5 tratamentos para se livrar das verrugas planas

05 Novembro, 2020
Atualmente, existem vários tipos de tratamentos disponíveis para combater as verrugas planas. No entanto, é aconselhável consultar um dermatologista para saber mais sobre isso. Conheça 5 opções.

As verrugas planas são uma pequena lesão cutânea marrom-avermelhada levemente elevada, caracterizada por uma superfície plana e verrugosa. Elas costumam aparecer com mais frequência em algumas partes do rosto, embora também tendam a se formar nas mãos e no pescoço.

Além disso, constituem uma manifestação comum de um dos subtipos do papilomavírus humano (HPV) que frequentemente afeta a população adolescente. Não representam um sério problema de saúde, mas são contagiosas e geralmente ocorrem quando o sistema imunológico está enfraquecido.

Quais são os tratamentos disponíveis para elas? É possível se livrar delas? Hoje, queremos elucidar essas questões. Além disso, revisaremos alguns dos aspectos mais importantes desse problema dermatológico. Fique conosco!

Por que as verrugas planas aparecem?

Como mencionamos, as verrugas são uma manifestação da infecção pelo papilomavírus humano (HPV), do qual existem mais de 100 subtipos diferentes. Especificamente, as verrugas planas são causadas pelos tipos 3, 10, 28 e 49 do HPV.

Diferentemente das cepas que causam o HPV genital, elas são benignas e não apresentam riscos além do aparecimento da verruga. No entanto, exatamente por causa de sua aparência, há quem prefira fazer um tratamento.

Descubra: Como o HPV afeta a relação sexual

Como reconhecer verrugas planas?

Pequenas verrugas na pele
As verrugas planas não têm uma superfície rugosa, e sim lisa. Além disso, seu tamanho geralmente é menor.

As verrugas planas são um pouco menores do que outros tipos de verrugas. Além disso, sua parte superior não é áspera, mas lisa. São menos elevadas, podem ter uma forma redonda ou oval e geralmente têm um tamanho que varia de 1 a 3 milímetros.

Frequentemente, esses tipos de verrugas crescem em grupos de 20 a 200 verrugas. Além disso, elas geralmente ocorrem ao redor de áreas da pele que sofreram arranhões ou cortesEmbora elas geralmente não representem um problema, às vezes sangram e doem.

Tratamentos para combater as verrugas planas

Atualmente, existem vários tratamentos que ajudam a combater as verrugas planas, fazendo-as desaparecer em muitos casos. No entanto, é preciso ter em mente que muitas vezes elas desaparecem sozinhas sem a necessidade de tratamento. De qualquer forma, se estiverem presentes, é melhor ir ao dermatologista para receber um diagnóstico adequado.

O dermatologista pode fornecer conselhos sobre uma série de remédios, medicamentos e terapias inovadoras que ajudam a combater esse problema. Além disso, no caso das verrugas planas que ocorrem na face, ele nos ajudará a escolher uma opção não tão agressiva para evitar cicatrizes.

Coincidindo com as informações publicadas pela Academia Espanhola de Dermatologia e Venereologia, os métodos de tratamento dessa condição podem incluir ácido salicílico, crioterapia, laser, eletrocoagulação, entre outros. A seguir, vamos discutir as características de cada um deles.

1. Ácido salicílico

As concentrações de ácido salicílico que variam entre 10% e 20% mostraram efeitos positivos no tratamento das verrugas planas. De fato, é uma das terapias de primeira linha para lidar com esse problema estético. No entanto, deve ser aplicado todos os dias, durante várias semanas, para obter resultados.

2. Crioterapia

A crioterapia nem sempre dá os resultados esperados para remover as verrugas. No entanto, geralmente funciona na maioria dos casos após várias sessões.

A crioterapia usa nitrogênio líquido para congelar a verruga. É uma das opções terapêuticas que se destacam por sua velocidade, embora sua aplicação envolva algum desconforto. Para remover toda a verruga, pode ser necessário um tratamento a cada 1 ou 3 semanas, por 2 ou 4 vezes.

Às vezes, não dá bons resultados e obriga o dermatologista a recomendar outros tipos de tratamentos. Além disso, alguns pacientes sentem dor e ficam com cicatrizes.

Leia também: Tratamento da verruga plantar

3. Cantárida

A cantárida (Lytta Vesicatoria) é um composto químico obtido de um coleóptero. Aplicada topicamente, tem a capacidade de gerar algumas bolhas, sem causar a formação de cicatrizes residuais. Por essa ação, é frequentemente usada para fazer as verrugas desaparecerem.

Na maioria dos casos, a pessoa não sente dor quando o produto é aplicado. Uma vez aplicado, será retirado após um período de 3 a 8 horas e, então, o médico cobre a verruga com um curativo, que será removido após 24 horas. O tratamento tem uma resposta de 70% após 2 aplicações.

4. Eletrocoagulação

Esse tipo de procedimento é mais agressivo que os anteriores. De fato, requer o uso de anestesia e cuidados pós-operatórios. Embora possa ser eficaz na remoção da verruga, pode deixar uma cicatriz.

5. Laser de corante pulsado

Esse tratamento se destaca por ser mais rápido. No entanto, faltam evidências de sua eficácia, produz dor e pode deixar uma cicatriz. Além disso, é muito mais caro que outras opções.

Os remédios caseiros ajudam?

Os populares remédios das avós representaram, para muitos, uma opção de tratamento para as verrugas. No entanto, até o momento não há evidências que comprovem sua segurança e eficácia. De fato, alguns podem ser agressivos, causando queimaduras na pele.

Portanto, antes de usar qualquer uma dessas opções, é importante saber se causa efeitos colaterais. Se possível, o médico deve ser consultado. Você ainda tem dúvidas? Marque uma consulta com seu dermatologista e conheça mais opções de tratamento.