3 dicas para tratar a acidez gástrica

A acidez gástrica é uma doença bastante comum. Caracteriza-se pela irritação do esôfago por gases vindos do estômago. Fatores como má alimentação, o estresse e hábitos prejudiciais, como fumar, podem causar esta doença.
3 dicas para tratar a acidez gástrica

Última atualização: 27 Dezembro, 2019

Saiba como tratar a acidez gástrica ou estomacal, também conhecida como azia, uma das doenças mais comuns atualmente. Tal como o nome indica, é um transtorno relacionado aos ácidos presentes no estômago.

A principal característica desta doença é o desconforto e o ardor percebidos na área do esôfago. Embora tenha origem no estômago, localiza-se na parte superior da entrada deste órgão.

Para localizar com precisão a área afetada pela acidez gástrica, recomenda-se ter como ponto de referência a parte inferior do osso esterno. Se o mal-estar se desenvolve a partir de lá, o mais provável é que se trate de uma acidez gástrica.

Em poucas palavras, este tipo de acidez é a irritação do esôfago, como consequência da produção de gases.

Causas da acidez gástrica

Acidez gástrica, queimação

Embora a maioria das causas dessa doença gire em torno da alimentação, a verdade é que elas podem ser muito variadas. Algumas das causas mais comuns são:

  • Estresse em excesso
  • Gestação 
  • Medicamentos (não todos)
  • Cigarro
  • Alimentos irritantes
  • Comer demais durante as refeições (manhã, tarde e noite)

Tendo em conta as causas acima, pode parecer difícil tratar a acidez gástrica, mas há alternativas eficazes que compartilharemos a seguir:

Recomendações para tratar a acidez gástrica

A alimentação é fundamental, não somente quanto à acidez gástrica, mas à saúde em geral. A seguir, três dicas relacionadas com esta para evitar e tratar o problema.

1. Melhorar os horários e a quantidade

Almoço saudável com frutas

Entre os fatores mais determinantes associados com a alimentação estão os horários e as quantidades. Muitas pessoas não sabem quanto e quando ingerir certos alimentos, especialmente no café da manhã, almoço e jantar.

Com relação ao horário, o ideal é levar em conta os momentos de fazer exercício, deslocar-se e dormir. Considerando este ponto, pelo menos duas horas antes de cada atividade deve-se consumir a porção correspondente.

Quanto à quantidade, o ideal é suprir as calorias necessárias com pelo menos 6 porções ao longo do dia, com componentes moderados. Ambos os fatores contribuem para prevenir e tratar a acidez gástrica.

2. Ingerir alimentos saudáveis

Esta recomendação não somente busca prevenir e tratar a azia, mas também fortalecer a saúde do organismo em geral. Uma dieta balanceada baseada em vegetais, peixes e outros alimentos similares beneficia muito o estômago.

Assim, seus ácidos não serão impulsionados para fora. Por outro lado, o processo digestivo também será amplamente beneficiado. Com base neste conselho, também se faz necessário evitar o consumo de produtos que estimulem a acidez excessiva, tais como café, chocolate, vinagre, frutas, refrigerantes, sucos cítricos e frituras.

Quais alimentos incluir na dieta?

Ovos com caneca

Para elaborar um bom programa alimentar contra a acidez gástrica, é necessário recorrer a alimentos com propriedades benéficas para o sistema digestivo e o tratamento de gases estomacais, tais como:

  • Iogurte, leite e queijo. Estes laticínios devem ser ingeridos na versão desnatada.
  • Ovo. Pelo menos quatro unidades durante a semana, para regular o colesterol no sangue e o desequilíbrio gástrico.
  • Legumes. São muito recomendados nesta dieta. No entanto, não se recomenda ingeri-los crus. É aconselhável cozinhá-los em água ou no vapor.
  • Frango e peixe. São os dois tipos de carne mais benéficos para o sistema digestivo, indicados para prevenir e tratar a acidez gástrica. Com relação ao peixe, recomenda-se a ingestão dos de água salgada. Se você não vive sem a carne bovina, prefira os cortes magros, sem gordura.

3. Escolha adequadamente os líquidos

O líquido é fundamental para o processo digestivo. De acordo com o seu tipo, o organismo responde de forma adequada ou inadequada. No caso da acidez gástrica, existem bebidas que a ativam. Exemplos claros disso são o refrigerante e o álcool.

Por isso, recorrer a chás e sucos naturais de frutas não cítricas é uma excelente opção. Além de beber dois litros de água por dia, já que ela favorece o sistema digestivo e a saúde em geral.

Pode interessar a você...
Você sente queimação ou acidez? Conheça a diferença!
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Você sente queimação ou acidez? Conheça a diferença!

Muitas pessoas sofrem com queimação ou acidez depois de ter comido de forma desequilibrada, porém, há quem padece estas afecções quase diariamente.



  • Aune D, Giovannucci E, Boffetta P, Fadnes LT, Keum N, Norat T, Greenwood DC, Riboli E, Vatten LJ, Tonstad S. Fruit and vegetable intake and the risk of cardiovascular disease, total cancer and all-cause mortality-a systematic review and dose-response meta-analysis of prospective studies. Int J Epidemiol. 2017 Jun 1;46(3):1029-1056. doi: 10.1093/ije/dyw319. PMID: 28338764; PMCID: PMC5837313.
  • Ji J, Yang H. Using Probiotics as Supplementation for Helicobacter pylori Antibiotic Therapy. Int J Mol Sci. 2020 Feb 8;21(3):1136. doi: 10.3390/ijms21031136. PMID: 32046317; PMCID: PMC7037652.
  • Van Hecke T, Van Camp J, De Smet S. Oxidation During Digestion of Meat: Interactions with the Diet and Helicobacter pylori Gastritis, and Implications on Human Health. Compr Rev Food Sci Food Saf. 2017 Mar;16(2):214-233. doi: 10.1111/1541-4337.12248. Epub 2017 Jan 26. PMID: 33371537.