Aprenda a nadar debaixo d’água com estas dicas

30 de janeiro de 2019
Para nadar debaixo d'água é essencial aprender a respirar adequadamente, assim como perder o medo, afim de evitar bloqueios em possíveis momentos críticos.

A temporada de férias chegou, e muitos escolhem um destino com praia para descansar e relaxar. Nadar debaixo d’água é, sem dúvida, uma atividade muito prazerosa e que todos devem experimentar alguma vez.

A sensação de ausência de peso e a beleza do fundo do mar tornam esta atividade não apenas um esporte, mas um verdadeiro prazer para os sentidos.

Antes de nadar debaixo d’água

Antes de mais nada, é importante evitar as mudanças bruscas de temperatura, nos molharmos pouco a pouco com a água onde vamos praticar. Desta forma, eliminamos o perigo de sofrer um corte de digestão. Lembre-se que depois de comer o sangue fica concentrado no processo de digestão. Se mergulharmos, sofremos o golpe da água fria e o sangue se redistribui, o que deixa a digestão incompleta.

Antes de nadar debaixo d'água pergunte o lugar apropriado

Também é muito importante respeitar sempre qualquer indicação ou sinalização do local onde vamos nadar, especialmente se formos com crianças. No caso da praia, geralmente há bandeiras ou indicadores do risco de ondas naquele momento.

Descubra: Muito importante para todos os pais! O afogamento secundário de crianças

Prenda a respiração

Em primeiro lugar, para nadar debaixo d’água precisamos aprender a prender a respiração. Quanto mais tempo formos capazes de conter o ar nos pulmões, mais agradável será a experiência e poderemos nos movimentar mais habilmente debaixo d’água.

Crianças e pessoas que têm medo de mergulhar podem começar a praticar na banheira, ou em piscinas não muito profundas. Podemos contar os segundos para verificar como estamos aumentando a resistência e a capacidade pulmonar. No entanto, devemos sempre fazer isso com bom senso, e sem atingir o limite que possa comprometer nossa segurança.

Outra opção para começar a apreciar a vista do fundo do mar enquanto se mergulha, é o uso de snorkels. Este método muito simples, que consiste em um tubo através do qual respiramos pela boca, leva algum tempo para a sua adaptação. Devemos sempre tentar não submergir demais, para que a água não entre na parte superior do tubo.

Perder o medo

O medo de nadar debaixo d’água é um grande impedimento para aproveitar essa empolgante atividade. Devemos enfrentar o medo do desconhecido ou possíveis traumas do passado e, gradualmente, nos sentiremos mais seguros em um meio tão diferente quanto a água. Para isso existem cursos com monitores especializados que nos orientarão, e oferecerão muitas informações para o nosso progresso.

Prenda a respiração ao nadar debaixo d'água

Acima de tudo, o mergulho é muito importante ter um autocontrole sobre nossas emoções, fobias ou ansiedades. Uma situação de estresse ou de estado de pânico sob a água pode ser muito desagradável e perigosa para nossa integridade física. Devemos saber controlar as emoções e não perder a serenidade em um momento crítico ou incerteza.

Você sabia? Como superar o medo da água e melhorar sua técnica de natação

Como um peixe na água

Sentir-se como um peixe na água à uma certa profundidade é uma sensação quase mística. Combina a sensação de leveza que podemos sentir debaixo d’água, na qual nosso o peso desaparece, com a possibilidade de movimentos em todas as direções. Além disso, a natação é um dos esportes mais completos, pois atua em todos os músculos do corpo.

Como fazemos isso?

  • Em primeiro lugar, inspire profundamente e mergulhe pela primeira vez debaixo d’água, com confiança em si mesmo.
  • Logo depois, dê algumas braçadas para imergir, e deixe seu corpo deslizar pela água.
  • Mas, se isso lhe for difícil, imagine-se uma sereia que se move sem dificuldade, com o movimento do abdômen e da cauda.
  • Assim que você perceber que o ar está acabando, tome um impulso para cima, respire fundo, e submerja novamente.
  • Também, você pode manter os pés juntos como se fossem uma cauda, ou então abrir e fechar as pernas para nadar. Encontre seu próprio estilo, e o que faz você sentir-se mais à vontade.

Logo depois de começar seus primeiros mergulhos para nadar debaixo d’água, considere ir um pouco mais longe. Existem cursos qualificados com profissionais para praticar mergulho em diferentes profundidades.

Sem dúvida, essa é uma das experiências mais maravilhosas que o mar oferece, já que através dela você poderá conhecer o fundo do mar em primeira mão.