3 dicas para tratar a acidez gástrica

18 de março de 2018
A acidez gástrica é uma doença bastante comum. Caracteriza-se pela irritação do esôfago por gases vindos do estômago. Fatores como má alimentação, o estresse e hábitos prejudiciais, como fumar, podem causar esta doença.

Saiba como tratar a acidez gástrica ou estomacal, também conhecida como azia, uma das doenças mais comuns atualmente. Tal como o nome indica, é um transtorno relacionado aos ácidos presentes no estômago.

A principal característica desta doença é o desconforto e o ardor percebidos na área do esôfago. Embora tenha origem no estômago, localiza-se na parte superior da entrada deste órgão.

Para localizar com precisão a área afetada pela acidez gástrica, recomenda-se ter como ponto de referência a parte inferior do osso esterno. Se o mal-estar se desenvolve a partir de lá, o mais provável é que se trate de uma acidez gástrica.

Em poucas palavras, este tipo de acidez é a irritação do esôfago, como consequência da produção de gases.

Causas da acidez gástrica

Acidez gástrica, queimação

Embora a maioria das causas dessa doença gire em torno da alimentação, a verdade é que elas podem ser muito variadas. Algumas das causas mais comuns são:

  • Estresse em excesso
  • Gestação 
  • Medicamentos (não todos)
  • Cigarro
  • Alimentos irritantes
  • Comer demais durante as refeições (manhã, tarde e noite)

Tendo em conta as causas acima, pode parecer difícil tratar a acidez gástrica, mas há alternativas eficazes que compartilharemos a seguir:

Recomendações para tratar a acidez gástrica

A alimentação é fundamental, não somente quanto à acidez gástrica, mas à saúde em geral. A seguir, três dicas relacionadas com esta para evitar e tratar o problema.

1. Melhorar os horários e a quantidade

Almoço saudável com frutas

Entre os fatores mais determinantes associados com a alimentação estão os horários e as quantidades. Muitas pessoas não sabem quanto e quando ingerir certos alimentos, especialmente no café da manhã, almoço e jantar.

Com relação ao horário, o ideal é levar em conta os momentos de fazer exercício, deslocar-se e dormir. Considerando este ponto, pelo menos duas horas antes de cada atividade deve-se consumir a porção correspondente.

Quanto à quantidade, o ideal é suprir as calorias necessárias com pelo menos 6 porções ao longo do dia, com componentes moderados. Ambos os fatores contribuem para prevenir e tratar a acidez gástrica.

2. Ingerir alimentos saudáveis

Esta recomendação não somente busca prevenir e tratar a azia, mas também fortalecer a saúde do organismo em geral. Uma dieta balanceada baseada em vegetais, peixes e outros alimentos similares beneficia muito o estômago.

Assim, seus ácidos não serão impulsionados para fora. Por outro lado, o processo digestivo também será amplamente beneficiado. Com base neste conselho, também se faz necessário evitar o consumo de produtos que estimulem a acidez excessiva, tais como café, chocolate, vinagre, frutas, refrigerantes, sucos cítricos e frituras.

Quais alimentos incluir na dieta?

Ovos com caneca

Para elaborar um bom programa alimentar contra a acidez gástrica, é necessário recorrer a alimentos com propriedades benéficas para o sistema digestivo e o tratamento de gases estomacais, tais como:

  • Iogurte, leite e queijo. Estes laticínios devem ser ingeridos na versão desnatada.
  • Ovo. Pelo menos quatro unidades durante a semana, para regular o colesterol no sangue e o desequilíbrio gástrico.
  • Legumes. São muito recomendados nesta dieta. No entanto, não se recomenda ingeri-los crus. É aconselhável cozinhá-los em água ou no vapor.
  • Frango e peixe. São os dois tipos de carne mais benéficos para o sistema digestivo, indicados para prevenir e tratar a acidez gástrica. Com relação ao peixe, recomenda-se a ingestão dos de água salgada. Se você não vive sem a carne bovina, prefira os cortes magros, sem gordura.

3. Escolha adequadamente os líquidos

O líquido é fundamental para o processo digestivo. De acordo com o seu tipo, o organismo responde de forma adequada ou inadequada. No caso da acidez gástrica, existem bebidas que a ativam. Exemplos claros disso são o refrigerante e o álcool.

Por isso, recorrer a chás e sucos naturais de frutas não cítricas é uma excelente opção. Além de beber dois litros de água por dia, já que ela favorece o sistema digestivo e a saúde em geral.

Recomendados para você