8 alimentos para evitar durante a noite

· 16 de fevereiro de 2016
A ingestão de determinados alimentos em certas horas da noite esta associada com o sobrepeso e com as dificuldades que muitas pessoas apresentam para conciliar o sono.

Mesmo que o consumo de chocolate ao leite favoreça a memória e seja benéfico para manter uma boa saúde cerebral, este é um dos alimentos para evitar durante noite, pois além de gordura também contém cafeína.

É nesta hora que o organismo se prepara para descansar e finalizar algumas tarefas que não são possíveis durante o dia.

Por isso, quando sobrecarregamos o corpo com alimentos muito pesados, pode-se alterar o metabolismo e a secreção de hormônios responsáveis pelo sono.

Além disso, pode causar incômodos como o refluxo gástrico, que ocorre quando os sucos digestivos retornam para a garganta, causando uma sensação de ardência.

Assim, para evitar todos estes sintomas sempre se aconselha comer alimentos leves no jantar. E mais, que se faça isso no mínimo duas ou três horas antes de dormir.

Além disso, é preciso saber mais a respeito dos alimentos para evitar neste horário, afinal, eles dificultam a digestão. Conheça-os!

1. Macarrão

Macarrão é um dos alimentos que deve ser evitado durante a noite

Este é um dos alimentos que todos deveriam começar a evitar durante a noite. Mesmo que seja fácil de ser preparado e obtemos um prato muito delicioso, é rico em carboidratos que se convertem em gordura enquanto você dorme.

A gordura é de difícil digestão e diminui o metabolismo, impedindo que este trabalhe de modo adequado.

Não se esqueça de ler: As 5 coisas que não deveria colocar sobre a cama

2. Pizza

Apesar de ser pesada para o sistema digestivo é uma das mais consumidas durante a noite, antes de dormir.

Mesmo que seja deliciosa, está longe de ser um alimento leve. Assim, se já dá trabalho digeri-la durante o dia, imagina o quanto será difícil processá-la durante a noite.

É rica em gordura e tende a conter ingredientes com um alto índice de acidez. Assim, são estes que causam incômodos sintomas a nível digestivo.

3. Doces

Os doces são alimentos que devem ser evitados durante a noite

O consumo de doces aumenta de forma considerável os níveis de açúcar no sangue e pode estar associado com a maior incidência de pesadelos.

Tanto gorduras quanto açúcar impactam direto sobre as ondas cerebrais, o que pode conduzir a este efeito.

Por isso, para uma noite tranquila, relaxante e sem interrupções é melhor evitar os doces.

4. Carne vermelha

Não é recomendado suprimir por completo a carne vermelha da dieta, já que é uma das melhores fontes proteínas e ferro.

No entanto, a carne deve ser evitada ao máximo durante a noite. Isso porque alterará o sono ao sobrecarregar o sistema digestivo de tarefas.

5. Refrigerantes

Os refrigerantes devem ser evitados durante a noite

Estes não são aconselhados em nenhuma hora do dia, mas especialmente durante a noite. Tendem a ter muito açúcar e outras substâncias que geram acidez no corpo.

O ácido danifica as válvulas que conectam o estômago e o esôfago. Assim, causa refluxo gástrico e mais pressão estomacal.

6. Chocolate

O chocolate ao leite é rico em antioxidantes e é recomendado em pequenas porções para manter a boa saúde do cérebro e da memória.

No entanto, ingeri-lo antes de dormir não é tão aconselhado. A razão? O corpo permanecerá em repouso por várias horas e suas calorias se armazenarão como gordura.

Entretanto, saiba que o chocolate, especialmente o ao leite, contém quantidades significativas de cafeína e outros estimulantes que podem manter o cérebro acordado por mais tempo do que o necessário.

7. Queijo

O queijo é um dos alimentos que deve ser evitado durante a noite

Todos os alimentos à base de queijo devem ser consumidos, se possível, nas horas da manhã. Isto se deve ao seu alto conteúdo de gordura, que dificultam a digestão e estimulam a produção de ácido no estômago.

Comer no jantar hambúrgueres, cachorros quentes, lasanha e outros alimentos com grande quantidade deste alimento pode provocar graves transtornos de sono.

8. Molho picante

O chili ou os molhos picantes são saudáveis em pequenas quantidades e quando são acompanhados de outros alimentos ricos em nutrientes.

O inconveniente de comê-los aparece quando os ingerimos momentos antes de dormir devido à sua riqueza em calorias e carboidratos de combustão lenta.

Depois de conhecer estes alimentos alguns estarão se perguntando o que então se pode comer de noite.

Pois bem, em geral, aconselha-se comer frutas, verduras e cereais integrais que são alimentos que ajudam na digestão e favorecem o sono.

Também cai muito bem tomar infusões com propriedades calmantes como o chá de camomila, de valeriana ou de lavanda.

  • Bernardi, F., Harb, A. B. C., Levandovski, R. M., & Hidalgo, M. P. L. (2009). Transtornos alimentares e padrão circadiano alimentar: uma revisão. Rev Psiquiatr Rio Gd Sul, 209(31), 3.
  • Diez Garcia, R. W. (1997). Práticas e comportamento alimentar no meio urbano: um estudo no centro da cidade de São Paulo. Cadernos de Saúde Pública, 13, 455-467.
  • da Câmara Cascudo, L. (2017). História da alimentação no Brasil. Global Editora e Distribuidora Ltda.