3 remédios caseiros para tratar a sarna

12 Novembro, 2019
A sarna é bastante contagiosa e pode se espalhar em membros de um mesmo grupo. Portanto, quando se trata de combatê-la, o médico sugere que todos os afetados devam realizar o tratamento.

Cientificamente conhecida como escabiose, a sarna uma doença causada por um parasita chamado Sarcoptes scabieiEste ácaro se aloja na pele e é muito difícil identificar os primeiros sintomas.

Sarcoptes scabiei penetra na pele e causa uma reação alérgica que, se não tratada a tempo, provoca uma infecção secundária. Se o tratamento for procurado com rapidez e feito com eficácia, a sarna só será um problema temporário.

No entanto, deve-se levar em conta que é um problema contagioso que pode ser facilmente disseminado por meio do contato físico próximo entre família, grupos escolares, asilos e afins. Portanto, quando detectado, os profissionais de saúde aconselham o tratamento de todos no grupo afetado.

Sintomas da sarna

De acordo com uma publicação no British Medical Journal, os sintomas da sarna começam a se manifestar dentro de duas a seis semanas após a infestação inicial. No entanto, a reinfestação pode gerar sintomas dentro de 48 horas.

Um dos sintomas mais evidentes é a coceira intensa que, principalmente à noite, não é possível de controlar. A princípio, pequenos vergões vermelhos aparecem e, quando está em um estágio mais avançado, é possível observar a presença de crostas ou escamas.

  • Os ácaros procuram as dobras do corpo: entre os dedos, pulsos, cotovelos, glúteos, seios e inclusive nas partes íntimas.
  • Porém, é preciso ter cuidado porque também se escondem em acessórios como relógios, pulseiras, cintos e anéis.

É muito importante levar em conta que esses sintomas aparecem e desaparecem, mas isso não quer dizer que a infecção teve fim.

Como combater a sarna?

Em primeiro lugar, diante da suspeita de sarna, o médico procura sinais da doença nos lugares característicos. Se forem identificados, o profissional raspa a pele para examiná-la com um microscópio. No entanto, na presença de sintomas, é necessário iniciar um tratamento antes mesmo de confirmar o diagnóstico.

O tratamento da sarna envolve a aplicação de alguns medicamentos que combatem infecções e controlam os sintomas. Conforme destacado pela Clínica Mayo, os mais comuns são:

  • Creme de permetrina (Elimite). Um creme tópico que mata ácaros da sarna e seus ovos.
  • Loção de lindano. Para uso exclusivo para pessoas que não toleram outros tratamentos.
  • Crotamiton (Eurax). Disponível em creme ou loção. É aplicado uma vez por dia, durante 2 dias.
  • Ivermectina (Stromectol). É um medicamento oral recomendado para pessoas com sistema imunológico alterado ou que não respondem aos tratamentos convencionais.

Para o uso adequado desses medicamentos, é importante contar com a supervisão do médico. O profissional será responsável por determinar a dose segura em cada caso. Além disso, informará sobre seus efeitos colaterais e suas contraindicações.

Remédios caseiros para tratar a sarna

Os remédios caseiros para tratar a sarna não devem substituir o tratamento médico convencional. Eles podem ser usados como coadjuvantes para aliviar alguns dos sintomas da infecção. Vamos ver 3 opções.

1. Aloe vera

O aloe vera é um dos remédios caseiros para tratar a sarna

Graças às suas propriedades, o aloe vera pode ser uma boa opção para aliviar a coceira na pele, porque contém substâncias antibacterianas. Além disso, é capaz de regenerar, desinflamar e cicatrizar a região afetada.

De fato, em um estudo não comparativo realizado no Complexo de Hospitais Docentes da Universidade Obafemi Awolowo, Ile-Ife, Nigéria, determinou-se que o gel de aloe vera pode ser tão eficaz quanto o benzoato de benzilo no tratamento de sarna.

Graças às suas propriedades hidratantes e reparadoras, sua aplicação contribui significativamente para o alívio da pele. Além disso, seu uso é seguro e geralmente não produz efeitos colaterais, mesmo que seja usado por um longo período de tempo.

Ingredientes

  • Gel de aloe vera

O que fazer?

  • Lave muito bem a região machucada.
  • Em seguida, aplique uma camada generosa de gel de aloe vera e espere 30 minutos.
  • Depois do tempo indicado, enxágue com água fria.
  • Repita o procedimento 2 vezes ao dia.

2. Óleo essencial de árvore do chá

A aplicação do óleo essencial de árvore do chá pode ajudar a aliviar a coceira associada à sarna. No entanto, não é possível eliminar os ovos enterrados na pele. Apesar disso, um estudo publicado em The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene determinou que esse óleo tem efeitos promissores no tratamento da sarna.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de óleo de árvore do chá (15 g);
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva (16 g);

O que fazer?

  • Em primeiro lugar, lave muito bem a região inflamada.
  • Depois misture o óleo com o azeite.
  • Umedeça um pedaço de algodão e aplique na região afetada.
  • Repita os passos duas vezes ao dia, durante 3 semanas.

3. Vinagre branco

Usos espetaculares para o vinagre branco

Não há evidências que comprovem a segurança e a eficácia do vinagre branco contra a sarna. No entanto, na cultura popular, tem sido usado como um remédio alternativo para aliviar desconfortos, como coceira e irritação. Se você quiser experimentar, siga as instruções abaixo.

Ingredientes

  • ½ xícara de vinagre branco (125 ml)
  • ½ xícara de água (125 ml)

O que fazer?

  • Primeiramente, misture as quantidades de água e vinagre em um recipiente.
  • Com a ajuda do algodão, aplique na região afetada.
  • Espere 15 minutos e enxágue com água morna.
  • Repita a aplicação 3 vezes ao dia durante 15 dias.

Recomendações

  • Se você estiver com coceira, ardor e inflamação em alguma área, evite o contato com outras pessoas.
  • Não compartilhe roupa nem objetos de uso diário.
  • Lave muito bem as colchas e os lençóis para eliminar ácaros.
  • Se o incômodo não te deixar dormir ou você estiver com o corpo picado, procure imediatamente o médico.

Por fim, não esqueça que você deve manter o tratamento médico enquanto o profissional recomendar. Embora os remédios naturais ajudem, eles não são uma solução eficaz contra a doença. Portanto, devem ser considerados apenas como um complemento.

  • Gilson RL, Basit H, Soman-Faulkner K. Scabies (Sarcoptes Scabiei) [Updated 2019 Jul 22]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2019 Jan-. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK544306/
  • Thomas J, Carson CF, Peterson GM, et al. Therapeutic Potential of Tea Tree Oil for Scabies. Am J Trop Med Hyg. 2016;94(2):258–266. doi:10.4269/ajtmh.14-0515
  • Strong, M., & Johnstone, P. W. (2007). Interventions for treating scabies. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/10.1002/14651858.CD000320.pub2
  • Walton, S. F., & Currie, B. J. (2007). Problems in diagnosing scabies, a global disease in human and animal populations. Clinical Microbiology Reviews. https://doi.org/10.1128/CMR.00042-06
  • Górkiewicz-Petkow, A. (2015). Scabies. In European Handbook of Dermatological Treatments, Third Edition. https://doi.org/10.1007/978-3-662-45139-7_86