5 sinais que podem indicar a retenção de líquidos

· 13 de novembro de 2017
O inchaço generalizado ou bem localizado em determinadas partes do corpo pode ser um sinal claro de que estamos retendo líquidos, por isso devemos procurar um solução.
A retenção de líquidos, ou edema, é uma condição, patológica ou não, causado por um acúmulo excessivo de líquidos nos tecidos.
  • Quando é patológica, geralmente se origina por problemas circulatórios, insuficiência cardíaca congestiva e doenças renais ou hepáticas.
  • Por outro lado, se não o é, pode ser atribuída a uma simples dilatação das veias, em épocas nas quais as temperaturas são mais altas.

As consequências da retenção de líquidos são:

  • Aumento de peso inexplicável
  • Inchaço nas pernas e nos tornozelos
  • Aumento do perímetro abdominal ou diminuição da necessidade de urinar.

Os casos de edemas ocorrem geralmente na terceira idade. No entanto, adolescentes também já foram diagnosticados com este problema.

Este problema é mais comum nas mulheres, especialmente por motivos hormonais ou alimentares.

A retenção de líquidos pode ser o alerta de que o paciente está sofrendo algum tipo de problema, seja cardíaco, renal, hepático ou estomacal.

Além disso, apresenta-se na menopausa, gravidez ou quando existe sedentarismo.

Recomendamos a leitura: Se tiver inchaço, estas são as 8 causas possíveis

Como notar a retenção de líquidos

1. Extremidades inferiores

Como notar a retenção de líquidos

As extremidades inferiores são as primeiras partes do corpo afetadas pela retenção de líquidos, por isso deve-se colocar atenção especial nas pernas e nos pés.

No princípio, o paciente pode sentir cansaço e as pernas pesadas devido à falta de uma drenagem adequada.

2. Tornozelos mais grossos

Os edemas fazem com que os tornozelos fiquem mais grossos do que o normal.

Desde a primeira hora do dia até a noite, esta parte do corpo aumenta de tamanho conforme as horas vão passando.

3. Câimbras nas pernas

Sinais que indicam a retenção de líquidos

Voltemos às pernas, que também incham, embora as pessoas não percebam ocasionalmente.

Um sintoma que pode revelar que você está retendo líquidos são as câimbras contínuas nesta região, além de fraqueza.

4. Inflamação do abdômen

Outra área que é atacada pela retenção de líquidos é o abdômen. Alguns pensam que estão engordando quando tudo é devido ao inchaço causado pelo edema.

Há quem se submeta a longas e rigorosas dietas pensando que o motivo do inchaço do abdômen é a gordura, quando na realidade é uma falha no sistema excretor.

5. Inchaço do rosto

O inchaço no rosto pode indicar que você está retendo líquidos

O inchaço por edema também ataca o rosto. É especialmente visível nos pômulos e nas pálpebras, que aumentam levemente de tamanho.

Assim, o excesso de água aumenta o formato arredondado do rosto.

O que fazer para evitar a retenção de líquidos

Se você pensa que está retendo líquido, pode fazer o seguinte:

Beba mais água

Mulher que bebe água para não reter líquidos

Embora possa soar estranho, quando o corpo retém líquidos é porque se sente desidratado.

Para eliminar esta sensação, o ideal é proporcioná-lo toda a água que precise, assim, não a armazenará em excesso.

Submeta-se a uma dieta hipocalórica e pobre em sódio

Enquanto você estiver nesta condição, é recomendável que limite o consumo de farinhas, gorduras, açúcar refinado e sal.

  • Faça exercício: ao que parece, esta poderia ser a cura para todos os males do corpo. Se exercitar te ajudará a eliminar o excesso de líquido por meio do suor e da urina, também melhorará a circulação. Sua atividade deve durar, pelo menos, 20 minutos por dia.
  • Consuma infusões diuréticas: algumas plantas, como o dente de leão, a erva-doce, a salsa e o chá verde, te ajudarão a ir ao banheiro com mais regularidade. Você também pode adicionar vegetais, como a cenoura e o pepino, a sua dieta. Assim como algumas frutas, como a melancia e o melão.

Leia também: Infusões para tratar a retenção de líquidos

  • Consuma alimentos ricos em potássio: o milho, a couve-flor, as bananas e os aspargos também podem ajudar a combater a retenção de líquidos graças ao seu alto teor de potássio.
  • Descarte as bebidas desidratantes: sobretudo o álcool, especialmente a cerveja ou a vodca, assim como o café. Como explicamos anteriormente, quando o corpo sente que não tem água o suficiente, retém líquidos.
  • Ingira proteínas: coma carne, frango, peixe, mariscos e legumes. A falta de proteínas potencializa a retenção de líquidos.
  • Não use roupa justa: irá gerar incômodo desnecessário e fazer com que o corpo, ao invés de se desinflamar, com o passar dos dias, inche um pouco mais.
  • Não seja sedentário: se você trabalha muito tempo sentado na cadeira, você deve se levantar por pelo menos cinco minutos a cada 1 hora. Assim o corpo não entrará em estado de sedentarismo.
  • Fuja do calor em excesso: se afaste dos ambientes com temperaturas excessivamente altas, já que o calor produz desidratação. Diante deste panorama, o corpo retém líquidos.