5 remédios naturais efetivos contra os sintomas da blastomicose

· 24 de agosto de 2018
A blastomicose é uma infecção de origem fúngica cujos sintomas podemos controlar com a ajuda de alguns remédios naturais, ainda que sempre seja conveniente consultar um especialista para obter um diagnóstico adequado.

Muitas vezes, o que parece ser uma gripe comum se estende mais do que o esperado, ou termina afetando regiões alheias às vias respiratórias. Se este for o seu caso, é recomendável que visite seu médico de confiança para fazer um check-up.

Pode ser que você esteja sofrendo uma infecção fúngica, como é o caso da blastomicose. Para combatê-la, apresentaremos neste artigo 5 remédios naturais efetivos contra os sintomas dessa doença que você pode aplicar facilmente na comodidade de sua casa.

O que é a blastomicose?

A blastomicose é uma doença infecciosa que afeta principalmente os pulmões, a pele e os ossos. Também conhecida como doença de Gilchrist, esta infecção é causada pelo fungo denominado Blastomyces dermatides.

O sistema respiratório é o mais afetado, pois a forma de contágio mais comum é através das vias aéreas ao inalar o fungo. Dependendo do estado da imunidade do organismo hóspede, o fungo pode passar à corrente sanguínea e se disseminar por outros tecidos como os ossos ou a pele.

Este fungo, encontra-se geralmente onde há matéria orgânica em decomposição, como folhas e ramos, em solos úmidos. Raramente o fungo penetra através da pele, sendo então menos provável que chegue a outras partes do corpo. Este tipo de blastomicose cutânea tende a se curar espontaneamente.

Leia: Aprenda a tratar os fungos com remédios caseiros

Sintomas da blastomicose

A blastomicose pulmonar quase sempre é assintomática, a menos que comece a se espalhar a outros tecidos do corpo. Nesse caso, os sintomas são parecidos com os da gripe aguda ou a pneumonia, tais como:

  • Mal-estar geral
  • Dor muscular ou fatiga
  • Doença nas articulações
  • Sensação de dor na área torácica
  • Febre
  • Tosse (pode incluir muco com restos de sangue)
  • Dispneia

Quando se trata da blastomicose cutânea, as lesões podem ser observadas em áreas como as axilas, o pescoço, o rosto ou os membros. Os sintomas costumam ser:

  • As pústulas ou manifestações na pele podem parecer como úlceras ou verrugas.
  • Ausência de dor.
  • As verrugas podem ter uma coloração cinza e violeta.
  • Lesões na área do nariz ou na boca.
  • As pústulas podem sangrar facilmente e formar úlceras.

5 remédios naturais para combater os sintomas da blastomicose

Dadas as características desta doença, às vezes pode ser confundida com outros problemas e pode ser um pouco complicado de encontrar o tratamento adequado. Assim, os remédios naturais podem ser de muita ajuda quando o medicamento alopático não foi definido ainda por um especialista.

A seguir, se apresentam algumas opções:

1. Óleo de coco

O óleo de coco é um dos remédios naturais efetivos contra os sintomas da blastomicose

Este óleo é muito conhecido por suas múltiplas propriedades, dentre as quais se encontram as antimicóticas e antibacterianas. Por isso, é uma ferramenta muito útil no tratamento de infecções causadas por fungos.

Ingredientes

  • Óleo de coco (quantidade necessária)

O que fazer?

  • Tome uma colherzinha de óleo de coco por dia (5 ml).
  • Quando houver lesões cutâneas, aplique um pouco de óleo sobre a pele depois do banho.

2. Consumir alho

O alho é um bom antimicótico, razão pela qual é altamente recomendado no tratamento de doenças causadas por fungos, como é o caso da blastomicose. Graças ao seu teor de alicina, este vegetal favorece a estimulação do sistema imunológico.

Ingredientes

  • 2 dentes de alho ou 1 cápsula de alho (caso não goste do alho cru).

O que fazer?

  • Consuma 2 dentes de alho por dia ou uma cápsula de alho três vezes ao dia.

3. Ingerir vitamina C

A vitamina C é uma grande aliada no tratamento de infecções, pois tem uma importante ação fortalecedora do sistema imunológico. Portanto, o consumo desta vitamina pode ajudar a reduzir os sintomas da blastomicose.

Ingredientes

  • Frutos cítricos (tangerina, limão, laranja, etc.)
  • Cápsulas de vitamina C

O que fazer?

  • Ingira pelo menos uma fruta cítrica por dia.
  • Se preferir, pode tomar uma cápsula de vitamina C diária.

4. Inalação de eucalipto

Inalação com vapor de eucalipto é um dos remédios naturais efetivos contra os sintomas da blastomicose

O eucalipto é uma planta destacada por suas propriedades antissépticas e antibacterianas. Da mesma maneira, é muito usado no tratamento de doenças das vias respiratórias, já que ajuda a combater as possíveis causas de infecções nestas áreas.

Leia: Como curar a tosse seca em crianças  

Ingredientes

O que fazer?

  • Adicione as gotas de óleo de eucalipto na água e esquente.
  • Quando ferver, retire do fogo.
  • Cubra a cabeça com a toalha e coloque o rosto sobre a panela com o preparo.
  • Preferentemente, a toalha deve cobrir a superfície da panela para evitar que o vapor escape.
  • Inale profundamente para que o vapor penetre nas fossas nasais. Repita o procedimento até que a água esfrie.

5. Selo de ouro

A erva conhecida como Selo de Ouro (Hydrastis Canadensis cientificamente) também tem propriedades antifúngicas. Se ingerida junto com outros remédios que tenham as mesmas propriedades, sua efetividade é maior.

Ingredientes

  • 10 gotas de tintura de Selo de Ouro.
  • 1 xícara de água (250 ml)
  • Cápsulas de selo de ouro (caso o sabor te pareça agradável)

O que fazer?

  • Adicione as gotas da tintura de Selo de Ouro na água e mexa.
  • Beba esta receita três vezes ao dia, ou uma cápsula da mesma dose uma vez por dia.

Estes remédios naturais podem ser muito úteis para tratar infecções de origem fúngica, como é o caso da blastomicose. Porém, não se esqueça de consultar seu médico de confiança.

Ao conhecer características específicas de sua doença e encontrar a melhor maneira de tratá-la, os remédios naturais se transformam no melhor complemento para conseguir tal objetivo.