7 remédios caseiros para prisão de ventre severa

8 de dezembro de 2017
Uma dieta balanceada rica em fibras não só irá ajudá-lo a melhorar seu movimento intestinal, mas também se encarregará de evitar a prisão de ventre. Lembre-se de acompanhá-la com muita água

A prisão de ventre severa é um problema que já nos afetou a todos em algum momento de nossas vidas, tornando-se mais frequente quando chegamos à idade adulta.

Esta pode aparecer por:

  • Manter uma dieta desequilibrada, repleta de farinhas e gorduras
  • Não consumir fibras suficientes
  • Beber pouca água
  • Não fazer exercícios regularmente
  • O consumo de alguns medicamentos

Além de causar a incapacidade de ir ao banheiro adequadamente devido às fezes sólidas, esse problema também favorece o aparecimento de:

  • Gases e cólicas
  • Dor contínua na área abdominal e retal
  • Estresse

Embora a prisão de ventre não seja considerada um problema de grande magnitude, ela deve ser tratada a tempo, antes que os nervos dos intestinos se danifiquem e esqueçam como mobilizar as fezes.

Se você quiser saber como aliviar a prisão de ventre severa facilmente com remédios caseiros, continue lendo este artigo.

1. O tomate como remédio para a prisão de ventre severa

Tomate ajuda a controlar a prisão de ventre severa

O tomate é uma fruta que contém altos níveis de fibras e pode ser consumida de diversas maneiras, tanto crua quanto cozida, em saladas, molhos e sucos.

Se você desejar aliviar a prisão de ventre severa rapidamente, recomendamos prepará-la da seguinte maneira:

Ingredientes

  • 4 tomates
  • 2 colheres de sopa de açúcar (20 g)
  • 4 xícaras de água (1 litro)

Preparo

  • Descasque os 4 tomates, corte-os tão pequenos quanto possível.
  • Coloque-os em uma panela e polvilhe as 2 colheres de sopa de açúcar por cima.
  • Adicione o litro de água e deixe cozinhar por pelo menos 45 minutos, mexendo com frequência.
  • Retire do fogo e deixe repousar.
  • Despeje a mistura em uma jarra e coloque-a na geladeira.

Modo de consumo

  • Beba o preparo frio, em jejum, durante pelo menos 3 dias.

2. As ameixas

As ameixas são muito populares por serem repletas de antioxidantes, potássio, ferro, vitamina A e, além disso, ser um laxante natural.

  • Recomendamos que você coma 1 xícara de ameixa (150 g) no café da manhã por pelo menos 4 dias.

Isso não só permitirá que você ative os processos intestinais, mas também ajudará a manter esses órgãos saudáveis ​​e funcionando.

3. O mel irá ajudá-lo com seus problemas intestinais

Mel ajuda a controlar a prisão de ventre severa

O mel é conhecido por suas diversas propriedades e, entre elas, a que se destaca é a de favorecer os processos intestinais.

Ingredientes

  • 1 copo de água (200 ml)
  • 1 colher de mel puro (25 g)

Preparo

  • Em uma panela, adicione o copo de água e leve para ferver durante pelo menos 10 minutos.
  • Após o tempo indicado, desligue o fogo e adicione a colher de mel.
  • Deixe repousar durante 7 minutos.
  • Beba enquanto estiver quente.

Modo de consumo

Beba esta mistura todas as noites antes da hora de dormir e pela manhã, em jejum, por uma semana.

4. Solução de azeite e limão

Esses dois componentes podem se tornar um maravilhoso laxante natural, o que ajudará a melhorar os movimentos intestinais e a aliviar a prisão de ventre severa rapidamente.

Ingredientes

  • O suco de ½ limão
  • 1 colher de sopa de azeite (16 g)
  • 1 copo de água (200 ml)

Preparo

  • Esprema o suco de limão e coe-o.
  • Em um pote, adicione o copo de água juntamente com o suco de limão.
  • Ferva por 5 minutos e desligue o fogo.
  • Adicione a colher de sopa de azeite e deixe descansar até que esteja morna.

Modo de consumo

Beba esta mistura todas as manhãs, em jejum, durante pelo menos 5 dias.

5. Aveia e iogurte para prisão de ventre

Aveia com iogurte ajudam a controlar a prisão de ventre severa

A aveia é um cereal cheio de minerais, carboidratos, vitaminas e fibras.

Esta não só ajuda a combater o excesso de peso e o colesterol, mas também é capaz de aliviar problemas digestivos como a prisão de ventre severa.

Ao mesmo tempo, o iogurte ajuda a combater a prisão de ventre enquanto favorece a flora intestinal, permitindo a absorção adequada de nutrientes.

Leia também: 4 vitaminas com leite de aveia para reduzir a fome

Ingredientes

  • 5 colheres de sopa de aveia (50 g)
  • 4 iogurtes naturais (500 g)

Preparo

  • Misture os flocos de aveia diretamente com o iogurte.
  • Deixe repousar por pelo menos 20 minutos.
  • Consuma durante todo o dia.

6. Sementes de linho (linhaça)

Também conhecida como linhaça, essas sementes contêm ácidos graxos ômega 3 e fibras, e podem ser usadas para aliviar a prisão de ventre rapidamente.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de sementes de linho (10 g)
  • 1 copo de água (200 ml)

Preparo

  • Primeiro, devemos lavar as sementes de linho.
  • Depois, vamos adicioná-las dentro do copo de água e deixá-las descansar por 3 horas.
  • Tomaremos a mistura à noite antes de dormir por pelo menos 4 dias.

Conheça: Mingau de linhaça para tratar alergias na pele

7. Farelo de trigo

Aveia ajuda a controlar a prisão de ventre severa

É um alimento rico em ferro, fibra e potássio, o que o torna um laxante maravilhoso capaz de combater a prisão de ventre severa, melhorar a função intestinal e reduzir as cólicas.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de farelo de trigo (830 g)
  • 1 xícara de leite (250 ml)
  • 4 colheres de sopa de cereal (40 g) (a gosto)

Preparo

  • Adicione a farinha de trigo ao leite e deixe repousar durante 10 minutos.
  • Após o horário indicado, adicione o cereal.

Modo de consumo

Ao seguir estas dicas você poderá eliminar completamente a prisão de ventre naturalmente, e em pouco tempo.

  • Grupo de gastroenterología pediátrica zona suroeste de Madrid. (2012). Estreñimiento crónico. Guías conjuntas de actuación primaria-especializada. [En línea]. Disponible en: http://www.ampap.es/wp-content/uploads/2014/05/Estrenimiento_2012.pdf
  • Hernández-Magro, P. M., Luengas, C. C., Rosales, J. M. C., & Sáenz, E. V. (2006). Evaluación del tránsito colónico en el estudio del paciente con estreñimiento crónico. (Spanish). Anales de Radiologia, Mexico.
  • Schmulson Wasserman, M., Francisconi, C., Olden, K., Aguilar Paíz, L., Bustos-Fernández, L., Cohen, H., … Zolezzi, A. (2008). Consenso Latinoamericano de Estreñimiento Crónico. Gastroenterologia y Hepatologia. https://doi.org/10.1157/13116072
  • Botella, R., Martíne, F., López, J., Menes, A., & Tobos, R. (2011). Estrategias nutricionales ante el estreñimiento y la deshidratación en las personas mayores. Nutrición Hospitalaria. https://doi.org/10.1002/em