Você sabe para que serve o pâncreas e como cuidar dele?

· 15 de maio de 2015
Todos já ouvimos falar sobre o pâncreas, mas muitos não sabem quais são as funções que ele cumpre no nosso organismo, nem como cuidar deste órgão.

Todos já ouvimos falar sobre o pâncreas, mas muitos não sabem quais são as funções que ele cumpre no nosso organismo, nem como podemos saber se ele tem algum problema.

Neste artigo, explicaremos a você para que serve o pâncreas e quais são os alimentos e suplementos que podem ajudar a mantê-lo equilibrado.

Para que ele serve?

O pâncreas é uma glândula situada no abdômen, atrás do estômago e na frente da coluna vertebral, que tem duas funções fundamentais:

  • Segregar enzimas digestivas que passam para o intestino delgado. Essa é sua função principal e ela é imprescindível para digerirmos bem, sobretudo as gorduras e as proteínas.
  • Ele produz três tipos de hormônios que passam para o sangue: a insulina, que regula nossa energia, o glucagon e a somatostatina. Os três estão relacionados entre si e devem estar em equilíbrio para mantermos os níveis corretos de açúcar no sangue.

Descubra: Como regular os níveis de açúcar no sangue naturalmente?

Temos um pâncreas equilibrado?

As doenças  que podem estar relacionadas com o pâncreas são a pancreatite, a diabete, a fibrose quística e o câncer de pâncreas.

Entretanto, muito antes de sofrer de alguma delas, nosso pâncreas pode não estar funcionando muito bem. Vamos dar algumas pistas para que você possa saber se deve prestar especial atenção a ele.

  • Os problemas no pâncreas se refletem nos lábios, no apetite e no paladar, portanto, se você tiver algum desses três elementos alterado, você deve prestar atenção. É bastante significativo, por exemplo, que muito habitualmente tenhamos necessidade de comer coisas doces, que nos saciam rapidamente e que voltemos a ter fome em um curto período de tempo.
  • Outro sinal que devemos levar em conta é o de sofrer de problemas digestivos e constipação crônicos. Eles podem estar relacionados com outros órgãos, mas também com o pâncreas.
  • Se você for uma pessoa magra, mas apresenta uma barriga um pouco inchada sem motivo aparente, isso também pode ser sinal de alguma deficiência pancreática.

Alimentos benéficos

A melhor maneira de prevenir doenças do pâncreas, em especial se tivermos antecedentes de familiares que também sofrem com elas, é incluir na nossa dieta diária os seguintes alimentos.

Todos eles têm a propriedade de regular os níveis de açúcar de maneira natural, o qual facilita em grande medida o funcionamento do pâncreas.

  • Ervilha: esse delicioso legume é conhecido por ser uma insulina vegetal, por isso ela não pode faltar na sua dieta.

guisante-beautifulcataya-500x375

  • Levedura de cerveja: esse suplemento é imprescindível na nossa dieta, visto que além de ser benéfico para o pâncreas, ele também regula o sistema nervoso e é um grande aliado em questões de beleza do cabelo, pele e unhas.
  • Estévia: esse adoçante totalmente natural e sem calorias nos permite adoçar de maneira saudável. Entretanto, para que ele regule os níveis de açúcar do nosso organismo, devemos tomá-lo em seu estado puro, e não refinado.
  • Canela: essa especiaria, que costuma ser usada junto com a estévia no tratamento da diabetes, deve estar permanentemente em nossos pratos. Podemos utilizá-la tanto para acompanhar frutas, iogurtes e todo tipo de sobremesa, assim como para acrescentá-la às carnes e outros refogados.

canela-ion-bogdan-dumitrescu-249x252

Questões emocionais

Em qualquer tratamento natural, devemos levar sempre em conta todas as questões que podem influenciar a nossa saúde. Por esse motivo, vamos explicar com quais emoções o pâncreas esta relacionado.

Esporte-caminhar-natureza-marketing-deluxe1

As pessoas que podem sofrer algum desequilíbrio pancreático costumam ter uma personalidade obsessiva e ideias repetitivas. Às vezes, são ritos ou manias dos quais não nos damos conta, mas que costumam ser detectados pelos nossos entes queridos.

Essas atitudes contribuem para estancar a energia do pâncreas.

Além de consumir diariamente os alimentos citados, o contato com a natureza também é fundamental e, em especial, com a terra. Isso pode ser de grande ajuda para nos liberar dessas ideias repetitivas que nos bloqueiam.

Não duvide em ir com frequência a um ambiente natural e de andar descalço, se molhar e se sujar. No começo, possivelmente seja difícil, mas se você insistir, vai ver que depois o corpo vai pedir sozinho e você sentirá uma grande alegria e serenidade.

O seu pâncreas vai se beneficiar também dessa original e prazerosa terapia.