6 causas da dor no pescoço que costumamos negligenciar

· 2 de agosto de 2018
Muitas práticas diárias que realizamos inconscientemente podem causar dores recorrentes no pescoço. Por isso, é preciso corrigir certos comportamentos.

Conheça algumas das principais causas da dor no pescoço. Também conhecida como cervicalgia, é um sintoma desconfortável que geralmente ocorre devido à contração muscular nesta área do corpo.

Ela se manifesta com uma forte sensação de tensão e rigidez, o que, muitas vezes, dificulta o movimento normal da cabeça ao realizar tarefas diárias.

É comum entre aqueles que mantêm um estilo de vida sedentário, embora também seja recorrente naqueles que trabalham sentados ou em atividades que envolvem muito esforço físico.

Embora não seja grave e geralmente ocorrer esporadicamente, é essencial identificar as causas da dor no pescoço para combatê-la e evitar outras complicações.

Tendo em mente que muitos desconhecem alguns hábitos que influenciam o seu aparecimento, queremos compartilhar detalhadamente as principais causas da dor no pescoço a seguir.

Não perca: Quanto tempo de exercício é recomendado fazer diariamente

Principais causas da dor no pescoço

Ficar por um longo tempo na frente do computador

1. Ficar por um longo tempo na frente do computador

As dores cervicais costumam incomodá-lo quando você está na frente do computador? Se este for o caso, tenha em mente que a posição que seu corpo adquire nesta atividade pode ser responsável por esse sintoma.

Isso ocorre porque os músculos desta área ficam cansados ​​e tensos, especialmente quando a mesma posição é mantida por um longo tempo.

Sugestões

  • Mantenha uma postura correta quando estiver sentado e, além disso, descanse de tempos em tempos para esticar as pernas.
  • Eleve a tela do seu computador a uma altura que não envolva dobrar o pescoço.

2. Usar dispositivos móveis de forma inadequada

Uma das razões pelas quais o número de pacientes com desconforto no pescoço aumentou é o uso generalizado e inadequado de dispositivos móveis.

Esses elementos, incluindo telefones celulares e tablets, fazem com que muitos adotem posturas incorretas por longos períodos de tempo.

Como resultado, os músculos cervicais ficam tensos e mais suscetíveis a lesões.

Sugestões

  • Limite o uso desses dispositivos ao máximo, a menos que seja necessário.
  • Se você não pode se desconectar, certifique-se de usá-los corretamente, sem dobrar seu pescoço por um longo tempo.
  • Execute exercícios de fortalecimento para reduzir o estresse.

3. Adotar uma má postura ao dormir

Adotar uma má postura ao dormir

Uma boa qualidade de sono nos permite relaxar os músculos para prepará-los para um novo dia.

No entanto, se não adotarmos uma postura corporal correta, é muito provável que as dores no pescoço e nas costas aumentem.

Sugestões

  • Tenha em mente que, para evitar esses desconfortos, o pescoço deve estar alinhado com a coluna vertebral, independentemente de você dormir de lado ou virado para cima.
  • A cabeça não deve estar muito alta porque as lesões nesta área aumentam.

4. Carregar mochilas com muito peso

Muito cuidado! Embora as mochilas e bolsas sejam usadas todos os dias, seu uso inapropriado pode levar a um desconforto recorrente no pescoço.

Usá-las da forma errada, ou adicionando muito peso, faz com que os músculos nesta área sofram.

Sugestões

  • Evite carregá-las com excesso de peso, especialmente se você tiver que transportá-las por um longo período de tempo.
  • Não use mochilas em um único lado do corpo.
  • As mochilas não devem ter mais de 10% do peso corporal, especialmente se forem crianças.

5. Fumar

Mulher fumando

As toxinas do cigarro não só afetam negativamente a saúde pulmonar e cardiovascular, mas também, ao longo do tempo, interferem na saúde muscular.

Leia também: Plantas que nos ajudam a abandonar o cigarro

Isso evita a oxigenação adequada dos músculos e, além disso, aumenta a desidratação e a dor.

A sua acumulação no corpo pode danificar os discos das costas e do pescoço, aumentando o risco de hérnia, torcicolo e fraqueza muscular e articular.

Sugestões

  • Tente parar de fumar o mais rápido possível.
  • Use métodos de desintoxicação para facilitar a eliminação de toxinas que se acumulam no corpo.
  • Evite estar exposto a ambientes contaminados com fumaça de cigarro.

6. Fazer abdominais da forma equivocada

Não podemos negar que os exercícios abdominais trazem muitos benefícios para o nosso corpo.

No entanto, se forem realizados de forma inadequada, podem ser a causa de dores no pescoço e na coluna vertebral.

Embora no início não nos demos conta, os músculos que cercam o pescoço ficam ressentidos por um esforço exagerado na área.

Sugestões

  • Centre o esforço físico na área abdominal, e não na região cervical.
  • Mantenha o olhar para cima, de tal forma que haja um bom espaço entre o queixo e o peito.

Você costuma ter dor no pescoço? Se sim, é possível que alguns desses hábitos diários influenciem seu surgimento.

Tente tomar as medidas necessárias para reduzi-la e, além disso, faça exercícios para aumentar a força e o suporte nessa parte do corpo.