6 hábitos que ajudam a controlar o colesterol de forma natural

Manter uma dieta equilibrada, praticar exercício pelo menos três vezes por semana e evitar hábitos nocivos como o tabagismo, podem ser determinantes na hora de controlar o colesterol.

O colesterol é um tipo de gordura que interfere na atividade celular de todo o organismo.

Em certa medida, é essencial para o bom funcionamento do sistema cardiovascular, para o fígado e para a segregação de alguns hormônios.

Porém, quando se acumula em quantidades inapropriadas, transforma-se em um inimigo da saúde e, pouco a pouco, produz sintomas e doenças que afetam a qualidade de vida.

O mais preocupante é que não costuma se manifestar com sintomas contundentes e, devido a isso, vai formando uma placa grossa nas artérias, que acaba por produzir obstruções.

Como consequência ocorrem dificuldades circulatórias e, como se fosse pouco, aumenta o risco de doenças cardíacas de maior cuidado.

Por esta razão é muito importante pôr atenção e, principalmente, adotar hábitos saudáveis que ajudem a controlá-lo a partir de nosso estilo de vida.

Nesta oportunidade queremos compartilhar 6 recomendações para que não duvide em colocá-las em prática todos os dias.

1. Adote uma rotina de treinamento físico

Fazer exercício físico evita o colesterol

Uma rotina de treinamento físico é um dos melhores hábitos para regular os níveis de colesterol no caso de sofrer de hipercolesterolemia.

  • Esta atividade apoia os processos que removem o lipídio retido nas artérias e, por sua vez, favorece a síntese de gorduras saudáveis.
  • Por outro lado, é uma das práticas imprescindíveis para reduzir a porcentagem de gordura corporal, o que é chave para controlar este transtorno.
  • O ideal é dedicar, pelo menos, 30 minutos no mínimo 3 vezes por semana.

2. Limite o consumo de alimentos com colesterol

Ainda que grande parte do colesterol do corpo seja segregado pelo fígado, este também é absorvido através do consumo de diferentes alimentos que o contenham em quantidades elevadas.

É fundamental identificar quais são as fontes que o contém e, claro, limitar ao máximo sua inclusão na dieta.

  • Assegure-se de minimizar o consumo de comidas de origem animal, tais como as carnes vermelhas, os lácteos e a manteiga.
  • Evite os embutidos, as frituras e todo alimento que contenha gorduras saturadas ou trans.
  • Evite cozinhar com óleos vegetais refinados ou hidrogenados.

3. Inclua ácidos graxos ômega 3 em sua alimentação

Alimentos com omêga 3 para evitar o colesterol

Os ácidos graxos ômega 3 são um tipo de lipídio saudável que ajuda a limpar o colesterol ruim (LDL) das artérias, aumentando os níveis do chamado colesterol bom (HDL).

Estes não são produzidos de forma natural pelo corpo, mas podem ser absorvidos através do consumo de vários alimentos que os contém.

O melhor de tudo é que ajudam a manter um ótimo nível de energia e, adicional a isso, combatem a inflamação.

Encontre-os em:

  • Peixes de água fria;
  • Sementes (de linho, chia, gergelim, girassol);
  • Frutos secos;
  • Gérmen de trigo;
  • Mariscos;
  • Brócolis;
  • Couves;

4. Aumente o consumo de fibra

A fibra solúvel é um dos nutrientes essenciais que ajudam a diminuir a absorção de colesterol no intestino, evitando que se acumule no sangue.

Ela desempenha um papel muito importante no processo digestivo e, além disso, é necessária para um ótimo funcionamento cardíaco e circulatório.

Obtenha este nutriente de alimentos tais como:

  • Cereais integrais;
  • Frutas e vegetais;
  • Sementes e frutos secos;
  • Legumes;
  • Algas;
  • Tubérculos;

5. Inclua alcachofras em sua alimentação

Inclua alcachofras em sua alimentação para evitar o colesterol

Por seu alto teor de fibra dietética e compostos antioxidantes, as alcachofras se transformaram em um dos alimentos mais recomendados para o controle do colesterol.

  • Contêm uma substância conhecida como cinarina, a qual interfere na síntese de colesterol.
  • Além disso, graças aos seus teores de luteolina, é um bom complemento para evitar a formação de placa lipídica nas artérias.
  • Dentre outras coisas, cabe mencionar que diminuem os níveis de triglicerídeos e combatem a retenção de líquidos.
  • Podem ser consumidas em extratos ou em chás, sopas e receitas com vegetais.

6. Evite o tabagismo

As pessoas que se acostumaram a fumar todos os dias têm maior risco de sofrer os efeitos do colesterol alto em relação a aquelas que não têm este hábito.

  • O cigarro tem mais de 19 componentes tóxicos que interferem nas funções do organismo e, dentre estes, estão os causadores da redução do chamado colesterol bom.
  • Suas toxinas afetam a saúde circulatória e influenciam na acumulação de lipídios nas paredes arteriais.

Como já mencionamos, o colesterol é um inimigo silencioso da saúde que, se não controlado, pode derivar em consequências graves.

Procure adotar todos os hábitos recomendados, independentemente de ter ou não seus níveis de colesterol altos.

Recomendados para você