Um gel capaz de reduzir sangramentos

3 de janeiro de 2019
Conheça um gel que poderá estancar sangramentos de forma rápida!

Nesse artigo contaremos a história de Joe Landolina, um jovem empreendedor de 17 anos que estudou na Universidade de Nova York. Logo no início da faculdade, ele fez uma descoberta que poderá salvar milhões de vidas em todo o mundo, começando nos próximos anos: um gel que pode estancar sangramentos em segundos!

Joe sempre foi muito interessado pela engenharia dos tecidos, que também é conhecida como medicina regenerativa. Devido ao seu interesse no assunto, fez diversas pesquisas sobre o assunto e desenvolveu, ainda na faculdade, um gel capaz de parar imediatamente hemorragias internas e externas. O gel pode fazer isso em apenas 10 segundos, e sem a necessidade de aplicar pressão.

O projeto teve início quando Landolina estava no primeiro semestre da faculdade. A ideia ganhou um concurso feito pela University of New York, e por isso ele obteve dinheiro de Isaac Miller, seu sócio nessa empreitada, para que ambos pudessem fundar uma empresa, chamada Suneris, Inc, e continuar com as pesquisas.

O produto final capaz de parar os sangramentos foi chamado de Veti-gel.

Joe continuou seus estudos e hoje possui um mestrado em engenharia biomédica. Sua empresa conta com mais 10 pessoas, e o gel milagroso está em vias de ser lançado.

Este projeto pode se tornar uma ferramenta importantíssima para salvar milhões de vidas em salas de emergência e UTIs improvisadas no mundo todo, por isso seu impacto potencial é até difícil de mensurar.

Do que é feito o Veti-gel?

vetigel

É provável que esteja curioso e intrigado para descobrir do que é feito o veti-gel. O gel é composto de um análogo de origem vegetal de algo chamado matriz extracelular (MEC).

Trata-se de uma combinação de proteínas e açúcares que se encontra ao redor das células, e é responsável pelas ações e comportamentos das mesmas. Cada órgão possui uma MEC diferente.

Quando o gel é aplicado, é “quebrado” em pequenos pedaços. Ao entrar em contato com uma ferida, reconstrói-se imitando o padrão da MEC na qual estiver encostado.

Em outras palavras, se o gel for aplicado na pele, terá propriedades de pele; se for aplicado no fígado, terá propriedades de fígado. Imita o tecido e, assim, o regenera.

Além disso, o gel também faz com que o corpo produza muitas fibras no momento em que é aplicado. Essas são fundamentais no processo de coagulação do sangue, e por isso também contribuem para estancar o sangramento rapidamente.

Saiba mais: Sangramentos vaginais fora do ciclo, qual a causa?

Fase de testes

Atualmente, o produto está em fase de testes em cerca de 1600 clínicas veterinárias. Depois da aprovação neste primeiro ambiente, o próximo passo será testá-lo para uso militar e em cirurgias de emergência devido a um trauma físico intenso.

A ideia é que o Veti-gel possa ser aprovado nestes dois mercados até o final deste ano, conforme a expectativa de seu criador.

Logo após estas aprovações iniciais, o gel revolucionário poderá ser lançado para o mercado de cirurgias em larga escala.

Acredita-se que possa ter diversas aplicações interessantes na sala de operação, como estancar sangramentos durante cirurgias vasculares e no caso de fígado danificado, por exemplo.

Além disso, esta nova tecnologia pode ter outras aplicações potenciais para tratar diversos tipos de feridas, como por exemplo, queimaduras severas.

A empresa de Joe está desenvolvendo pesquisas nesse sentido, para descobrir o que mais pode ser feito com o Veti-gel; a fim de beneficiar a população nos próximos anos.

Leia mais: Gengivas, por que sangram?

Pimenta para deter sangramentos

pimenta

Enquanto este gel milagroso não chega aos mercados, é possível recorrer a remédios caseiros para estancar sangramentos de cortes pequenos.

Uma dessas opções é usar pimenta dedo de moça ou pimenta caiena.

Esta especiaria oferece vários benefícios para a saúde, e é usada de forma medicinal pelos nativos americanos desde a antiguidade. com diversas aplicações em diferentes tratamentos.

O uso da pimenta pode ser feito de forma muito simples. Nesse caso, opte pela pimenta em pó.

Basta aplicar um pouco do pó diretamente no corte ou ferida que estiver sangrando. Deixe agir por um período curto, entre 15 e 20 segundos, e note como o sangramento se detém quase imediatamente.

É importante ressaltar que este método só deve ser usado em pequenos cortes que não sejam muito profundos. Se o caso for mais sério, o melhor a fazer é ir a um hospital e procurar ajuda.

  • Orman, J. A., Parker, J. S., Stockinger, Z. T., & Nemelka, K. W. (2018). The Need for a Combat Casualty Care Research Program and Trauma Registry for Military Working Dogs. Military medicine.
  • Choy, J. A. I., Domek, N., & Tavelli, J. (2016). Innovations in Traumatic Hemorrhage.
  • Chan, V., & Gui, C. (2017). Novel hemorrhage control technologies and their potential applicability in trauma medicine. University of Western Ontario Medical Journal86(1), 46-48.
  • Hymowitz, K. S. (2017). The New Brooklyn: What It Takes to Bring a City Back. Rowman & Littlefield.