Cabelos danificados? Dicas de óleos para tratá-los

· 21 de outubro de 2014
Utilize esses óleos essenciais para reparar o cabelo danificado e ressecado, além de eliminar o frizz. Não exagere no uso para não conseguir efeitos contrários.

Os cabelos danificados se tornam frágeis por muitas razões, dentre elas estão o calor do secador, os instrumentos para fazer penteado, as condições climáticas e os tratamentos químicos.

Dessa forma, quando o cabelo está danificado torna-se opaco, com efeito frizz, sem volume, e principalmente, muito frágil.

Por isso, muitas vezes para reparar o cabelo não é necessário comprar produtos caros, basta buscar opções naturais. Portanto, nesse artigo trazemos informações sobre alguns óleos naturais capazes de reparar o cabelo danificados. Animada? Então confira!

1. Óleo de abacate para os cabelos danificados

O óleo de abacate tem um alto teor de nutrientes, ácidos graxos essenciais e aminoácidos, bem como vitaminas A, B, D e E.

Esse óleo ajuda a fortalecer o cabelo e devolve seu brilho natural, o que o torna excelente para uso como suavizante natural e, além disso, é ideal para tratamentos de hidratação.

2. Óleo de rícino

óleo de rícino para os cabelos danificados

O óleo de rícino é conhecido, principalmente, por ajudar no crescimento do cabelo. Mas, além disso, previne a fragilidade, hidrata, suaviza e ajuda a combater as pontas abertas.

Dessa forma, o uso regular do óleo de rícino nas raízes do cabelo e no couro cabeludo ajuda a combater os cabelos secos.

3. Azeite de oliva

O azeite de oliva é muito utilizado em diversos países, e é conhecido por suas excelentes propriedades hidratantes.

Além disso, oferece elasticidade e favorece o cabelo, já que é capaz de nutrir sua parte mais profunda, acabar com a caspa e contém poderosos antioxidantes.

Ademais, seu uso constante ajuda a clarear o cabelo, graças aos seus teores de peróxidos naturais.

4. Óleo de alecrim

Alecrim para os cabelos danificados

O óleo de alecrim é um grande estimulante dos folículos e, portanto, favorece o crescimento do cabelo; ajudando a prevenir sua perda e, principalmente, atrasando o desenvolvimento de cabelos brancos.

Leia também: Benefícios do alecrim para o cabelo

5. Óleo de amêndoas

O óleo de amêndoas atua como selante, ou seja, forma uma capa protetora sobre os fios do cabelo que impede que percam a hidratação.

Esse óleo, além disso, oferece nutrição ao cabelo, alisa sua cutícula e controla a descamação. Se aplicado diretamente no couro cabeludo, aliviará coceiras e melhorará a circulação sanguínea da região, evitando que o cabelo caia.

6. Óleo de coco para os cabelos danificados

Óleo de coco para os cabelos danificados

O óleo de coco é muito mais leve do que outros óleos, e é um dos poucos cujos benefícios foram comprovados cientificamente.

Além disso, é capaz de penetrar e nutrir o cabelo desde a raiz até as pontas, conseguindo oferecer todas as proteínas necessárias para nutri-lo e repará-lo.

Leia mais: Benefícios do óleo de coco na estética

Manteiga de karité

Não se trata especialmente de um óleo, mas é uma solução excelente para deixar o cabelo mais saudável, principalmente se está seco e apagado; visto que a manteiga devolve a vitalidade.

É fantástica para cabelos crespos que, de forma natural, costumam ser mais opacos do que outros tipos de cabelo. Tem um efeito incrível!

E você, que óleo prefere usar para cuidar do cabelo? Os resultados são bons? Compartilhe sua técnica conosco!

  • Paula, C. M. S. S. D. (2001). Alterações na ultra-estrutura do cabelo induzidas por cuidados diários e seus efeitos nas propriedades de cor.
  • Bogéa, L. C., De Carvalho, M. A., Mattos, F. R., & De Miranda, L. G. I. F. (2005). Dirigindo o Futuro dos Secadores de Cabelos. In Anais do V Congresso Brasileiro de Gestão do Desenvolvimento de Produtos. IGDP, Curitiba.