ser bactérias patogênicas ou benéficas para o homem. Ambos os tipos são capazes de colonizar o corpo a curto ou longo prazo.

Temos aproximadamente 39 trilhões de bactérias vivendo no corpo. Isso significa que, para cada célula que nos compõe, há no mínimo 1,3 micro-organismos dentro de um ser humano. Esses seres vivos contêm 150 vezes mais informações genéticas do que o genoma de nossa espécie.

Com todos esses dados queremos deixar claro que as bactérias colonizam a pele, o trato digestivo, o trato respiratório superior, a vagina, o pênis, a boca e muitas outras cavidades em contato com o exterior. Isto é uma coisa boa. Se você quer saber tudo sobre as bactérias benéficas, continue lendo.

Então nem todas as bactérias são ruins?

Quando mencionamos os termos “bactéria” e “corpo humano”, instintivamente pensamos em infecções e doenças. Nada poderia estar mais longe da verdade, pois existem milhões de micro-organismos que vivem dentro de nós sem nos causar nenhum tipo de dano (são comensais) ou mesmo nos beneficiar (simbiontes).

Quase todos os espaços do corpo que estão em contato com o exterior apresentam colônias bacterianas. De acordo com o portal Intramed, o número total desses micro-organismos e seu material genético é chamado de microbioma. Por outro lado, a população microbiana dos diversos ecossistemas do corpo é conhecida como microbiota.

Todos esses sistemas colonizados incluem a boca, a pele, os órgãos sexuais, o trato respiratório superior, os olhos e, claro, o sistema digestivo. Por outro lado, quando as bactérias se infiltram em sistemas fechados, elas podem ter efeitos devastadores. É o caso da endocardite (infecção do coração), por exemplo.

A microbiota intestinal é o exemplo mais claro de um microbioma eficaz, porque de acordo com o portal Gut Microbiota for Health, a grande comunidade bacteriana neste sistema inclui pelo menos 1.000 tipos de bactérias, que pesam até 2 kg da massa total de uma pessoa. É claro que conceber a vida como ela é hoje seria impossível sem esses micro-organismos.

Microbiota intestinal composta por bactérias benéficas.
A microbiota intestinal é um claro exemplo de coexistência entre bactérias e seres humanos.

Quais os benefícios que essas bactérias geram para o nosso corpo?

As bactérias benéficas humanas, também conhecidas como simbiontes, têm muitos efeitos positivos. Falamos de alguns resumidos em documentos informativos, como o apresentado pela Sociedade Espanhola de Doenças Infecciosas e Microbiologia (SEIMC).

Metabolismo

Muitos tipos de bactérias intestinais possuem enzimas para metabolizar celulose, hemicelulose e pectina em açúcares simples que podem ser absorvidos pelo corpo humano. Isso representa aproximadamente 10% da ingestão calórica em uma pessoa adulta.

Outras dessas colônias são capazes de sintetizar vitaminas, como B12 e K, que não podem ser produzidas por células humanas. Graças a elas somos capazes de digerir substâncias que de outra forma seriam impossíveis.

Defesa

Conforme indicado pelo portal Biocodex, a microbiota localizada em todas as partes do corpo humano tem uma função defensiva clara. Os micro-organismos que nos colonizam dificultam a instalação de outros patógenos, pois estão ocupando espaços e recursos essenciais para uma infecção.

Além disso, outras bactérias têm uma função defensiva ativa. Um exemplo disso são os do gênero Lactobacillus, presentes na vagina. Estes produzem ácido lático, um composto que mantém o pH entre 3,8 e 4,4. Este meio é muito desfavorável para vários patógenos.

Especialização do sistema imunológico

A flora intestinal é um conjunto de micro-organismos dos primeiros com os quais o ser humano entra em contato. Simplificando, podemos dizer que essas bactérias colonizadoras “ensinam” aos linfócitos quais agentes do ambiente são benéficos e quais são patogênicos. Isso incentiva uma especialização do sistema imunológico.

Probióticos e bactérias benéficas na flora intestinal

Você pode ter ouvido muito sobre probióticos ultimamente, pois muitos benefícios foram descobertos nas últimas décadas. De acordo com a Clínica Mayo, um probiótico é um alimento ou suplemento que contém organismos vivos responsáveis por manter ou melhorar a microbiota normal.

Este termo não deve ser confundido com o de prebiótico, pois este último se refere a alimentos que atuam como promotores do crescimento de bactérias benéficas já presentes. Em geral, são ricos em fibras e outros elementos vegetais.

Entre os benefícios dos probióticos na flora intestinal e no bem-estar encontramos os seguintes:

  • Eles fortalecem a atividade do sistema imunológico.
  • Eles deslocam micro-organismos nocivos e impedem sua proliferação.
  • Eles ajudam na digestão.
  • Colaboram na formação de nutrientes essenciais, como a vitamina B12.
  • Estimulam a formação de ácido lático, o que diminui o pH intestinal.
  • Favorecem a absorção de cálcio, magnésio e ferro.
  • Eles reduzem os sintomas de certas patologias.

Como indica o portal Anales de Pediatría, não estamos saindo de um campo teórico. Os probióticos demonstraram ser úteis no tratamento da diarreia aguda em crianças, diarreia do viajante em adultos e infecções por Helicobacter pylori.

Existem alimentos probióticos, como iogurte, kefir ou chucrute, presentes em cadeias alimentares típicas. Estes contêm bactérias vivas benéficas para os seres humanos.

Iogurte com probióticos.
Alimentos como iogurte ou kefir são estimulantes naturais para a saúde da microbiota intestinal.

Pode te interessar: Probióticos para bebês

As bactérias são benéficas se não passarem para o sangue

Como tudo nesta vida, as bactérias benéficas para os humanos podem ter dois lados. Em pessoas imunossuprimidas ou com certos distúrbios da motilidade intestinal, por exemplo, pode ocorrer supercrescimento bacteriano negativo.

Além disso, quando uma bactéria (seja boa ou ruim) entra na corrente sanguínea e se multiplica, estamos em uma situação muito perigosa. Em suma, podemos dizer que as bactérias são aliadas, desde que proliferem em seus ecossistemas correspondentes e não cresçam fora de controle.

Pode interessar a você...
Benefícios dos probióticos para a saúde
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Benefícios dos probióticos para a saúde

Você quer descobrir tudo sobre os possíveis benefícios dos probióticos para a sua saúde? Então não perca as informações deste artigo!