7 alimentos que não se deve consumir à noite

1 de novembro de 2017
Há alguns alimentos que, à noite, podem causar problemas metabólicos e nos impedir de pegar no sono. Se não queremos deixar de consumi-los, deveremos deixá-los para outro momento do dia.

O consumo de um jantar saudável é tão importante quanto o resto das refeições principais, e há alguns alimentos que não se deve consumir à noite.

Ainda que muitos não deem atenção, os alimentos que ingerimos neste momento do dia desempenham um papel fundamental, tanto na qualidade de sono quanto na energia física e mental do organismo no dia seguinte.

Inclusive, os nutrientes obtidos à noite permitem manter o metabolismo ativo e, por sua vez, participam nos processos digestivos.

O problema é que muitos cometem erros ao escolher os alimentos para este horário e, devido a isso, o corpo se sobrecarrega e deixa de desempenhar funções importantes.

Como consequência, aumenta a tendência de sofrer com transtornos de sono e ocorrem dificuldades metabólicas devido às mudanças na atividade de alguns hormônios.

Além disso, muitas vezes ocorrem efeitos como o refluxo ácido que, ao causar uma sensação de ardor estomacal, nos impede de dormir bem.

Devido a isso, é fundamental saber quais são os alimentos que não se deve consumir à noite e, é claro, procurar alternativas mais leves e saudáveis.

Descubra-os!

Alimentos que não se deve consumir à noite

1. Carnes vermelhas

Evite o consumo de carne vermelha à noite

As carnes vermelhas estão cheias de proteínas e gorduras que tendem a dificultar o trabalho do sistema digestivo.

Apesar de podermos consumi-las de forma moderada, o ideal é evitá-las à noite para não sofrermos interrupções no sono.

Sugestões

  • Coma porções moderadas de carne, preferencialmente durante o almoço.
  • Procure escolher carne de primeira qualidade e evite as que tenham partes com muita gordura.

2. Brócolis

Este vegetal verde está cheio de nutrientes essenciais que, a troco de pouquíssimas calorias, ajudam a manter o organismo saudável e em forma.

Apesar disso, seu consumo à noite é desaconselhado, já que seus compostos de enxofre e fibra são um pouco mais difíceis de digerir.

Estes aumentam a produção de gases no intestino e, durante a noite, podem causar mal-estar estomacal.

Sugestões

  • Prepare suas receitas com brócolis durante o almoço.
  • Consuma cru ou fervido para aproveitar ao máximo suas propriedades.

3. Queijo

Evite os queijos à noite

O queijo, seja por si só ou adicionado em receitas, não deve ser consumido à noite pelas reações que causa no organismo.

Ele oferece um aminoácido conhecido como tiramina que, depois de assimilado, reduz a produção dos hormônios que regulam o sono.

Também pode causar uma leve reação inflamatória que causa sintomas digestivos e dores de cabeça.

Sugestões

  • Evite consumir queijo durante o jantar, independentemente da sua variedade.
  • Opte por outros laticínios como o leite e o iogurte, cujo teor de triptofano causa sono.

4. Carnes embutidas

A inclusão de carnes embutidas na dieta deve ser bem reduzida, já que são alimentos ricos em gorduras e compostos químicos que são prejudiciais se consumidos em excesso.

Estas não devem ser consumidas à noite, visto que são irritantes para o sistema digestivo e podem causar incômodos como o refluxo ácido.

Sugestões

  • Se desejar comer este tipo de alimento, faça isso durante o café da manhã ou o almoço.
  • Consuma apenas de forma ocasional, acompanhadas com alimentos saudáveis como o pão integral e os vegetais.

5. Doces

Não se deve consumir doces à noite

Todas as balas e doces feitos com açúcar refinado podem influenciar nos problemas de sono, principalmente se consumidos um pouco antes de irmos para a cama.

Estes aumentam os níveis de açúcar no sangue e, por não serem usados como fontes de energia, dão lentidão ao metabolismo.

Além disso, seus efeitos no cérebro podem aumentar o estresse e influenciar os pesadelos.

Sugestões

  • Limite o consumo de açúcares diariamente e evite-os por completo durante a noite.

6. Molhos apimentados

São deliciosos e podem realçar o sabor de muitos pratos. Porém, se consumidos a noite podem alterar a produção de ácidos no estômago e causar irritação.

Isto, somado ao fato de que oferecem muitas calorias, são razões suficientes para ingeri-los de forma moderada, em outros momentos do dia.

Sugestões

  • Limite o consumo de pimenta e outros molhos picantes.
  • Procure preparar seus molhos caseiros para evitar o consumo de aditivos químicos.

7. Refrigerantes e bebidas com gás

Não se deve consumir refrigerantes à noite

Consumir refrigerantes e bebidas carbonatadas pode, com o tempo, afetar a saúde do metabolismo.

O problema é ainda maior quando tomadas à noite, já que aumentam os níveis de glicose no sangue e causam dificuldades de sono.

Seus compostos irritam o estômago e aumentam a recorrência de sintomas como a inflamação e o refluxo.

Sugestões

  • Substitua estas bebidas por água ou infusões naturais.
  • Se decidir tomá-las, faça-o de forma ocasional, durante o dia.

Você costuma consumir algum destes alimentos que não se deve consumir à noite no jantar? Agora que sabe por que não é conveniente comê-los neste horário, procure evitá-los ao máximo.

Assegure-se de jantar bem, ingerindo alimentos leves, já que não é adequado pular esta refeição.

Recomendados para você