As sopas detox não desintoxicam seu corpo

6 de novembro de 2019
Existe a crença de que é necessário “limpar”, “depurar” e “desintoxicar” o organismo com sopas detox e do mesmo tipo, no entanto isso não é verdade.

As sopas detox são uma ideia deriva da prática do souping, que consiste em consumir por um tempo determinado apenas cremes ou caldos à base de vegetais. De acordo com essa prática, as sopas deverão ser preparadas com alimentos orgânicos, nutritivos, mas ao mesmo tempo muito leves.

Muitas pessoas procuram esse tipo de preparo para perder peso, mas também para “limpar” o organismo das famosas toxinas. Elas creditam que devem “ajudar” o organismo a realizar seu trabalho e, sem perceber, caem em uma rede de boatos.

O medo das toxinas

Foi muito difundida a ideia de que as toxinas são um conjunto de substâncias que, ao serem introduzidas no organismo, prejudicam as células, causando o aparecimento de todo tipo de problemas de saúde (desde obesidade até estresse crônico), assim como também o envelhecimento prematuro.

Em poucas palavras, deu-se a entender que as toxinas prejudicam o equilíbrio do organismo e que podem ter acesso a ele por meio do consumo de medicamentos, da ingestão de vegetais que foram cultivados com pesticidas, da contaminação do ar, etc.

Muito foi falado a respeito. No entanto, em sua grande maioria, tudo isso é falso. O organismo não está “intoxicado” (a não ser que seja de álcool ou drogas), e não precisa do apoio de nenhum elemento (como uma sopa detox nesse caso) para realizar suas funções corretamente.

As toxinas não vão causar uma “sobrecarga” dos sistemas. Apenas quando existe um problema renal ou outra condição diagnosticada, na qual estejam comprometidos os órgãos responsáveis por processar as substâncias, que é preciso tomar medidas para ajudar os rins (por exemplo) a realizar sua função.

E o que se deve fazer com as sopas detox?

Não é recomendável manter uma alimentação à base de sopas detox, nem de nenhum outro tipo de preparo similar. Os benefícios proporcionados por seus ingredientes só podem ser obtidos por meio de uma alimentação adequada e, por sua vez, da manutenção de um estilo de vida saudável.

De fato, o mais recomendável é utilizar as receitas dessas sopas para ter maior variedade em seu menu, para incorporar de uma forma diferente e agradável aqueles vegetais que talvez você não tenha se animado a consumir com regularidade ou, simplesmente, para desfrutar de uma nova receita.

Algumas recomendações

  • Opte sempre por manter uma alimentação equilibrada, que contenha todos os grupos de alimentos em quantidades moderadas, e evite as famosas “dietas milagrosas” que só se focam no consumo de um determinado tipo de alimento, como, por exemplo, uma fruta ou um vegetal.
    • Não é saudável se alimentar apenas com um único tipo de alimento, já que o organismo precisa de variedade para poder obter todos os nutrientes que necessita para funcionar corretamente.
    • Não exclua nenhum alimento da sua dieta a menos que o médico te indique.
    • Tenha sempre em mente que nenhum alimento, por conta própria, é capaz de curar ou tratar doenças. O mais adequado é manter um estilo de vida saudável.
  • Reduza seu consumo de sal e, em seu lugar, opte por condimento seus pratos com especiarias.
  • Não pule refeições e em vez de realizar apenas três refeições pesadas por dia, realize 5 com quantidades pequenas para, assim, proporcionar ao seu organismo o que ele necessita, além de contribuir com a sensação de saciedade.
  • Em vez de incluir nos seus lanches bolos, guloseimas e afins, prefira um pedaço de fruta ao natural. 
  • Faça exercício diariamente. Pelo menos entre 30 e 40 minutos por dia.
  • Beba suficiente quantidade de líquidos diariamente. Sempre dando prioridade à água e às bebidas naturais (como os sucos de frutas caseiros, por exemplo).
  • Evite os refrigerantes e, em geral, as bebidas industrializadas (chás, sucos, águas de sabor, etc.), pois têm um teor excessivo de açúcar e outros ingredientes que não contribuem em nada para a sua saúde.
  • Caso você não se sinta bem, evite a automedicação e sempre consulte seu médico antes de realizar qualquer mudança em seu estilo de vida.

Por fim, para gozar de bem-estar no dia a dia, o mais adequado é manter hábitos de vida saudáveis e seguir sempre as recomendações do médico.

  • del Caño, G; Ojeda, P; Robles, B. Guía de los bulos en alimentación. Instituto #SaludsinBulos. [Documento disponible en línea].
  • Klein, Alice & Kiat, Hosen. (2014). Detox diets for toxin elimination and weight management: A critical review of the evidence. Journal of human nutrition and dietetics : the official journal of the British Dietetic Association. 28. 10.1111/jhn.12286.