6 remédios naturais contra as doenças autoimunes

Quando o nosso próprio corpo nos ataca, é necessário procurar alternativas para não perder a qualidade de vida. Falamos das doenças autoimunes.

A seguir, oferecemos seis remédios naturais contra as doenças autoimunes que irão ajudá-lo a melhorar sua qualidade de vida e aumentar seu bem-estar.

As doenças autoimunes ocorrem como resultado de um erro no sistema imunológico. Elas atacam as células do próprio organismo. Quando esse problema surge, geralmente há uma resposta exagerada contra as próprias substâncias e tecidos. Em outras palavras, o corpo se defende de si mesmo.

Sintomas comuns

  • Fadiga
  • Febre
  • Vermelhidão
  • Inchaço
  • Inflamação crônica
  • Dores musculares e articulares
  • Calor excessivo, sem uma razão aparente

Seis remédios naturais contra as doenças autoimunes

Embora as doenças autoimunes sejam muito diversas, existem alguns remédios que serão muito úteis para melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Entre os mais comuns e eficazes estão aqueles que discutiremos a seguir.

1. Tomar chá

Mulher tomando chá

O chá verde e o chá preto contêm compostos benéficos como flavonoides, catequinas e teaflavinas. Estes são excelentes para combater e reduzir os efeitos das doenças autoimunes.

Como os chás podem trazer um novo sabor para o paladar, é aconselhável incorporá-los gradualmente. Caso contrário, você pode achar que seu sabor é desagradável e deixará de tomá-los em um curto espaço de tempo.

Uma boa opção para criar o hábito de beber chá é acompanhá-lo com frutas, como frutas cítricas ou frutas silvestres.

2. Comer mais maçãs

Outro dos remédios naturais contra as doenças autoimunes são as maçãs. Essas frutas são ricas em quercetina. Esse elemento reduz as reações alérgicas e diminui a inflamação, duas características comuns nas doenças autoimunes. A quercetina também pode ser encontrada em:

  • Frutas silvestres
  • Alcarrapas
  • Uvas vermelhas
  • Cebola roxa

É importante saber que a maior porcentagem de quercetina se encontra na casca desses alimentos. Portanto, você deve evitar comer a maçã sem casca.

3. Incluir mais receitas com cenouras na dieta

Cenouras

As cenouras contêm carotenoides, os pigmentos de plantas que incluem betacaroteno. O consumo destes alimentos corrige a deficiência e reduz consideravelmente a inflamação. Outras fontes que contêm carotenoides são:

  • Batata-doce
  • Damasco
  • Espinafre
  • Abóbora
  • Couve

Se o paciente sofrer de inflamação, deve tentar incluir um desses alimentos em sua dieta diária. Em pouco tempo, a inflamação irá diminuir.

4. Adicionar um pouco de gengibre

O gengibre é uma raiz muito benéfica para o organismo e é outro dos remédios naturais contra as doenças autoimunes.

Ajuda a reduzir a inflamação inibindo prostaglandinas, suprimindo a produção de citocinas pró-inflamatórias e quimiocinéticas. Tudo isso significa que reduz o impacto das doenças autoimunes.

Este alimento é especialmente recomendado para pacientes com artrite reumatoide. Você pode incluí-lo em sua alimentação ou beber uma xícara de chá de gengibre por dia.

5. Mais ômega 3

Alimentos fonte de ômega 3

O ômega-3 é um ácido graxo essencial que balanceia a formação de compostos químicos que provocam a inflamação. Esta substância pode ser obtida através dos seguintes alimentos:

  • Grão de bico
  • Salmão
  • Sardinhas
  • Anchovas
  • Nozes
  • Linhaça
  • Soja

6. Incluir mais fibra na dieta

Com um cólon saudável e ativo, é possível favorecer o trânsito intestinal, o que permitirá aliviar, sem dúvida, a carga sobre o sistema imunológico.

Para que isso seja possível, você deve aumentar o consumo de fibras na dieta diária. O melhor tipo de fibra é aquela encontrada, naturalmente, em:

A fibra é um dos melhores remédios naturais contra as doenças autoimunes. Ela ajuda a regular o organismo enquanto nos fornece vários nutrientes.

Tente evitar o consumo de alimentos processados, mesmo que o rótulo indique que eles são ricos em fibras. O problema com esses produtos é que eles também são ricos em açúcares e conservantes, dois elementos que agravarão os problemas.

Outras medidas para aumentar a qualidade de vida

1. Reduzir o estresse

Mulher fazendo meditação

É necessário procurar maneiras de conseguir aliviar do estresse diário. Desta forma, conseguimos combater os problemas causados por doenças autoimunes. Os métodos mais eficazes são:

  • Ioga
  • Meditação
  • Massagens relaxantes
  • Outras técnicas de relaxamento

Seria bom que o paciente praticasse várias dessas técnicas durante a semana. Pouco a pouco, você descobrirá aquelas que são mais eficazes e as que fornecem os benefícios mais imediatos. O segredo é ir tentando até achar a ideal para o seu caso particular. 

2. Dormir o suficiente

Descansar o suficiente é essencial para combater os sintomas das doenças autoimunes. Tenha em mente que a insônia ou um sono de má qualidade pode piorar outros sintomas e, em alguns casos, agravá-los.

Idealmente, durma de 6 a 8 horas seguidas à noite. Se você tiver dificuldades para atingir esse objetivo, tente tomar uma infusão ou exercitar-se mais durante o dia.

3. Manter uma dieta saudável

Manter uma dieta saudável

Uma dieta adequada mantém a boa saúde e fornece energia. Além disso, é capaz de melhorar os sintomas causados ​​por doenças autoimunes. A alimentação é essencial para o corpo e quanto melhor a qualidade dos alimentos, maiores serão os benefícios.

Recomendados para você