Primeiros socorros no caso de amputação acidental de um dedo

A amputação acidental de um dedo é uma das causas mais comuns de cirurgia urgente da mão. Existem certas medidas que podem ajudar a salvar o membro. Neste artigo, explicamos tudo a você.
Primeiros socorros no caso de amputação acidental de um dedo

Última atualização: 27 Junho, 2021

A amputação acidental de um dedo é uma situação de emergência comum. A maioria dos casos ocorre nos dedos da mão. Existem muitas causas que podem levar a esse problema, como acidentes de trânsito ou acidentes de trabalho em fábricas ou fazendas.

Também pode haver amputação acidental de um dedo secundária a uma eletrocussão, queimadura ou congelamento. Existem até culturas em que isso é feito como uma punição para criminosos ou como um ritual.

Poucas pessoas sabem como agir corretamente em caso de amputação acidental de um dedo. Portanto, neste artigo, explicamos as medidas de primeiros socorros mais básicas. Isso pode minimizar o risco de perda do membro.

Primeiros socorros diante da amputação acidental de um dedo

De acordo com um estudo realizado no Hospital de San José, na Colômbia, a amputação acidental de um dedo é uma das causas mais importantes de atendimento de emergência. Na verdade, é uma das emergências mais frequentes em cirurgia das mãos.

Esta é uma lesão que deve ser tratada rapidamente. Quanto mais precoce e eficiente for o atendimento, maior a probabilidade de a parte amputada ser reimplantada. Portanto, o primeiro passo é ligar para um serviço de urgência.

Ao ligar, é fundamental explicar como foi o acidente e as características da lesão. Um corte limpo não é o mesmo que um quadro de esmagamento. O serviço médico informará quais são os passos que devem ser seguidos.

1. Pare o sangramento

Uma vez que o serviço de emergência tenha sido contatado, o primeiro passo (que também pode ser feito simultaneamente com a ligação) é estancar o sangramento. Após a amputação acidental de um dedo, geralmente ocorre um sangramento significativo.

Você deve tentar parar a hemorragia pressionando a ferida. Ao mesmo tempo, o braço com a lesão deve ser levantado acima da altura do coração. Isso dificulta o fluxo do sangue nessa direção. No entanto, não é recomendado apertar ou enfaixar a área com muita força.

Aplicar muita força em qualquer parte do membro pode causar a interrupção do fluxo sanguíneo. Isso é prejudicial para o dedo, pois ele entraria em isquemia e a sua reconstrução não seria mais viável.

Dedo amputado
As amputações de dedo no local de trabalho são problemáticas do ponto de vista das seguradoras, e afetam a qualidade de vida do paciente no período posterior.

2. Acalme a pessoa

Um artigo do Doutor Leopoldo Cagigal explica que acalmar o acidentado é outro passo básico. A amputação acidental de um dedo causa muita dor e pode até levar ao choque.

É por isso que se recomenda deitar a pessoa. O ideal é elevar os pés para evitar tonturas. Da mesma forma, é aconselhável agasalhar o paciente com um cobertor ou roupa. Você deve tentar falar, incutindo calma e segurança.

Há uma tendência a pensar que dar comida ou bebida alcoólica é benéfico. No entanto, o oposto é verdadeiro. Na verdade, é aconselhável não comer ou beber nada, caso um procedimento cirúrgico deva ser realizado nas horas seguintes.

3. Cuidados com o dedo amputado

Existem muitos mitos sobre o que fazer em caso de amputação acidental do dedo. Em filmes e séries, essa cena é vista de forma recorrente, mas muitas das performances que aparecem não são corretas.

Um artigo da American Academy Orthopaedic Surgeons explica resumidamente o que devemos fazer nestes casos. A primeira coisa é limpar a lesão, se possível com uma gaze estéril. Não há necessidade de retirar os anéis ou retirar a roupa do paciente. Também não se recomenda esfregar a área.

Em relação ao dedo amputado, uma vez limpo, deve ser coberto com uma gaze úmida. Além disso, você deve guardar qualquer pedaço do dedo, sem descartar nada, por menor que seja. Feito isso, coloque a parte amputada em um saco impermeável limpo e feche-o hermeticamente.

No caso de haver vários dedos amputados, coloque-os em sacolas. Esses sacos devem ser colocados em outros que contenham gelo. O mais adequado é manter o dedo a cerca de 4 graus de temperatura.

Cuidados hospitalares no caso de amputação acidental de um dedo

Como vimos, a prioridade em caso de amputação acidental de um dedo é chegar o antes possível a um centro de saúde. Assim que chegar ao hospital, o principal será a estabilização do paciente. O médico examinará o coto e o dedo. Isso determinará se ele pode ser reimplantado.

De qualquer maneira, geralmente administra-se anestesia para curar a ferida. É necessário que o profissional desbride bem a ferida para remover qualquer tecido danificado remanescente.

A via final geralmente é a cirurgia, seja para reconstruir o dedo ou para fechar a ferida. Um estudo publicado na Revista da Sociedad Andaluza de Traumatología y Ortopedia, afirma que o uso de curativos semipermeáveis ​​favorece a regeneração em pouco tempo.

Quando é aconselhável não unir o dedo amputado?

Existem muitos motivos pelos quais não se recomenda a reimplantação do dedo decepado. Um deles é que a lesão seja muito complexa e a mão não esteja em boas condições, como depois de um esmagamento. Outro motivo é o fato de os pedaços não terem sido bem preservados.

Por outro lado, deve-se levar em consideração a saúde da pessoa que se acidentou. Existem certos aspectos, como idade, tabagismo ou diabetes, que influenciam negativamente o reimplante do dedo.

Reimplante de dedo
O tratamento de emergência é fundamental para prevenir complicações no dedo amputado. A última via de ação é a cirurgia.

Reimplante após a amputação acidental de um dedo

Após a amputação acidental de um dedo, há uma série de aspectos que o profissional deve avaliar para decidir se o dedo pode ou não ser reimplantado. Conforme explica o Serviço de Saúde de Navarra, o dedo não deve estar em isquemia há mais de 6 horas.

Recomenda-se tentar unir o polegar sempre que for possível, principalmente em crianças. O reimplante é mais provável se for um corte limpo.

Recuperação após a amputação acidental de um dedo

Após a amputação acidental de um dedo, o processo de recuperação pode ser longo. A maioria das pessoas precisa de reabilitação para manter a mobilidade da mão. Tudo depende de como foi a lesão.

No entanto, geralmente é necessário fazer exercícios regularmente, como estender lentamente o dedo. Para isso, é recomendável colocar a mão sobre uma mesa e levantar delicadamente cada dedo. Você também tem que tentar dobrá-lo progressivamente.

É importante agir rapidamente

Em caso de amputação acidental de um dedo, é fundamental agir rapidamente. O que devemos ter em mente é que precisamos deter a hemorragia, mas sem interromper o fluxo sanguíneo.

Você também deve tentar preservar todas as partes que foram amputadas. Para isso, utilize sacos limpos e frios. Porém, o principal é sempre pedir ajuda e chegar ao hospital o mais rápido possível.

Pode interessar a você...
Primeiros socorros para uma queimadura superficial
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Primeiros socorros para uma queimadura superficial

Pequenos acidentes em casa podem resultar em uma queimadura superficial. Mas, podemos aplicar algum tratamento em casa como medidas de primeiros so...