7 sinais de infarto que as mulheres ignoram

· 10 de dezembro de 2017
O problema de muitas mulheres é que elas não identificam os sinais de infarto como tais, e os desconsideram por acreditarem que se devem a questões cotidianas.

As doenças do coração, incluindo o infarto, afetam tanto homens quanto mulheres; no entanto, a forma como se manifestam em cada um pode ser diferente. Neste artigo falaremos sobre alguns dos sinais de infarto nas mulheres.

O número de vítimas femininas de infarto tem aumentado nos últimos anos, não apenas porque sua detecção é mais difícil, mas porque as mulheres demoram mais a procurar um médico quando sentem seus sintomas.

O problema é que muitos dos sintomas iniciais se confundem com problemas mais leves, e raramente são considerados uma razão para ir à emergência.

Apesar disso, há algum tempo vêm-se conhecendo alguns sinais que, embora nem sempre indiquem este transtorno, poderiam ser úteis para ligar os alertas.

Nessa ocasião, compartilhamos em detalhes os 7 principais sinais de infarto que não devem ser desconsiderados.

Conheça-os!

Sinais de infarto aos quais devemos estar atentas

1. Sensação de asfixia

Mulher sentindo sintomas de infarto

A sensação de asfixia é um sintoma que costuma aparecer quando se apresentam certas infecções respiratórias; no entanto, se esse não é o caso, é provável que tenha a ver com dificuldades no coração.

  • A aparição deste incômodo, sobretudo ao realizar tarefas cotidianas, poderia estar alertando para o risco de sofrer um infarto.
  • Frequentemente vem acompanhado de uma pressão no peito e tosse recorrente.

2. Cansaço incomum

A sensação de cansaço pode ocorrer por transtornos do sono, má alimentação e excesso de atividade física.

No entanto, se começa a se manifestar de forma recorrente, sem razão aparente, poderia estar indicando problemas circulatórios e do coração.

  • A formação de placas de colesterol nas artérias interfere no fluxo sanguíneo e, ao sobrecarregar o coração, aumenta a pressão e o risco de infarto.
  • Por reduzir a oxigenação celular, tanto os músculos quanto as funções cognitivas se debilitam.

3. Insônia

Mulher com insônia

Os transtornos do sono como a insônia costumam ocorrer pelo excesso de trabalho, o uso prolongado de dispositivos eletrônicos e pelo estresse.

No entanto, no caso da mulher, pode ocorrer quando há mudanças hormonais significativas ou interferências no bom funcionamento cardíaco.

Frequentemente quem tem risco de hipertensão e infarto costuma apresentar problemas para dormir bem, sobretudo nos dias prévios a um ataque.

4. Suor frio

A aparição repentina de uma sudoração fria pode ser um sinal de alerta de infarto e transtornos cardiovasculares crônicos.

Como os demais sintomas, também pode ser ocasionada por um grande número de problemas, mas não é demais fazer uma consulta para descobrir se sua origem é o infarto.

  • Neste caso, ocorre porque o corpo multiplica seus esforços para regular a temperatura, por apresentar mudanças bruscas pelo esforço que o coração faz.
  • Ao mesmo tempo, devido às interferências no fluxo de sangue, podem ocorrer tonturas e mal-estar geral.

5. Dor no lado esquerdo do corpo

Mulher com dor no peito

A aparição de dor incomum no lado esquerdo do corpo é talvez um dos sinais mais claros de possíveis infartos na mulher.

  • Quem passa por esse problema pode sentir, inclusive desde de dias anteriores, uma dor no braço, nas costas e na mandíbula do lado esquerdo.
  • A manifestação deste sintoma pode ser gradual, ou seja, passando de leve a crônica conforme passam as horas.

6. Sensação de ansiedade

Há muitas situações que podem provocar um episódio de ansiedade repentina. Apesar disso, é fundamental ter cuidado com sua manifestação, já que, em muitos casos, pode afetar o ritmo cardíaco e levar a infartos.

  • Se a sensação de ansiedade vem acompanhada de pontadas no peito ou vertigem, o mais conveniente é ir ao médico.
  • Por outro lado, mesmo quando não ocasiona um ataque, é importante buscar um tratamento, pois sua recorrência pode alterar a pressão.

7. Refluxo ácido

Mulher com dor abdominal

A produção excessiva de sucos ácidos no estômago causa o que conhecemos como refluxo.

Este sintoma se manifesta com uma sensação de ardor no abdômen e no peito que, frequentemente, pode ser confundida com a dor que ocorre durante um infarto.

  • Embora poucos casos tenham a ver com este problema cardíaco, não se deve descartar a possibilidade, em especial se surge de forma recorrente e severa.

Você tem antecedentes de infarto na família? Sofre de obesidade ou vive no sedentarismo? Se tem estes fatores de risco e experimenta os sinais de infarto mencionados, vá ao médico o quanto antes.

De forma geral, ainda que não esteja exposta a estas condições, procure fazer checkups médicos e exames de sangue para verificar como está a sua saúde cardiovascular.