5 remédios naturais para tratar a cistite

3 de junho de 2018
Caso você consuma estes remédios e não ver melhoras nos sintomas da cistite é bom procurar um especialista para fazer exames e ter um diagnóstico adequado 

A cistite é uma alteração do sistema urinário que as pessoas sofrem pelo menos uma vez na vida. Caracteriza-se por gerar um aumento na frequência da micção e fortes incômodos na uretra.

Os hábitos higiênicos, as diferentes rotinas de trabalho, a frequência sexual e até mesmo a roupa íntima utilizada, podem ser fatores que detonam este tipo de infecções na bexiga.

O que é a cistite?

Trata-se de uma inflamação aguda da bexiga, que na maioria dos casos é causada por uma infecção no trato urinário.

A cistite pode gerar dor abdominal
Entre as causas mais frequentes destaca-se a proliferação da bactéria Escherichia colique é um bacilo gram negativo que se aloja no trato intestinal. Em certas ocasiões pode se colonizar na bexiga.

Entre os sintomas mais comuns que esta inflamação produz se encontram os seguintes:

  • Poliúria: sugere um aumento bastante acentuado das micções, ocasionado por uma sensação fictícia de que a bexiga está cheia.
  • Dor: a cistite se manifesta com uma dor aguda no baixo ventre e na uretra. Esta pode se apresentar conjuntamente com ardência ou coceira em toda a zona pélvica.
  • Febre: as altas temperaturas corporais são um sintoma que aparece quando esta classe de alteração se desenvolve. Estas costumam ficar entre os 37 º e 41 º C.
  • Urina turva: o aumento de leucócitos produto da infecção pode gerar alguns sedimentos na urina. Do mesmo modo, costumam aparecer hemácias, que são pequenos traços de sangue, misturados nos fluídos.

Não sabia? 5 alimentos que deve evitar caso tenha bexiga hiperativa

Por que combater esta afecção?

Mesmo que a cistite seja um desequilíbrio do sistema urinário que não é muito complicado de tratar, é essencial prevenir sua aparição. Isso acontece porque uma infecção prolongada pode causar danos irreparáveis nos rins e nos órgãos genitais.

Mulher com cistite

Por outro lado, os desequilíbrios na evacuação de líquidos causam a retenção de fluídos corporais, o que pode gerar inconvenientes no sistema vascular.

No pior dos casos, isso pode levar a dificuldades para caminhar e trombose. Da mesma forma, a vida sexual pode se ver gravemente afetada pelos danos gerados produto dos efeitos da cistite.

Como prevenir a cistite?

Para evitar a cistite é recomendado:

  • Manter rigorosos hábitos de higiene
  • Aumentar a ingestão de água
  • Evitar a retenção de urina
  • Reduzir o consumo de açúcares e ácidos lácteos e aumentar o consumo de sal e cebola

Da mesma forma, é importante prestar atenção aos fatores emocionais. As pessoas nervosas tendem a gerar grandes quantidades de cortisol, que afeta o sistema renal.

Assim, para prevenir esta doença é importante controlar os medos.

Remédios naturais para combater a cistite

Por mais esforços que dediquemos ao cuidado do trato urinário e da bexiga, é inevitável que, ocasionalmente, apareçam infecções neste sistema.

No entanto, é recomendado fugir das alternativas farmacológicas e apostas nos remédios naturais. Estes podem ter os mesmos efeitos curativos, sem os temíveis efeitos secundários dos produtos industrializados.

Sementes de abóbora

Além de serem muito agradáveis para o paladar, as sementes de abóbora podem se converter na garantia de força de nosso sistema imune.

Sementes de abóbora ajudam a tratar a cistite

Estas, ainda, são ricas em ácidos graxos como o ômega 3, em zinco e triptofano. Estes compostos trazem uma infinidade de benefícios para o organismo, por isso que seu consumo é imprescindível.

Quer conhecer mais? 3 receitas caseiras de creme de abóbora

Suco de laranja e kiwi

A laranja e o kiwi são frutas que contêm um alto teor de vitamina C, elemento essencial para o combate das infecções.

  • Faça um suco de kiwi e laranjas, adoce com um pouco de mel e pronto, notará melhoras.

Rabanete picante

Este vegetal tem um importante conteúdo de compostos antimicrobianos. Por isso, se converte em um grande antibiótico natural que pode atacar com rapidez as bactérias alojadas na uretra e na bexiga.

  • Você pode ingeri-lo com tempero para suas refeições ou fazer infusões com sua raiz. Como tem um sabor bastante forte, é recomendado que o misturasse com outros alimentos.

Equinácea

Trata-se de uma erva medicinal utilizada há muitos séculos para tratar diferentes afecções no organismo, desde doenças localizadas até a insônia.

É rica em vitamina B e C e também contém importantes quantidades de betacaroteno e minerais.

Suas infusões são muito efetivas para a proteção imune e a limpeza bacteriana.

Vitamina de salsa

As propriedades diuréticas da salsa, junto com o elemento cítrico se convertem em um depurador infalível do trato urinário. Assim, pode ser muito benéfico para a conservação da saúde renal. 

Vitamina de salsa ajuda a tratar a cistite

Ingredientes

  • 3 colheres de salsa fresca (45 g)
  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • O suco de 1 limão

Modo de Preparo

Bata a salsa fresca com a água e o suco de limão até conseguir uma mistura homogênea e beba.

De qualquer forma, o controle médico é imprescindível ante qualquer quadro de afecção renal.

Mesmo que não costumem apresentar contraindicações, estas podem aparecer, especialmente se alguns destes remédios provocar algum tipo de efeito adverso.

Recomendados para você