Artroscopia do joelho: quais são seus benefícios?

Graças à artroscopia do joelho, o cirurgião é capaz de ver a articulação em sua totalidade durante a operação. Descubra mais a seguir.
Artroscopia do joelho: quais são seus benefícios?

Última atualização: 09 Fevereiro, 2021

A artroscopia do joelho é um procedimento cirúrgico utilizado em traumatologia e cirurgia ortopédica. Com essa técnica, o diagnóstico é facilitado e muitos problemas e doenças localizadas dentro da articulação são tratados.

Na Espanha, por exemplo, a artroscopia do joelho tem sido usada regularmente desde os anos setenta. Por essa razão, apesar de ser realizada há anos, ainda é considerada uma nova técnica em contínuo avanço e expansão.

É necessário ter em mente que, apesar de ser um método muito menos invasivo que outros, a artroscopia do joelho é um procedimento cirúrgico. Por esse motivo, só deve ser realizado por cirurgiões especializados em traumatologia e cirurgia.

A imagem obtida é coletada graças a uma câmera e é necessária apenas uma incisão mínima que mal deixa cicatriz. É um método pouco invasivo que permite reduzir o tempo de internação hospitalar. Na maioria dos casos, os pacientes recebem alta no mesmo dia, facilitando a recuperação.

Indicações para a artroscopia do joelho

Indicações para a artroscopia do joelho
Essa técnica permite visualizar o interior do joelho de forma minimamente invasiva.

Existem vários problemas ou lesões em que essa técnica muito útil é usada. Doenças de vários tipos e lesões podem danificar diferentes partes da articulação, tais como:

  • Osso.
  • Cartilagem.
  • Ligamentos.
  • Meniscos.
  • Tendões.
  • Músculos.

Leia também: Fortalecimento de tendões e ligamentos  do joelho

Lesão ligamentar

A lesão do ligamento cruzado é uma das lesões que requerem artroscopia do joelho para a obtenção de um diagnóstico preciso. A lesão pode ocorrer nos ligamentos anterior e posterior.

O ligamento cruzado anterior é o ligamento isolado com importante função de estabilidade. Sua denominação se deve ao fato de que ele cruza com outro ligamento chamado de ligamento cruzado posterior, que tem direção anterior-posterior e médio-lateral.

Essa lesão é o problema intra-articular mais comum e geralmente é causada por uma torção lateral da perna. Além disso, se estiver associada à ruptura do menisco interno e do ligamento lateral interno, é chamada de tríade. É muito comum em jogadores de futebol.

Em uma pessoa jovem, moderadamente ativa, com desconforto e sensação de fraqueza, é preciso reconstruir o ligamento. Isso ocorre porque, a médio prazo, costuma provocar a degeneração articular precoce e predispõe a lesão meniscal.

Lesões meniscais

Para qualquer problema no joelho, é necessária uma artroscopia do joelho
As lesões meniscais costumam ser uma das principais indicações para o uso dessa técnica, tanto no diagnóstico quanto no reparo.

O menisco é uma fibrocartilagem que possui funções importantes dentro do joelho, como:

  • Amortecimento.
  • Proteção da cartilagem.
  • Melhorar o funcionamento da articulação.

Às vezes, quando ocorre uma lesão limpa, recente e periférica, o menisco pode ser suturado. Existem dois tipos de sutura: na sua totalidade, com uma artroscopia do joelho, ou mista, menos frequente.

Com uma artroscopia do joelho, os transplantes de menisco de doadores de tecidos também podem ser realizados.

Desgaste ou degeneração da cartilagem articular

A cartilagem é uma camada perolada de baixo atrito que cobre a articulação do fêmur, da tíbia e da patela do joelhoA artrose é a causa mais comum de lesões na cartilagem.

No entanto, existem outras causas que levam a essa situação. Ela também pode ser causada por osteocondrite dissecante, infecções, problemas metabólicos ou traumatismos, entre outros. Dependendo da idade, da atividade e das expectativas do paciente, existem várias técnicas cirúrgicas para reparar ou reconstruir a cartilagem.

Confira ademais: Reabilitação do joelho após operação do menisco

Benefícios da artroscopia do joelho

Artroscopia do joelho cirúrgica
Graças a essa técnica, o tempo de internação é reduzido, facilitando uma recuperação rápida do paciente.

A vantagem dessa técnica em relação a outros procedimentos cirúrgicos comuns é que o cirurgião é capaz de ver a articulação em sua totalidade. Isso é conseguido graças a um pequeno instrumento chamado artroscópio.

Outra das vantagens da artroscopia do joelho é que é necessário fazer apenas pequenas incisões. Assim, essa técnica geralmente envolve uma redução no tempo de internação hospitalar e uma rápida recuperação.

Muitos dos pacientes que se submetem à artroscopia do joelho podem deixar o centro médico no mesmo dia em que são operados. Por sua vez, como exige apenas pequenas incisões, obtém-se um melhor resultado estético, principalmente em áreas expostas do corpo.

Mas não se esqueça de que os pacientes submetidos à artroscopia do joelho podem fazê-lo devido a diferentes lesões ou patologias. Portanto, as condições anteriores condicionarão sua estadia no hospital e seu tempo total de recuperação. Em resumo, nem todos os pacientes responderão igualmente a essa cirurgia.

Pode interessar a você...
Como acalmar a tendinite com soluções naturais
Mejor con SaludLeerlo en Mejor con Salud
Como acalmar a tendinite com soluções naturais

Se em algum momento chegarmos a apresentar esse tipo de condição, seja por nossa profissão ou má postura, o importante é seguir as recomendações para evitar que se agrave.



  • Arabia, J. J. M., & Arabia, W. H. M. (2009). Lesiones del ligamento cruzado anterior de la rodilla. Iatreia. https://doi.org/10.5455/medarh.2014.68.350-352
  • Castiella-Muruzábal, S., López-Vázquez, M. A., No-Sánchez, J., García-Fraga, I., Suárez-Guijarro, J., & Bañales-Mendoza, T. (2007). Artroplastia de rodilla. Rehabilitacion. https://doi.org/10.1016/S0048-7120(07)75532-9
  • Estévez Perera, A., Díaz Hernández, I., Porro Novo, J., Torres Carballeira, R., & Calderón García, A. (2008). Evaluación y entrenamiento isocinético en rehabilitación post artroscópica de rodilla de paciente con Artritis Reumatoide. Revista Cubana de Reumatología: RCuR10(11), 11–19.
  • Gicquel, P. (2009). Artroscopia en el niño. EMC – Técnicas Quirúrgicas – Ortopedia y Traumatología. https://doi.org/https://doi.org/10.1016/S2211-033X(09)71601-9