8 sinais de doenças cardíacas que não devemos ignorar

· 1 de outubro de 2017
Muitos dos sintomas das doenças cardíacas podem coincidir com os de outras doenças menos graves, mas não é por isso que vamos deixar de dar a eles a devida atenção.

Elas se transformaram nas principais causas de morte em todo o mundo, e a cada dia aumenta o número de pacientes diagnosticados. Por isso, é fundamental saber identificar os sinais de doenças cardíacas precocemente.

Elas afetam de forma direta o funcionamento do coração e, além disso, comprometem a saúde das artérias, a circulação e o cérebro.

Suas principais causas têm a ver com o sedentarismo e a má alimentação, ainda que certos fatores genéticos, estresse e maus hábitos de vida também influenciem.

O mais preocupante é que, na maior parte das vezes, se desenvolvem de forma silenciosa, o que impossibilita sua detecção e tratamento precoces.

Como consequência, surgem várias complicações no organismo e, com o passar do tempo, a qualidade de vida é reduzida.

Por esta razão é primordial prestar bastante atenção a qualquer sintoma que alerte de sua presença, tendo em conta que pode se apresentar de forma similar a outros problemas mais leves.

Queremos compartilhar através deste artigo 8 sinais de doenças cardíacas para que você os leve em consideração a partir de agora.

Principais sinais de doenças cardíacas

1. Dor no peito

A dor no peito é um dos sinais de doenças cardíacas

A dor no peito é um dos sintomas mais comuns das doenças cardíacas; porém, ela pode ocorrer por problemas mais comuns, como é o caso do refluxo ácido.

A maioria das pessoas pensa que este sintoma é um dos primeiros a se manifestar quando algo não está bem com o coração, mas o fato é que ele só aparece quando a doença já avançou a outro nível de gravidade.

Apesar disso, não devemos ignorar esta dor, principalmente se ocorre de forma recorrente e intensa.

2. Dor em várias partes do corpo

Ainda que a dor ou ardor no peito seja comum quando estamos sofrendo um ataque cardíaco, não devemos ignorar que ele também pode afetar a outras partes do corpo.

Frequentemente os problemas cardíacos afetam a circulação e a pressão, por isso podem derivar em reações incômodas nos sistemas próximos a este.

Mantenha-se alerta se você perceber dores nos seguintes pontos:

  • Ombros;
  • Braços;
  • Costas;
  • Pescoço;
  • Mandíbula;
  • Abdômen.

3. Pulso irregular

A medição do pulso é um dos métodos mais comuns para detectar se algo não está bem no sistema cardíaco.

Ainda que seja normal apresentar alterações no pulso de forma ocasional, é primordial acompanhá-lo quando esse tipo de coisa ocorre de forma contínua.

Na maioria dos casos suas variações são acompanhadas por sensação de fraqueza, enjoos e mal-estar geral.

4. Falta de ar

Perder o ar de forma repentina, sem fazer muito esforço físico, pode acontecer como sinal de asma ou da doença pulmonar obstrutiva crônica (EPOC).

Além disso, pode acontecer em casos de ataque cardíaco ou insuficiência cardíaca.

Sua presença indica que o sangue não está transportando o oxigênio de forma ótima e, portanto, a respiração não ocorre com normalidade.

5. Sudoração

Mulher sentindo dor de cabeça

A sudoração anormal, principalmente em estado de repouso, pode alertar para dificuldades cardíacas e, talvez, um repentino ataque cardíaco.

Neste último caso costuma se manifestar com uma sensação de suor frio, momentos antes do ataque central.

6. Pele pálida

Quando uma pessoa tem dificuldades cardíacas, o sangue não é transportado de forma ótima e, ao dificultar a oxigenação da pela ela tende a se tornar mais pálida ou com aspecto de “doente”.

O sintoma é muito mais notório quando a pessoa está a ponto de sofrer um ataque cardíaco ou tem desequilíbrios em sua pressão arterial.

7. Inflamação das articulações

A dor nas articulações pode ter relação com as doenças cardíacas

São muitas as doenças crônicas que podem provocar inflamação das articulações; porém, não se deve ignorar que elas podem ocorrer por problemas de pressão arterial alta.

Nestes casos deve-se à retenção de líquidos nos tecidos, o que afeta a circulação e a elasticidade das artérias.

8. Fadiga

Este sintoma tende a se manifestar com mais regularidade nas mulheres e pode acontecer momentos antes de um ataque cardíaco.

Porém, quem o sofre o desenvolve inclusive nas semanas prévias ao problema cardíaco.

A sensação de cansaço deriva das dificuldades para oxigenar as células, visto que o sangue passa com mais dificuldade pelas artérias.

Claro, é uma reação que deve ser avaliada em conjunto com outros sintomas, já que é comum na maioria das doenças.

Você reconhece estes sinais de doenças cardíacas em seu organismo? Se sim, e inclusive se não, procure fazer checkups médicos regulares para determinar se existe algum problema que coloque em risco sua saúde cardíaca.

Adote um estilo de vida saudável e trate de se manter ativo para reduzir o risco radicalmente.