O que significam os zumbidos no ouvido?

· 1 de abril de 2018
Os zumbidos nos ouvidos podem ser resultado de diferentes fatores. Quando se recebe um diagnóstico e tratamento adequados é possível superar esse problema sem maiores consequências

Em muitos momentos da vida podemos sofrer com ruídos ou zumbidos no ouvido. São incômodos, geram preocupação e às vezes suas causas são desconhecidas.

Se é algo passageiro, o problema é esquecido e tudo volta à normalidade.

Em alguns casos, os zumbidos podem ser causados por fatores circunstanciais:

  • Por exemplo, a entrada de água no ouvido médio ou uma viagem recente de avião.
  • Também pela prática de atividades físicas extremas ou uma mudança de postura, depois de ter estado muito tempo em alguma posição.

No entanto, algumas pessoas sentem esse incômodo de forma recorrente e com uma intensidade de moderada a forte. Nesses casos, deve-se ir imediatamente ao médico.

Os zumbidos fortes e contínuos em um ouvido ou em ambos podem ser causados por alguma doença importante.

No geral, os zumbidos não constituem uma doença em si, mas são reflexo sintomático de outros problemas.

A seguir, veremos algumas causas que o produzem e uma série de recomendações. É preciso levar em consideração que até mesmo a alimentação pode ter uma influência.

Definição e causas dos zumbidos no ouvido

Mulher com zumbidos nos ouvidos

Os zumbidos no ouvido também são conhecidos como tinnitus ou acufeno. Podem ser definidos como uma sensação de som nos ouvidos sem que haja uma origem externa dos mesmos. Ou seja, só a própria pessoa os escuta.

Aproximadamente 28 milhões de brasileiros sofrem com esse problema; podem sentir bipes, pulsações ou vibração, entre outras analogias. Sua incidência é maior em pessoas com mais de 40 anos de idade.

O tinnitus ou acufeno pode acontecer por diferentes razões. As causas mais comuns são as relacionadas com o aparelho auditivo, sendo patológicas ou não.

As causas não patológicas podem ser:

  • Excesso de cera no conduto auditivo.
  • Entrada de água no interior do ouvido.
  • Corpos estranhos no ouvido.
  • Mudanças hormonais.

Entre as causas patológicas se encontram:

  • Otite ou infecção de alguma parte do ouvido.
  • Tímpano perfurado.
  • Cadeia de ossículos endurecida.
  • Protuberâncias carnosas, cistos ou tumores.
  • Síndrome de Ménière.
  • Transtornos neurológicos.
  • Diabetes e obesidade.
  • Transtornos psicológicos graves.

Causas relacionadas com traumas:

  • Pancadas próximas ao ouvido ou na cabeça por queda, impacto, etc.
  • Hipertensão arterial e doenças coronárias.

Outras condições que podem causar tinnitus ou acufeno incluem:

  • Consumo de drogas.
  • Estresse, ansiedade e fadiga.
  • Consumo de certos medicamentos.
  • Exposição a sons muito altos.
  • Exposição a ruído ambiental alto e contínuo.
  • Uso frequente de fones de ouvido com volume alto.

O que fazer no caso de ter zumbidos no ouvido?

Mulher sentindo zumbido no ouvido

Se o incômodo for frequente e contínuo, deve-se ir ao médico imediatamente para obter um diagnóstico.

Quer se trate de tinnitus e acufeno localizado no ouvido, ou de uma doença que o provoque, o tratamento deve ser o adequado. Dessa forma, evita-se o agravamento ou a possibilidade de sequelas irreversíveis.

O médico poderia fazer um teste sonoro ou solicitar exames clínicos. É possível que o paciente seja encaminhado a outros especialistas como o psiquiatra, psicólogo ou endócrino.

Com relação ao tratamento, dependendo da causa, o médico recomendará algo como terapia farmacológica, soluções cirúrgicas, terapias acústicas ou radiofrequência.

Recomenda-se não tomar aspirinas, pois o ácido acetilsalicílico é nocivo nesses casos.

A única condição para usar remédios caseiros é que a causa não seja patológica.

  • As recomendações incluem certas substâncias ou alimentos como pinhão, Gingko Biloba ou colocar toalhas mornas sobre as orelhas, entre outras.

Como evitar os zumbidos não causados por patologias

Mulher com acufeno

Uma das medidas de prevenção consiste em evitar se expor a ruídos muito fortes. Em geral, basta ter hábitos de vida saudáveis, manter a saúde física e psicológica.

  • Deve-se reduzir o consumo excessivo de sal, açúcar, cafeína e fast food.
  • Devemos adotar hábitos para manter uma alimentação saudável balanceada.
  • Não esqueça de hidratar-se adequadamente e de praticar exercícios.

Consequências de padecer de zumbidos ou acufeno de forma prolongada

Mulher com dor de ouvido

Se o diagnóstico e o tratamento forem os adequados, existe uma grande probabilidade de superar o problema sem nenhum tipo de consequência. Do contrário, a falta de atenção ao tema representa grandes riscos para a saúde.

Um sofrimento prolongado de tinnitus pode levar à perda de audição que ocorre pelo esgotamento das células auditivas.

No entanto, também pode produzir o contrário: hiperacusia, uma alta sensibilidade adquirida aos estímulos auditivos devido à estimulação auditiva em excesso.

Outros danos colaterais dos acufenos são a redução da qualidade de vida e do rendimento no trabalho. O paciente também pode ficar suscetível a sofrer de cefaleia, tonturas, insônia, depressão ou ansiedade, entre muitos outros males.