6 infusões naturais para aliviar os sintomas da menopausa

· 7 de março de 2017
Se você estiver tomando algum tipo de medicação para controlar os sintomas da menopausa, consulte um especialista antes de recorrer a estes remédios naturais.

A menopausa não chega de um dia para o outro e nenhuma mulher costuma estar preparada para isso. Em certos casos, os sintomas da menopausa se relacionam com outros problemas, como o cansaço e a insônia.

Também não existe uma idade pré-fixada para a chegada deste ciclo vital. Existem as que sofrem uma menopausa precoce e outras que, por outro lado, podem desfrutar de alguns anos mais com os hormônios atuando como protetores naturais da mulher.

No entanto, entre os 45 e os 50 anos já aparecem os primeiros sintomas da menopausa. Estes rompem o equilíbrio diário com o calor, o suor e a ansiedade.

O apoio médico sempre será de grande ajuda. Também será muito benéfico incluir na alimentação algumas infusões naturais que permitirão combater muitos destes sintomas.

Infusões naturais para aliviar os sintomas da menopausa

1. Erva-de-São-João

A erva-de-são-joão ou hipérico é um recurso natural muito utilizado na menopausa e, em especial, para tratar qualquer problema relacionado com as mudanças de humor, como a tristeza e a irritabilidade.

  • Ansiedade
  • Problemas Digestivos
  • Colón irritável
  • Fragilidade capilar

Pode ser consumido em infusão e, por sua vez, de forma tópica graças ao seu óleo essencial. Podemos tomar a erva de São João na forma de óleo. Neste caso, é apropriado consumir 3 ml por dia.

É uma planta muito rica em taninos com ação anti-séptica, além de vitamínica. No entanto, se você toma medicação para dormir, antidepressivos ou antiácidos, não é aconselhável tomar esta infusão.

Contém hipericina, um princípio com propriedades antidepressivas que nos ajuda a melhorar nosso humor em caso de depressões leves.

Ingredientes

  • Uma colher de sopa de erva-de-São-João seca (5 g).
  • 1 copo de água (200 ml).

Modo de preparo

  • Primeiro, ferva o copo de água.
  • Então, adicione a grama.
  • Deixe descansar antes de servir.

Leia também? 5 truques para ser feliz e saudável durante a menopausa

2. Alcaçuz

O alcaçuz pode ajudar a tratar os sintomas da menopausa

O alcaçuz contém um elemento chamado glicirrizina que consegue regular o estrogênio do corpo. Desta forma, ajuda a combater os sintomas associados à menopausa. Esta raiz é rica em:

  • Magnésio
  • Vitamina C
  • Cálcio
  • Flavonoides e beta-caroteno, muito adequados para tratar tanto a fadiga como as alterações de humor ou a depressão leve.

Graças a esse componente capaz de agir como um estrogênio natural, o alcaçuz nos ajudará a compensar a diminuição do hormônio orgânico.

Ingredientes

  • Uma colher de sopa de alcaçuz em pó (3 g).
  • 1 copo de água (200 ml).

Siga as indicações da infusão anterior e consuma-a todos os dias. É bom começar a tomá-la ao perceber os primeiros sintomas.

3. Passiflora e valeriana

A infusão de passiflora e valeriana pode ajudar a aliviar os sintomas da menopausa

A passiflora (Passiflora incarnata) é uma planta muito utilizada para tratar tanto a ansiedade como a insônia. Costuma-se dizer que sua ação é muito semelhante à de medicamentos que contêm benzodiazepínicos. Alguns de seus benefícios são:

  • Melhora nosso desempenho
  • Regula nossos ciclos de sono
  • Funciona como relaxante muscular

Pode ser utilizada em combinação com a valeriana, conseguindo assim um tratamento mais completo para desfrutar de um sono reparador e de um descanso mais profundo. No entanto, se você toma medicação que já contém benzodiazepínicos, essa infusão não é recomendada.

Esta combinação alivia a dor de cabeça, o mal-estar geral devido à ansiedade sofrida durante o dia, nos ajudando a estabilizar a frequência cardíaca. Você pode tomar uma infusão de valeriana e passiflora uma hora antes de ir dormir.

Ingredientes

  • 1 copo de água (200 ml)
  • Uma colher de mel (25 ml)
  • Uma colher de chá de valeriana (2 g)
  • Uma colher de chá de passiflora (2 g)

Modo de preparo

  • Primeiro, ferva o copo de água.
  • Em seguida, adicione as ervas.
  • Deixe descansar antes de servir.
  • Por fim, adoce com mel.

4. Tília

A infusão de flor de tília é muito adequada para aliviar a sensação de calor e o suor noturno durante a menopausa. Portanto, você deve tomá-la uma hora antes de ir dormir. A flor de tília pode ser encontrada em qualquer loja natural.

Ingredientes

  • 1 copo de água (200 ml)
  • Uma colher de sopa de flor de tília (10 g)
  • Uma colher de sopa de mel (25 ml)

Modo de preparo

  • Primeiro, ferva o copo de água.
  • Então, adicione a erva.
  • Depois, deixe descansar por 10 minutos.
  • Por fim, adoce com mel.

5. Sálvia

A infusão de sálvia pode ajudar a aliviar os sintomas da menopausa

Conhecida como a planta para a saúde das mulheres, está comprovado que a sálvia é excelente para combater muitos dos sintomas da menopausa, especialmente o suor noturno. Tome após as refeições, por 3 dias seguidos. Descanse por uma semana e comece de novo.

Ingredientes

  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • 4 colheres de sopa de folhas de sálvia (20 g)
  • O suco de meio limão

Modo de preparo

  • Primeiro, ferva a água e adicione as folhas.
  • Em seguida, deixe descansar por 20 minutos.
  • Por fim, adoce com mel e adicione o suco de limão.

Não deixe de ler: Aprenda a preparar infusão de sálvia e conheça os seus benefícios

6. Hamamélis

O hamamélis é outra planta muito saudável que pode nos ajudar a conseguir um sono reparador, a evitar a sensação de calor e a transpiração. Neste caso, você deve tomá-la uma hora antes de ir dormir.

Faça a infusão seguindo as instruções anteriores, adicionando uma colher de sopa de folhas secas (10 g) a um copo de água (200 ml). Adoce com mel e você verá que passará noites mais tranquilas.

Aproveite esses remédios naturais para combater os sintomas da menopausa. Lembre-se de visitar o seu médico, que pode determinar se você precisa de algum outro tratamento. E o mais importante de tudo: não deixe que a menopausa a faça se sentir mal; lembre-se que é um processo natural do seu corpo.

  • Bommer, S., Klein, P., & Suter, A. (2011). First time proof of sage’s tolerability and efficacy in menopausal women with hot flushes. Advances in Therapy. https://doi.org/10.1007/s12325-011-0027-z
  • Capote Bueno, M., Segredo Pérez, A., & Gómez ZayasI, C. (2011). Climaterio y Menopausia. Rev Cubana Med Gen Integr. https://doi.org/10.1038/298272a0
  • Carvajal-Lohr, A., Flores-Ramos, M., Marin Montejo, S. I., & Morales Vidal, C. G. (2016). Los trastornos de ansiedad durante la transición a la menopausia. Perinatología y Reproducción Humana. https://doi.org/10.1016/j.rprh.2016.03.003
  • Lachowsky, M., & Winaver, D. (2007). Aspectos psicosomáticos de la menopausia. EMC - Ginecología-Obstetricia. https://doi.org/10.1016/S1283-081X(07)70834-2
  • Couto Núñez, D., & Nápoles Méndez, D. (2014). Aspectos sociopsicológicos del climaterio y la menopausia. Medisan.